Estamos de volta!!

Estamos de volta!!
São João está chegando...

5 de nov de 2013

Cata-vento!

"Cata-vento tradicional em forma de galo"
O cata-vento é um dispositivo que aproveita a energia dos ventos (energia eólica) para produzir trabalho.

Algumas pessoas chamam de cata-vento, os simples indicadores de direção do vento, como setas que giram sobre um eixo vertical. Entretanto, o nome está associado comumente ao aproveitamento da energia eólica em aplicações mais engenhosas, como a moenda (os moinhos de vento), o bombeamento de água, ou mais modernamente, para gerar energia elétrica, como os aerogeradores.
"Cata-vento moderno"
A origem do cata-vento não está claramente sinalizada na história. Alguns estudiosos acreditam estar na Pérsia de 915 a.C, hoje Irão, os mais antigos registros sobre moinhos de vento. Entretanto, existem indicações sobre o emprego de moinhos de vento mais remotos no Iraque, Egito e China.
O maior cata-vento do mundo, em Jerez de la Frontera (Espanha).
Funcionamento
O cata-vento é formado por um conjunto de pás dispostas lateralmente sobre um eixo horizontal. Cada pá está levemente torcida (como uma hélice). Assim, o fluxo de ar, buscando o caminho mais fácil para passar, gera pressão que impulsiona cada pá para um mesmo sentido em relação ao eixo horizontal.  
Para um cata-vento ser mais eficiente, o aparelho deve possuir "aletas" calculadas para girar um eixo no sentido vertical, de modo que, captação seja feita em qualquer direção.
Aprendeu? Faça o seu!!

Cata-vento construído com talos e madeira de carnaúba, posicionado na direção de ventos predominantes, instalado na Prainha Aquiraz, Ceará. Uma solução econômica e eficiente para bombear água.
Postar um comentário

Não dê armas às crianças!!

Não dê armas às crianças!!