Estamos de volta!!

Estamos de volta!!
Com muitas novidades!

31 de mar de 2013

Feliz Páscoa!


Desejo a todos uma Páscoa linda, com muitos ovinhos
 coloridos muitos passeios e brincadeiras, abraços 
e beijinhos, tudo isto sob a proteção do Senhor!

beijinhos de paz!!

30 de mar de 2013

"Fifi Coelhinho Distraído"



Fifi foi escolhido para entregar os Ovinhos de Páscoa às criancinhas do Reino Mágico. Orgulhoso com a tarefa que iria realizar no Domingo de Páscoa, escolheu a sua melhor e mais bonita roupa para a ocasião, tomou um banho bem demorado, lavando atrás das orelhas com cuidado, aparando as unhas, deixando-as bem limpinhas, escovando os dentes e perfumando-se com raminhos de alecrim.

No sábado a noite a mãe coelha chamou o filho e disse-lhe:

_ Meu filhinho, amanhã você terá que entregar muitos ovinhos às criancinhas do nosso Reino Mágico, elas estão ansiosas esperando por este dia e você terá que ter muito cuidado para não dormir demais e esquecer da sua entrega.

Fifi sorridente respondeu à mãezinha:

- Que nada mamãe!! Eu não me esquecerei de maneira alguma e vou pedir ao meu amiguinho o "bem-te-vi" para cantar bem cedinho na janela do meu quarto, assim eu não esquecerei nem me atrasarei.

_ Muito bem meu filho, falou dona coelha, assim é que se faz; quando assumimos um compromisso temos que ter responsabilidade e cumpri-lo bem.

À noitinha bem cedinho fifi recolheu-se ansioso para chegar a manhãzinha e assim cumprir a sua deliciosa tarefa.

Enquanto dormia o coelhinho sonhou que havia saído para entregar os ovinhos quando, de repente, surgiu um gigantesco leão que devorou todos os ovinhos e queria devorá-lo também. Ele teve que correr muito a fim de se salvar e não ser devorado pelo guloso leão. 

Com o coração aos pulos como se fosse saltar pela boca fifi despertou bem antes do canto do bem-te-vi, bebeu uma canequinha de leite morno com mel, comeu uma cenourinha e, sem prestar muita atenção, pegou o primeiro saco que encontrou na sala ao lado da porta, pensando ser o saco que continha os ovinhos, saindo para a sua entrega.

Cantarolando pela estrada rumo às casinhas das criancinhas, ainda meio escuro pois o dia não havia se levantado de todo, fifi estava muito feliz pois iria realizar o seu grande sonho. Este ano ele seria o "Coelhinho da Páscoa"!

Na primeira casinha que chegou ele pensou: - Vou fazer uma criança feliz! 

Enfiou a mão no saco para pegar um ovo e...que UAU!! que será isto? Sua mão tocou em coisinhas peludinhas e macias bem diferentes dos ovinhos. 

Assustado fifi puxou uma das "coisinhas" para fora e...hahahahahahhaha, caiu na risada. Eram pequeninos coelhinhos para serem entregues às criancinhas nas escolas durante a aula sobre animais.


O coelhinho deu boas gargalhadas enquanto retornava a sua casa para pegar os ovinhos, falando baixinho para si mesmo:

- Ainda bem que acordei cedinho...ainda bem!! Se não fosse o bravo leão do meu sonho ...ãnnn..eu agora estaria em maus lençóis.

Rapidamente fifi fez a troca dos sacos certificando-se de que não cometeria mais erros e partiu para entregar os ovinhos. Cantarolava baixinho agradecendo a Deus a bênção de poder servir com alegria .


soninha

beijinhos de luz!!

22 de mar de 2013

Brincadeiras inocentes, lesões permanentes...



PRONAÇÃO DOLOROSA OU SUBLUXAÇÃO DA CABEÇA DO RÁDIO OU COTOVELO DA BABÁ Trata-se de uma lesão bastante comum na criança entre 18 meses e 04 anos de idade. Nesta faixa etária o cotovelo da criança não está ainda bem formado e apresenta muita frouxidão ligamentar.

