Estamos de volta!!

Estamos de volta!!
Com muitas novidades!

30 de jan de 2014

Jesus e as Criancinhas



Jesus Cristo é o nosso irmão
Que adora as criancinhas
Ele as carrega no colo
Pra lhe contar historinhas
Que falam de amor e perdão
Do carinho com o nosso irmão
Da luz do sol e do dia
Da beleza que há no céu
Das aves que voam ao léu
Da sua paz e harmonia

Ele aprecia falar
Do Reino do nosso Deus
Fala do amor e da bondade
Que todos são filhos seus
Diz que devemos amar
Ao nosso irmão perdoar
Quantas vezes for preciso
Que a vida é um raro presente
Que Deus doou para a gente
Que nunca esqueçamos disso. 

beijinhos de luz..

27 de jan de 2014

Brincando na Chuva


O céu estava carregado de nuvens escuras ameaçando chuva. 

Homens, mulheres e crianças corriam a fim de chegarem nas suas casas antes do temporal cair. Algumas mulheres que se encontravam em casa buscavam recolher as roupas que secavam no varal e fechavam rapidamente as janelas para que as águas não molhassem os móveis.


Canários presos nas gaiolas cantavam alto como se implorassem que não os esquecessem do lado de fora pois corriam o risco de serem levados pelos ventos ou devorados pelos gatos que perambulavam pelos quintais nas noites escuras.


De repente raios iluminaram o céu e o barulho ensurdecedor dos trovões sinalizaram que ela, a tão esperada chuva, estava chegando.

Gotas pesadas de água caíam pela calçada, uma aqui outra acolá e, de repente foi como se todas elas se abraçassem a fim de formar um intenso véu de água cobrindo toda a cidade, lavando as ruas, enchendo lagoas, rios e riachos, molhando a plantação que há dias estava com sede e formando enxurradas onde as crianças colocavam os seus barquinhos de papel.


Algumas crianças desobedeciam os pais e corriam para se banhar na água que escorria das bicas de algumas casas, outras mais obedientes iam vestidinhas porém sem sombrinha e corriam para lá e para cá, risonhas, felizes, como se estivessem no paraíso, enquanto os pais gritavam inutilmente:


_ Crianças, voltem para casa, saiam da chuva senão vocês ficarão gripadas!!

Outros pais mais exaltados e ameaçadores gritavam esganiçados:

- Venham logo ou vou lhes dar uma bela de uma sova aí mesmo debaixo da água!!


As mães, mais pacíficas e conciliadoras falavam para os maridos:

- Deixa!! Deixa as crianças brincarem ora!! Elas estão com saúde, estão felizes, que mal faz??

- Fazer mal agorinha mesmo não faz, respondiam os pais exaltados, mas vamos ver amanhã se amanhecem gripados....Eu quero é ver!!


- Que nada!! Deus protege!! diziam as mães com uma pontinha de preocupação porém dispostas a não impedirem as crianças de curtirem aquela felicidade tão simples e pura.

Enquanto os pais conversavam as crianças se esbaldavam brincando na chuva, ensopados como pintinhos molhados e felizes como ninguém.


Aquela brincadeira eles levariam para sempre na sua memória, por toda vida.

Nada melhor do que ser criança e poder brincar com os amiguinhos de maneira pura e em harmonia.

Crianças, brinquem, mas obedeçam seus pais e educadores.

Pais e educadores, orientem as crianças mas sem serem muito rígidos, sejam compreensivos pois a infância passa rapidinho....


*soninha*

beijinhos de alegria

Crie em seu filho amor pelos livros.


É muito interessante que você, mamãe, sempre leia para seu filho. Mas é aos 5 anos que isso se torna ainda mais importante. A criança está prestes a conhecer algumas letrinhas e dentro de um ano estará na fase de pré-alfabetização. Então,por que não fazer com que ela se apaixone pelos livros?

“Ler, é uma atividade para todas as idades. Ler de foram lúdica, criando vozes para os personagens, estimulando a criança a participar da história é muito importante para o desenvolvimento da linguagem e pelo interesse pela leitura, durante a vida”, explica o Dr. Roberto Cooper pediatra.

