Estamos de volta!!

Estamos de volta!!
O Inverno Chegou...

29 de set de 2015

Papai do Céu!


beijinhos de luz!


Pastel de Forno


Ingredientes:

. 200 g de peito de frango cortado em cubinhos
. 1 colher (sopa) de óleo
. 1/2 xícara (chá) de milho em conserva
. 1 cebola picada, sal e pimenta a gosto
. 1/2 copo de requeijão light
. 500 g de massa folhada para pastel
. 1 colher (sopa) de água
. 1 gema de ovo ligeiramente batida

Modo de Preparo:

- Refogue o frango no óleo até dourar. 

- Junte a cebola e tempere com sal e pimenta. 

- Acrescente o milho e cozinhe por mais dez minutos, mexendo às vezes. 

- Ponha o requeijão, mexa bem e retire do fogo. Reserve. 

- Distribua o recheio entre as placas de massa folhada, umedeça as bordas da massa com água, feche os pastéis e aperte as beiradas com um garfo. 

- Pincele a gema de ovo, coloque-os em uma assadeira untada e enfarinhada e asse no forno, preaquecido a 180 ºC, por 20 minutos ou até dourar.

28 de set de 2015

Os Pirulitos da Rosinha


A Rosinha, perfumada
Com o seu sorriso bonito
Passeia nas nossas ruas
Vendendo o seu pirulito

Se a criança não tem moeda
Pra pagar pelo docinho
Ela diz: "Não tem importância"
Você paga com um beijinho.

E assim a boa Rosinha
Vai levando a sua vida
Vendendo seus pirulitos
E se tornando querida!

Obrigada sinhá Rosinha
Pela sua gentileza
Com o seu sorriso bonito
Você é a nossa princesa!


*soninha*

Pupi, a Cadelinha Vaidosa!


A mamãe me deu uma cadelinha no dia do meu aniversário e eu fiquei muito, muito feliz! 

O seu nome é "pupi", quem escolheu foi a minha mamãe. 

Pupi é amiga, carinhosa, gosta de brincadeirinhas mas é muito vaidosa. 

Acho que ela quer imitar a mamãe. 

Nos sábados a "pupi" diz que é o seu "Dia da Beleza". 

Me pede pra colocar "bigudinhos" no seu pelo, cortar as suas unhas , fazer massagem na sua barriguinha e nas costas depois de um banho bem quentinho e perfumado. 

Deitadinha no sofá a "pupi" adormece e até se esquece do seu lanchinho, tão gostosinho que eu sinto vontade de comer...hummmm...

Mas a mamãe disse que é especial para cadelinhas...que pena!!! 

Assim é a minha cadelinha...vaidoooosaaa...mas eu a amo mesmo assim!!!

*soninha*


beijinhos de alegria

26 de set de 2015

Coxinha de Frango


Ingredientes 

Massa 

. 2 xícaras de leite
. 2 xícaras de água
. 2 tabletes de caldo de galinha
. 4 colheres (sopa) de óleo
. 100 g de margarina
. 1 cebola ralada
. 2 dentes de alho
. 3 1/2 xícaras de farinha de trigo
. 1 xícara de farinha de milho 

Recheio

. 1 kg de peito de frango cozido com todos os temperos e desfiado
. 5 a 6 ovos para empanar
. Farinha de rosca
. Óleo para untar e pincelar

Modo de preparo

- Em uma panela, coloque o leite, a água, o caldo de galinha, o óleo, a margarina, a cebola e o alho. 

- Deixe ferver. Junte as farinhas de trigo e de milho (misturadas). 

- Mexa até engrossar e desgrudar da panela. 

- Unte uma superfície lisa com óleo e trabalhe a massa com auxílio de uma espátula. 

- Retire uma porção de massa, faça uma bolinha e aperte com as mãos até obter um disco com 2 cm de espessura.

- Recheie com uma colher (chá) de carne de frango e feche. 

- Passe no ovo e na farinha de rosca. 

- Arrume as coxinhas em uma assadeira untada com óleo, pincele-as com óleo e leve ao forno alto por 30 minutos.

A Galinha dos Ovos de Ouro


Certa manhã, um fazendeiro descobriu que sua galinha tinha posto um ovo de ouro. 
Apanhou o ovo, correu para casa, mostrou-o à mulher, dizendo:

_ Veja! Estamos ricos!

Levou o ovo ao mercado e vendeu-o por um bom preço.