O cotovelo é uma dobradiça formada pelo encontro do osso do braço (úmero) encaixado em um osso do antebraço (ulna). No antebraço existe outro osso (rádio), localizado no lado do polegar, e no cotovelo ele interage com a ulna para realizar a rotação do antebraço (chamada de movimento de prono-supinação). A cabeça do rádio é presa na ulna por um ligamento que a envolve como um anel (ligamento anular).ortope

Se ocorre uma tração no rádio para longe do cotovelo ocorre lesão do ligamento anular (que é fino nesta faixa etária) e deslocamento da cabeça do rádio do encaixe no osso vizinho. 

SINTOMAS

A criança começa a chorar e mantém o braço parado ao lado do corpo com a palma da mão virada para trás. Se recusa a levantar o braço acima da cintura que causa desconforto e não usa a mão deste lado (se você tenta lhe oferecer algo, por instinto ela apanhará com a outra mão). Tem dor quando tentamos “rodar” o antebraço. Ela até para de chorar mas mantém o braço imóvel ao longo do corpo para grande apreensão dos pais. 

CAUSAS 

A causa da lesão pode ser óbvia, como quando os próprios pais puxaram a criança pelo braço, mas em algumas circunstâncias pode ser obscura; a criança não sabe contar aos pais o que ocorreu e a babá afirma que a criança caiu… Muitas vezes é uma combinação do movimento da criança e de um adulto. 
A criança se joga no chão e um adulto tenta levantá-la pela mão (levante-a segurando por baixo dos braços). 

Evite brincadeiras de balançar a criança segurando-a pelas mãos.
A criança está segura pelo braço quando sofre uma queda súbita. 
Segurar a criança pela mão para ela não sair correndo
Puxar a criança quando estamos andando de mãos dadas e estamos com pressa (lembrar que o passo da criança é menor).

O QUE FAZER? 

Leve a criança para o hospital o mais rápido possível. Um médico Ortopedista irá determinar se não há fratura ou algo mais grave. Em geral, não há dor á palpação do cotovelo e nem inchaço. A radiografia não é necessária se não há sinais de fratura no exame físico, pois na pronação dolorosa a radiografia aparece normal apesar do deslocamento do rádio.

O CARROSSEL


Fernando era um menino muito pobre. De família humilde, suas dificuldades eram imensas, pois muitas vezes em sua casa faltava até o que comer.

Mas Fernando possuía um coração muito bom, era alegre e prestativo, e o pouco que ele tinha repartia com os outros.

Era entregador numa loja, cujo dono resolvera ajudá-lo apenas para que não ficasse na rua. Seu “salário” era muito pequeno. Na verdade, resumia-se às gorjetas que as pessoas de boa-vontade lhe davam pela sua ajuda. 

Um dia voltava ele para casa e aquele tinha sido um dia de pouco movimento; ganhara apenas algumas moedas.

Era quase noite. Passando defronte de uma linda vitrine de confeitaria, ficou parado olhando os doces que ali estavam expostos.

Ouviu um suspiro fundo vindo do seu lado. Virou-se e viu uma garotinha que, de olhos arregalados, fitava um enorme pedaço de bolo com cobertura de chocolate.

A menina, maltrapilha, tinha o aspecto pálido e doentio de quem não se alimentava há muitas horas. Condoído da situação da garota, Fernando perguntou:

— Você está com fome?

Ela balançou a cabeça, concordando, sem tirar os olhos do bolo.

Fernando enfiou a mão no bolso consultando seus magros recursos. 

Ele também estava com fome. Porém, certamente em casa sua mãe o estaria esperando com um prato de sopa quente e um pedaço de pão.

Gostaria de comprar alguma coisa para ele, Fernando, com aquele dinheiro que lhe custara tanto ganhar, mas a pequena parecia tão faminta!

Resolveu-se. Entrou na confeitaria, pegou o pedaço de bolo e orgulhosamente, por ter podido comprá-lo com o “seu dinheiro”, ofereceu-o à pequena maltrapilha com amplo sorriso.

O olhar de alegria da menina foi suficiente para recompensá-lo.

Satisfeito, tomou o caminho para seu lar. Próximo de sua casa viu as luzes de um parque de diversões que haviam montado naquele dia.

A música, as luzes e o movimento de pessoas atraíram a atenção de Fernando. 