Sanduíche saudável em forma de boneco


Unir diversão à hora da comida é o grande truque para que as crianças se alimentem bem. Por isso, apostar em variações inusitadas e brincar com a apresentação do prato pode fazer diferença. Que tal, então, preparar um sanduíche em formato de boneco? Essa receita saudável leva espinafre e cenoura para garantir a nutrição dos pequenos. Com as quantidades apontadas, o rendimento é de 10 unidades. Tudo fica pronto em apenas 30 minutinhos.

Ingredientes

- 20 pães sírios ou discos para tortillas
- Meia xícara de chá de maionese
- Meia xícara de chá de espinafre cozido e picado
- 1 cenoura pequena ralada no ralo grosso
- 100 g de queijo minas frescal ralado no ralo grosso

Para decorar

Ketchup
Molho de mostarda
Maionese
Cenoura ralada no ralo grosso

Modo de Preparo

- Corte os pães no formato de boneco com tamanho de 12 cm x 9 cm. Reserve.
- Em uma tigela, coloque a maionese, o espinafre, a cenoura, o queijo minas e misture até ficar homogêneo.
- Distribua a mistura sobre 10 fatias de pão recortadas em forma de boneco e feche com as fatias restantes.
- Coloque o lanche em um prato e decore, formando os olhos, sobrancelhas, boca e cabelos usando o ketchup, o molho de mostarda, a maionese e a cenoura.

DICA: 
Faça o molde do boneco desenhando em uma folha de papel manteiga.


beijinhos...

O Pastor e o Leão


Certo dia, ao contar suas Ovelhas, um Pastor chegou à conclusão que algumas estavam faltando.

Muito bravo, aos gritos, cheio de presunção e arrogância, disse que gostaria de pegar o responsável por aquilo e puni-lo com suas próprias mãos, da forma merecida.

Suspeitava de um Lobo que vira afastar-se em direção à uma região rochosa entre as colinas, onde existiam cavernas infestadas deles.

Mas, antes de ir até lá, fez uma promessa aos deuses, dizendo que lhes daria em sacrifício, a mais gorda e bela das suas Ovelhas, se estes lhes ajudassem a encontrar o ladrão.

Após procurar em vão, sem encontrar, nenhum Lobo, quando passava diante de uma grande caverna ao pé da montanha, um enorme Leão, saindo de dentro, põe-se à sua frente, carregando na boca uma de suas Ovelhas. Cheio de pavor o Pastor cai de joelhos e suplica aos deuses:

"Piedade, bondosos deuses, os homens não sabem o que falam! Para encontrar o ladrão ofereci em sacrifício a mais gorda das minhas ovelhas. Agora, prometo-lhe o maior e mais belo Touro, desde que faça com que o ladrão vá embora para longe de mim!"

Por Vezes o Remédio é Pior que a Doença...

*Esopo*

beijinhos de paz...

23 de jan de 2014

Bolinho Com Calda de Maracujá

Foto: Antonio Rodrigues

Ingredientes

Massa:

. 1 xícara (chá) de manteiga
. 1 1/3 de xícara (chá) de açúcar
. 8 ovos
. 2 1/4 de xícaras (chá) de farinha de trigo
. 1 colher (sopa) de fermento químico em pó
. 1 colher (chá) de essência de baunilha
. 35 uvas-passas sem sementes

Calda:

. 2 xícara (chá) de açúcar
. 1 xícara (chá) de suco de maracujá
. 1 xícara (chá) de água

Para polvilhar:
. Açúcar granulado

Acessório:
. 35 formas de 5 cm de diâmetro

Modo de preparo

Massa:
- Aqueça o forno em temperatura média. 
- Bata bem a manteiga com o açúcar. 
- Acrescente as gemas, a farinha, o fermento e a baunilha, misturando bem. 
- Bata as claras em neve e adicione à massa. 
- Mexa delicadamente. 
- Ponha uma passa no fundo de cada forma e despeje a massa por cima. 
- Coloque-as numa assadeira. Asse por 30 minutos ou até que, enfiando um palito no bolo, ele saia seco. 
- Deixe esfriar e desenforme.

Calda:
- Numa panela, coloque todos os ingredientes e cozinhe em fogo alto, mexendo de vez em quando, até a calda engrossar um pouco. 
- Ao esfriar, passe cada bolinho na calda e depois polvilhe-os com o açúcar.