Na manhã seguinte, a galinha tinha posto outro ovo de ouro, que o fazendeiro vendeu a melhor preço.

E assim aconteceu durante muitos dias. 

Mas, quanto mais rico ficava o fazendeiro, mais dinheiro queria.

Até que pensou:

"Se esta galinha põe ovos de ouro, dentro dela deve haver um tesouro!"

Matou a galinha e ficou admirado pois, por dentro, a galinha era igual a qualquer outra.

*Esopo*

- Moral da História -
Quem tudo quer tudo perde.

23 de set de 2015

Hoje é o Dia Nacional do Sorvete, galerinha...

Como Nasceu o Sorvete!
Como nasceu o sorvete é, até hoje, um enorme mistério para todos que pesquisam essa deliciosa sobremesa gelada. As primeiras informações relevantes tem origem no Oriente, mais precisamente na China e há mais de 3 mil anos, quando era de costume fazer uma pasta de arroz misturado à neve, muito próximo do que conhecemos atualmente como “raspadinha”.

Há cerca de mil e novecentos anos atrás o imperador Nero mandava seus escravos buscarem neve nas montanhas para, então, congelar mel, polpa de frutas ou sucos. Marco Polo, já no século 14, implementou a receita de sorvete a base de água, muito parecida com a que conhecemos atualmente. 

A Sorveteria da foto acima, chamada de "Café Procope"
 fica na França e foi fundada em 1.660. 
O local era muito frequentado por intelectuais,
 políticos e por artistas franceses.
A Primeira Sorveteria do Mundo:

No século 17 o monarca Francisco I estava na Itália e retornou com uma bela jovem, Catarina de Médicis que casou-se com seu filho, o Duque de Orleans. Ela foi a grande responsável por trazer a receita do sorvete a França e, foi neste país, na cidade de Procopio Coltelli, em Paris, que a primeira sorveteria do mundo nasceu em 1660.
O Sorvete pelo Mundo:

O leiteiro Jacob Fussel abriu em Baltimore, nos Estados Unidos, em 1851 a primeira Fábrica de Sorvetes, sendo assim o principal marco de entrada do sorvete no país. Ele foi responsável por iniciar a fabricação em grande escala sendo copiado por outros comerciantes situados em Washington, Boston e Nova York.
O Sorvete no Brasil:

Historiadores contam que o sorvete tem um papel muito importante na história do Brasil, sendo considerado um dos fatores que motivaram a libertação feminina. Antes, bares e confeitarias eram frequentados única e exclusivamente por homens mas, com a chegada desta iguaria, as mulheres somaram forças para executarem seus primeiros atos de rebeldia: tomar sorvete!
O sorvete no Brasil chegou primeiro no Rio de Janeiro, onde é confirmada a abertura da primeira sorveteria. Contam que um navio chegou com 270 toneladas de gelo e 2 comerciantes compraram o carregamento, passando misturá-lo com frutas e vender em determinados horários. Esses horários eram anunciados previamente, pois assim que o sorvete era preparado ele deveria ser consumido imediatamente!
No país, o sorvete foi evoluindo a passos curtos e ganhou distribuição nacional com a produção industrial em 1941, com a empresa U.S. Harkson do Brasil. O primeiro sorvete lançado por essa empresa foi o Eski-bon e, desde então, a população brasileira tem no sorvete uma opção de sobremesa!

A Caixinha de Segredos


Laurinha, uma garota educada, estudiosa e meiga, morava com os seus pais, estudava na Escola Pública na sua cidadezinha do interior do Reino Mágico e gostava muito de escutar as historinhas contadas pela sua avó.

Uma noite em que a menina ia dormir com a sua avó, pediu permissão pra deixá-la levar duas coleguinhas de escola: a Fabi e a Ivis, A vovó que era muito boazinha permitiu e assim as três garotas foram para a casa de D. Rosita, a vozinha da Laurinha.

Chegaram no finalzinho da tarde, tomaram um delicioso banho num chuveirão com a água morninha e bem gostosa. Jantaram comidinha caseira feita pela vovó e comeram doce de goiaba na sobremesa. Eram goiabas grandes e bem vermelhinhas colhidas no pomar ao lado da casa da boa velhinha.

Tudo era simples naquele cantinho da D. Rosita. Não havia televisão, nem videogame , rádio ou celular,então elas inventavam brincadeirinhas para se distraírem, e a boa velhinha inventou a brincadeira da "Caixinha de Segredos".