Adorava parque de diversões com seus brinquedos e sua música. Principalmente o carrossel, com os cavalinhos que subiam e desciam rodando sempre ao som de uma música, o encantava. 

Ficou parado, olhando. Como gostaria de andar naquele carrossel! Mas, infelizmente, não tinha mais moedas.

O preço de um ingresso para uma volta no brinquedo era o mesmo que gastara comprando o pedaço de bolo pára a pequena mendiga. Se não tivesse comprado o doce, agora teria o dinheiro para dar uma volta no carrossel.

Lembrou-se, porém, do rostinho sujo e satisfeito da menina e afastou esse pensamento egoísta da sua cabeça. 

“Não tem importância” — pensou — “Mamãe sempre me disse que tudo aquilo que fizermos aos outros, Deus nos dará em dobro. Está, portanto, bem empregado o meu dinheiro”. 

Nisso, percebeu um garoto muito bem vestido a seu lado, chupando um sorvete. Vendo Fernando olhar o carrossel, perguntou:

— Quer andar de cavalinho?

— Quero. Mas não tenho dinheiro — respondeu.

O garoto estendeu-lhe dois bilhetes dizendo, indiferente:

— Tome.

— Mas não tenho com que pagar! — gaguejou Fernando.

— Não tem importância. Já estou cansado desses brinquedos. Meu pai é dono desse parque e tenho sempre quantos bilhetes quiser. 

Agradecendo, Fernando fitou os bilhetes com os olhos úmidos de emoção, enquanto dizia para si mesmo:

— Minha mãe tinha razão. Eu sabia que Deus ia me retribuir, mas não pensei que fosse tão rápido.

Tia Célia

Célia Xavier Camargo

15 de mar de 2013

** O GATINHO E O VERDUREIRO **



O gatinho na varanda
Com o pensamento ao léu...
Quando viu o verdureiro
Na cabeça, o seu chapéu
Um balaio de verduras
Bananinhas tão maduras
Tão "docinhas", como o mel!

O gatinho então pensou
Em comer uma bananinha
Retirou-se da varanda
E desceu a escadinha
Chegou junto ao verdureiro
Com o seu jeitinho maneiro
Lhe passou uma "cantadinha"

Ô seu homem, verdureiro
O senhor que é tão bonzinho
Pode dar uma bananinha
Pra este pobre gatinho?
Desde já eu lhe agradeço
Com prazer eu lhe ofereço
O meu amor e o meu carinho!

soninha

**A FUGA DE ZEUS **


O sábado havia sido um dia muito divertido para a gurizada,seus pais e os seus animais de estimação. Foram à praia onde tomaram banho de mar durante muito tempo,beberam água de coco geladinha, chuparam picolés de fruta, correram pela areia.Uma intensa e divertida folia.

Levaram bóias , apitos, pranchas, bonés coloridos, esteiras pintadas à mão,lindas!

Quem mais se divertiu foi Zeus!

Ah! Como ele corria pela orla! Dava gosto ficar olhando aquele espetáculo de cão correndo...correndo....correndo. Ninguém
o alcançava. Até que Zeus sumiu de vista e ninguém, absolutamente ninguém conseguia avistá-lo.

Toninho começou a desesperar, aos prantos implorou ao salva-vidas ir procurá-lo.O rapaz olhou Toninho nos olhos e falou: 

- Garoto, você deveria ter mais cuidado com o seu cão ao trazê-lo à praia para ele não desaparecer. Eu não posso abandonar o meu posto para ir caçar o seu cão. Você compreende? Se eu sair e alguém se afogar quem vai tentar salvar? Você?!

Toninho baixou a cabeça,correu para perto dos amigos choramingando .Foi quando Luizinho teve uma ideia.

-Vamos fazer o seguinte,disse Luizinho. Nós nos dividimos em grupo e cada um vai procurá-lo por um caminho com os nossos pais nos acompanhando.Quem o encontrar apita bem alto para que os outros possam ouvir.

Acharam a ideia genial, se dividiram em grupos e partiram para a busca de Zeus.

Imaginem onde este cão peralta se encontrava?!

Sim!! Numa piscina de água salgada que estava situada entre algumas pedras nadando nadando e se divertindo com o mar.