22 de jan de 2014

A Girafinha Curiosa


"Curiosa" morava com a sua família no Reino Encantado das Girafas onde todas elas eram unidas pelo carinho e a amizade. 

Certo dia "Curiosa" estava passeando pelo campo quando encontrou um visitante meio estranho que ela desconhecia e ficou muito, muito assustada, temendo pela sua segurança. Com a voz trêmula a girafinha perguntou:

 _ Quem é você ser estranho? 

- Eu não sou "ser estranho", eu sou um tamanduá. 


_ "Taman o quê?" perguntou "Curiosa" com um ar de preocupação e assombro estampado na sua carinha.


 - "TAMANDUÁ", ora bolas, nunca ouviu falar em mim ? perguntou o visitante. 

_Não, nunca ouvi, respondeu a girafinha. O senhor veio do ar? 


- Se eu vim do ar? por que esta pergunta? falou o tamanduá, surpreso.


 _ Ora, seu nome não é "tamanduar"? então o senhor deve ter vindo do ar...falou baixinho a girafinha, assustadinha com a possível reação do visitante.


 - Não é "tamanduar" não ó menina, é "TAMANDUÁ", não tem nada a ver com o "ar".


 _ Ahhh!! desculpe senhor "tamanduá", eu escutei errado e me atrapalhei, e o senhor não precisa ficar aborrecido porque nós, as girafas, somos de paz! O que o senhor faz na vida senhor "tamanduá"? 


- Eu? eu, eu, eu, eu vivo por aí...Sou mansinho, não procuro briga, me escondo dos caçadores que gostam de me comer , e caço formigas,cupins e larvas de besouro para me alimentar. 


_ O senhor come estes bichinhos inofensivos que não podem se defender? Que maldade senhor tamanduá!! falou a girafinha indignada. 

- Maldade porquê? Você e as outras girafas não se alimentam?  

_ Porque o senhor deveria deixar os bichinhos em paz e se alimentar de folhas, flores, frutos, casca de árvores, capim,brotos das árvores, como nós fazemos. 

- Jamais!! falou o tamanduá; jamais comerei estas bobagens.

_ Está bem senhor, me desculpe e me responda uma coisinha: o que o senhor está fazendo aqui no nosso Reino? 

- Eu estava apenas passeando e vendo se encontrava algumas formiguinhas para o meu jantar, disse o tamanduá. 

_ Pois o senhor fique sabendo que daqui do nosso Reino o senhor não vai levar nenhum desses bichinhos. 

Dito isto a girafinha correu e foi chamar as girafas adultas a fim de colocarem o tamanduá para fora das suas terras. 


As girafas foram ligeirinhas até o local indicado por "Curiosa", lá chegando encontraram o tamanduá "fuçando" a terra buscando por formiguinhas para encher a sua pança enorme. 



Assustado com as girafas ele parou o que estava fazendo, ficou bem quietinho e falou bem alto:

 - Me perdoem senhoras girafas! Me perdoem!! Nunca mais venho fuçar as formiguinhas do vosso Reino. 

O tamanduá falou tão alto, mas tão alto, que todas as girafas pararam e ficaram a escutá-lo, assombradas com a potência da sua voz. 

Depois de alguns minutos a Girafa Rainha adiantou-se um pouco, dirigindo-se ao tamanduá com a sua voz mansa e suave: 



# Tudo bem senhor "tamanduá", tudo bem! Desta vez nós lhe desculpamos mas se o senhor insistir em voltar para comer as formiguinhas, vamos enxotá-lo do nosso Reino debaixo de uma longa e cansativa carreira. 

O "tamanduá", choramingando, agradeceu às girafas, despediu-se com um breve aceno e saiu na sua marcha lenta e pesada para fora do Reino Encantado das Girafas. 


Desde então ele nunca mais se atreveu a visitá-las e as formiguinhas que ali viviam ficaram muito agradecidas às girafas por terem salvado as suas vidas.

*soninha*

beijinhos de luz...

21 de jan de 2014

Você conhece este animal?