Quando a turma da Rosinha avistou Zeus logo começou a apitar com muita força e vontade. As outras turmas foram se orientando pelo som do apito e finalmente todos estavam reunidos novamente.

Claro que alguns quase se perderam por causa do vento que atrapalhava a localização de onde vinha o som do apito mas, com um pouco de paciência, todos se encontraram.

Toninho quase desmaia de alegria enquanto Zeus pulava para cima dele puxando-o para irem nadar na piscina salgada.

Dona Ziza logo falou que estava cansada e queria voltar para casa. Os outros pais concordaram, arrumaram as suas cestas de piquinique, as cangas,toalhas,esteiras e tudo mais nas sacolas, entraram nos seus carros e voltaram para casa.

No caminho de volta Zeus olhava, através do vidro do carro. para o mar e podíamos ver que ele por alguns segundos parecia entristecido em ter que deixar aquele paraíso enquanto duas lágrimas caíam dos seus olhos...
soninha

beijinhos de paz...

VOVOZINHA...TÃO MAGRINHA!


A vovó Chiquita é muito magrinha e a sua netinha Rosita vive a dizer:

_ Vovó...vovó...você precisa se alimentar porque está muito magrinha.

A vovó que detesta gorduchos, responde para a sua netinha;

* Pra que eu quero engordar Rosita? Se eu engordar vou ficar pesadona, não vou conseguir amarrar o cadarço do meu tênis nem limpar a minha casa; e aí ?!será que você vai fazer tudo isso por mim?

_ Eu lhe ajudo vovó...eu lhe ajudo...dizia Rosita.

A vovó Chiquita não se incomodava nem um pouquinho em ser magricela. Ela se alimentava bem, comia pães, doces e tudo mais, mas ela sempre fôra magrinha, desde criança.

Ela mesma conta que na escola os seus coleguinhas lhe chamavam : palitinho, macarrão 18, vara de pescar e algumas coisas mais, mas ela não se importava e até achava engraçado e dava boas risadas....

Um dia a vovó Chiquita se arrumou bem arrumadinha, vestiu um lindo vestido branco com bolinhas vermelhas, pegou a sua sombrinha colorida e saiu para passear. Ela sempre levava a sombrinha porque não gostava do sol quente nem dos respingos da chuva.

Vovó Chiquita achou que o sol estava um pouquinho quente, abriu a sombrinha e saiu a passear pelas ruas perto da sua casa. Súbito começou um vento tão forte, daqueles que vai levando tudo que encontra pela frente, e levou a vovozinha....hahahaha!!!

Pois é! A vovó voou tão alto que encontrou um passarinho e deixou o coitadinho assustado.

Depois de voar um tempão o vento foi deixar a vovozinha na porta da casa da sua amiga Gina que levou um grande susto quando viu a amiga "aterrissando" no seu quintal.

As duas cairam na gargalhada enquanto a vovó Chiquita dizia:

* Bem que Rosita falou...bem que Rosita falou...

- Falou o quê ? falou o quê? ...perguntava Gina.

* Que estou levinha! respondeu vovó Chiquita, ajeitando o cabelo e se arrumando para voltar para casa.

Desta vez, o passeio de volta foi realizado na carona do carro da amiga Gina.

soninha

beijinhos voadores

Alfajor de doce de leite

Foto: Pedro Rubens

Ingredientes 

. 3 ovos 
. 300 g de açúcar 
. 300 g de margarina 
. 10 gotas de essência de baunilha 
. 500 g de maisena 
. 100 g de farinha de trigo 
. 1 colher (chá) de fermento 
. 20 colheres (sopa) de doce de leite 
. 500 g de chocolate ao leite 

Modo de preparo

- Numa vasilha coloque os ovos, o açúcar, a margarina e a baunilha. 
- Bata bem e, depois, misture a maisena, a farinha de trigo e o fermento. 
- Amasse com as mãos até formar uma bola. 
- Se precisar, acrescente um pouco mais de maisena, até que a massa desgrude das mãos.

- Leve à geladeira para descansar por uma hora. 
- Abra a massa com um rolo, corte 48 unidades com um molde redondo para biscoito e leve ao forno para assar.