É uma beluga, uma espécie de baleia branca que vive nas águas geladas do ártico.
Elas são muito sociáveis e viajam em bando. São caçadores oportunistas, e comem uma grande variedade de peixes, lulas, crustáceos e polvos.A baleia-branca é um animal gregário, gosta de viver em grupo, que mede até 5 metros de comprimento e pesa até 1,5 toneladas. 

Tem entre 8 a 10 dentes em cada maxilar.Esse belo exemplar de animal é capaz de conviver com humanos e mesmo assimilar seus hábitos se adotado ainda filhote. Vivem entre 25 a 30 anos e as fêmeas têm no máximo cerca de oito filhotes durante a sua vida.
Curiosidade: 
Em um estudo realizado por um grupo de cientistas americanos na Fundação Nacional de Mamíferos Marítimos em San Diego, na Califórnia, foi descoberto que as baleias brancas ou belugas são capazes de imitar a voz humana.

19 de jan de 2014

Biscoitinho de Coco II

Foto: Mauro Holanda

Ingredientes

.1 copo (requeijão) de leite
.1 xícara (chá) de coco ralado
.2 gemas
.6 colheres (sopa) de manteiga
.3 colheres (sopa) de óleo
.1 xícara (chá) de açúcar
.2 e 1/2 xícaras (chá) de farinha de trigo
.açúcar e canela em pó a gosto (opcional)

Modo de preparo

- Ponha em uma panela um copo de leite e o coco. 
- Deixe descansar por dez minutos. 
- Leve ao fogo e cozinhe por 15 minutos. Reserve. 
- Bata na batedeira as gemas, a manteiga e o óleo até obter um creme fofo e claro. 
- Acrescente o açúcar e bata mais um pouco. 
- Retire da batedeira e misture com o coco cozido no leite. 
- Mexa até ficar homogêneo e adicione a farinha, aos poucos, até formar uma massa macia. 
- Se necessário, adicione mais farinha. 
- Sove a massa por cinco minutos. 
- Abra a massa sobre uma superfície lisa e enfarinhada e corte os biscoitinhos no formato de sua preferência. 
- Disponha-os em uma assadeira forrada com papel-manteiga untado e asse em forno médio pré-aquecido até que comecem a dourar. 
- Retire os biscoitinhos frios da assadeira e, se desejar, polvilhe com o açúcar misturado com a canela em pó.

Dica:
*massas de biscoito e pão não devem levar muita farinha, pois podem ficar muito duras ao assar*

"Quando a mamãe fizer leve alguns para os coleguinhas e a pró"

beijinhos de alegria...

A Raposa e a Cegonha


A raposa e a cegonha mantinham boas relações e pareciam ser amigas sinceras. 

Certo dia, a raposa convidou a cegonha para jantar e, por brincadeira, botou na mesa apenas um prato raso contendo um pouco de sopa. Para ela foi tudo muito fácil, mas a cegonha pode apenas molhar a ponta do bico e saiu dali com muita fome.

-Sinto muito disse a raposa, parece que você não gostou da sopa.

- Não pense nisso, respondeu a cegonha. 
Espero que, em retribuição a esta visita, você venha em breve jantar comigo.

No dia seguinte, a raposa foi pagar a visita. 

Quando sentaram à mesa, o que havia para jantar estava contido num jarro alto, de pescoço comprido e boca estreita, no qual a raposa não podia introduzir o focinho. 


Tudo o que ela conseguiu foi lamber a parte externa do jarro. 

- Não pedirei desculpas pelo jantar, disse a cegonha, assim você sente no próprio estômago o que senti ontem. 

_Moral da história_
*Quem com ferro fere, com ferro será ferido.*

beijinhos de luz...

Desculpas


Mais uma vez peço desculpas pela minha ausência dos blogs, estou com sérios problemas de internet que espero resolvê-los logo...logo...

abraços

12 de jan de 2014

Todos pintinhos nascem amarelos?


Hoje as aves comerciais (frangos de corte) possuem a coloração branca que fazem postura de ovos também brancos.

Essas aves ao nascer possuem a cor amarela e como são muito comuns, existe um imaginário popular em que os pintinhos são sempre amarelinhos, mas existem outras linhagens de cores: avermelhados e pretos.