- Cubra um biscoito com doce de leite e coloque outro biscoito por cima. 
- Passe o "sanduíche" pelo chocolate derretido e deixe secar por alguns minutos.


beijinhos de paz...


Um mimo da Minie


beijinhos


Um mimo para todos!!

GlitterFly.com - Customize and Share your images



Do nosso blog AA:Amo Animais

beijinhos...

Um mimo para os visitantes

GlitterFly.com - Customize and Share your images


Do nosso Blog gatinhos e gatinhas

beijinhos

10 de mar de 2013

** A FESTA NA FLORESTA **



** A FESTA NA FLORESTA **

Senhor urso convidou
os amigos pra dançar
E a dona formiguinha
se ofereceu para tocar.
Pegou seu violino
e sem desafinar
'tocou...tocou...tocou
tocou para encantar"

O coelho e a raposa
rebolavam sem parar;
"dois passinhos para lá
dois passinhos para cá"
Nesta festa animada
que rolou lá na floresta
Com muita alegria
não faltou nem o gambá.

"dois passinhos para lá
dois passinhos para cá"

Quero ver, quem, nesta dança
vai dizer que vai errar...

"dois passinhos para lá
dois passinhos para cá"

soninha

**A GIRAFINHA VOADORA**



**A GIRAFINHA VOADORA**


Uma linda girafinha
Passou, voando por mim
Valei-me Nossa Senhora
Isso é o começo do fim
Ela me olhou sorrindo
Para o infinito fugindo
Lançava beijinhos em festim!

Gritou bem alto,em bom tom
Eu sou Ana a girafinha
Usei o pirlimpimpim
Da linda borboletinha
Gostei muito de voar
Mas pra Terra vou voltar
Pra perto da mamãezinha.

soninha

beijinhos de luz!

3 de mar de 2013

Conhecendo as Cobras


Cuidado com elas...

Você sabe o que é vacina ?


Não esqueça do calendário de vacinação!

beijinhos de luz

FESTIVAL DAS BONECAS


O Festival de Bonecas (雛祭り Hina-matsuri?), ou "Dia das Meninas" é uma festa típica japonesa, que ocorre no dia 03 de março terceiro dia do terceiro mês. Plataformas com panos(緋毛氈 hi-mōsen?) vermelhos em degraus são dispostas para expor as bonecas (雛人形 hina-ningyō?), que representam o Imperador, a Imperatriz, serviçais, músicos com as vestimentas tradicionais do período Heian.

Primeira plataforma

A fileira superior apresenta duas bonecas que representam o Imperador (お内裏さま O-Dairi-sama?) e a Imperatriz(お雛さま O-Hina-sama?). (Dairi significa Palácio Imperial, Hina é menina ou princesa). As bonecas são usualmente dispostas diante de uma tela dourada com dobradiças.

Segunda plataforma

O segundo degrau traz três senhoras da Corte (三人官女 San-nin kanjo?). Entre elas há um recipiente.

Terceira plataforma

No terceiro degrau estão cinco músicos (五人囃し Go-nin bayashi?). Cada segura um instrumento musical, menos o cantor, que segura um leque.

Outras plataformas

Na quarta, quinta e fileiras mais baixas uma variedade de mobílias em miniatura, ferramentas, carruagens, etc. são exibidas. Dois bonecos de ministros (ががく Zuijin?), são dispostos à direita e à esquerda, no quinto degrau.

Dia da Oração


Ontem dia 02 de março foi o Dia da Oração. Para mim, o dia da Oração é todo dia. Devemos orar todos os dias para fortalecer o nosso Anjo da Guarda e ele tomar conta de nós. Portanto criancinhas, não se esqueçam nunca de "conversar" com Papai do Céu, esta conversinha é que nós chamamos "oração". 

Abra seu coraçãozinho para Ele, fale dos seus sonhos e tudo que você deseja para si e para os outros, e nunca esqueça de pedir pelas criancinhas carentes. 

Quando eu era criancinha eu orava assim: 

"Papai do Céu eu lhe agradeço pela minha família, o alimento, a escola, os amigos e peço ao senhor que cuide também das criancinhas que faltam alguma coisa. Eu te amo Papai do Céu."

Um abraço de soninha

beijinhos de luz...

Não dê armas às crianças!!

Não dê armas às crianças!!