A mudança na penugem fica mais fácil se compararmos aos bebês, que nascem com a pele rosada e macia e mais tarde assumem a cor branca e uma textura de pele diferente. O que determina a penugem que recobre o corpo dos pintinhos é a raça ou da linhagem da ave.


Por exemplo os ovos marrons (avermelhados), os filhotes nascem com uma coloração creme avermelhada e na idade adulta, essas aves terão plumagem vermelha. Em fazendas, onde se cultivam a galinha caipira é possível ver pintinhos pretos, acinzentados e multicoloridos.

PAU do Dois Bicos


Um morcego estonteado pousou certa vez no ninho da coruja, e ali ficaria de dentro se a coruja ao regressar não investisse contra ele.

- Miserável bicho! Pois te atreves a entrar em minha casa, sabendo que odeio a família dos ratos?

- Achas então que sou rato? Não tenho asas e não voo como tu? Rato, eu? Essa é boa!…

A coruja não sabia discutir e, vencida de tais razões, poupou-lhe a pele.


Dias depois, o finório morcego planta-se no casebre do gato-do-mato. O gato entra, dá com ele e chia de cólera.

- Miserável bicho! Pois te atreves a entrar em minha toca, sabendo que detesto as aves?


- E quem te disse que sou ave? – retruca o cínico – sou muito bom bicho de pêlo, como tu, não vês?

- Mas voas!…

- Vôo de mentira, por fingimento…

- Mas tem asas!

- Asas? Que tolice! O que faz a asa são as penas e quem já viu penas em morcego? Sou animal de pêlo, dos legítimos, e inimigo das aves como tu. Ave, eu? É boa…

O gato embasbacou, e o morcego conseguiu retirar-se dali são e salvo.


Moral da Estória: 

O segredo de certos homens está nesta política do morcego. 
É vermelho? Tome vermelho. 
É branco? Viva o branco!

*Monteiro Lobato*

beijinhos de alegria...

Desculpas


Tive problemas com a internet por isso estive ausente!

beijinhos

6 de jan de 2014

A Galinha d' Angola


Coitada, coitadinha
Da galinha-d'Angola
Não anda ultimamente
Regulando da bola
Ela vende confusão
E compra briga
Gosta muito de fofoca
E adora intriga
Fala tanto
Que parece que engoliu uma matraca
E vive reclamando
Que está fraca
Tou fraca! Tou fraca! 
Tou fraca! Tou fraca! Tou fraca!
Coitada, coitadinha
Da galinha-d'Angola
Não anda ultimamente
Regulando da bola
Come tanto
Até ter dor de barriga
Ela é uma bagunceira
De uma figa
Quando choca, cocoroca
Come milho e come caca
E vive reclamando
Que está fraca
Tou fraca! Tou fraca! Tou fraca!

*Vinícius de Moraes*

2 de jan de 2014

As Duas Cachorras


Moravam no mesmo bairro. Uma era boa e caridosa; outra, má e ingrata.

A boa, como fosse diligente, tinha a casa bem arranjadinha; a má, como fosse vagabunda, vivia ao léu, sem eira nem beira.

Certa vez… a má, em véspera de dar cria, foi pedir agasalho à boa:

- Fico aqui num cantinho até que meus filhotes possam sair comigo. É por eles que peço…

A boa cedeu-lhe a casa inteira, generosamente.

Nasceu a ninhada, e os cachorrinhos já estavam de olhos abertos quando a dona da casa voltou.

- Podes entregar-me a casa agora?

A má pôs-se a choramingar.

- Ainda não, generosa amiga. Como posso viver na rua com filhinhos tão novos? Conceda-me um novo prazo.

A boa concedeu mais quinze dias, ao termo dos quais voltou.

- Vai sair agora?

- Paciência, minha velha, preciso de mais um mês.

A boa concedeu mais quinze dias; e ao terminar o último prazo voltou.

Mas desta vez a intrusa, rodeada dos filhos já crescidos, robustos e de dentes arreganhados, recebeu-a com insolência:

- Quer a casa? Pois venha tomá-la, se é capaz…

Moral da Estória: 
Para os maus, pau!

*Monteiro Lobato*

Não dê armas às crianças!!

Não dê armas às crianças!!