A brincadeira consistia em cada pessoa escrever num pedacinho de papel um segredinho que nunca havia contado a alguém e colocar dentro de uma caixinha. Quando todos tivessem colocado o seu segredo na caixinha, a vovó iria ler um a um...

Foi muito engraçado!!

A vovó também teve que ler o seu e sabem o que ela havia escrito?

- "O meu segredo é bobo; é um sonho que sempre tive, de ter uma TV bem grande para me distrair quando estou sozinha nesta casa."

- Todos sorriram do segredinho da vovó...

A Laurinha tinha um segredo bem colorido: 
"Usar batom e blush"

- Mais gargalhadas pipocaram na salinha onde elas brincavam.

Fabi sonhava com um príncipe encantado chegando na sua casa montado em um lindo cavalo branco, chamando-a na janela do seu quarto para ir com ele morar na lua.

- Esta foi demais! gritaram todos e caíram na gargalhada.

E Ivis desejava viajar, viajar, viajar pra conhecer muitos lugares e muitas pessoas. Mas como viajar se os seus pais viviam se queixando que nunca tinham dinheiro suficiente para as despesas do dia-a-dia?

- Tadinha da Ivis!! 
Vai ter que esperar muito, sussurraram baixinho.

Ao término da brincadeira comentaram os seus segredos que deixaram de ser segredos e depois foram dormir.

Deitada numa cama macia, com lençóis e fronhas cheirosinhos, Laurinha falou para as amiguinhas:

_ Eu amo esta casa da minha vovó! É tudo tão simples mas é tão gostoso!! 
Ela está sempre bem disposta, alegre, nunca se aborrece com a gente, é muito bom!

Ééééé falaram Ivis e Fabi, mas nós estamos com um soooonno...e bocejaram com vontade!

Quando olharam para Laurinha, ela estava abraçadinha com a sua bonequinha de pano roncando alto...

Coisa boa é vida de criança!!

*soninha*

beijinhos de luz...


22 de set de 2015

Chocolate, Uma delícia!


Eu adoro chocolate!
Nele, estar lambuzadinha,
pra depois levar "carão"
da minha doce mamãezinha.

Esfregar pelas paredes,
e sujar minha roupinha
Meu corpinho lambuzado
com esta doce delicinha!

Meu cabelo, coitadinho
vai ficar todo pintado;
seu loirinho vai mudar
pra um lindo amarronzado.

Nas mãozinhas um bocado
eu amasso com os dedinhos
Depois lambo um a um,
com doçura e carinho.

Quero dar uma beijoca
naquele (a) que inventou,
esta doce maravilha
que a todos conquistou.

Ver seu rosto meladinho
com a sua doce invenção;
e dizer-lhe: "Você mora,
dentro do meu coração!"

Chocolate?! Ah! que delícia!


*soninha*

Fale com todos!


...para que andem mais a pé, usem mais a bicicleta, o ônibus, o metrô, a moto 
 e assim teremos menos poluição e poderemos ajudar o nosso planeta!!

beijinhos de alegria...

21 de set de 2015

Um selinho...


Para os visitantes...podem levar!

beijinhos de alegria!!

Um mimo!


Para todos os visitantes!

beijinhos de luz...

Dia Nacional da Árvore


O Dia da Árvore é comemorado no Brasil em 21 de setembro e tem como objetivo principal a conscientização a respeito da preservação desse bem tão valioso. A data, que é diferente em outras partes do mundo, foi escolhida em razão do início da primavera, que começa no dia 23 de setembro no hemisfério Sul.

A árvore é um grande símbolo da natureza e é uma das mais importantes riquezas naturais que possuímos. As diversas espécies arbóreas existentes são fundamentais para a vida na Terra porque aumentam a umidade do ar graças à evapotranspiração, evitam erosões, produzem oxigênio no processo de fotossíntese, reduzem a temperatura e fornecem sombra e abrigo para algumas espécies animais.

Além disso, entre as diversas espécies arbóreas existentes, incluem-se váriasplantas frutíferas, como é o caso da mangueira, limoeiro, goiabeira, abacateiro, pessegueiro e laranjeira.

Além de produzirem alimento, as árvores também possuem outras aplicações econômicas. A madeira por elas produzidas serve como matéria-prima para a criação de móveis e até mesmo casas. A celulose extraída dessas plantas, principalmente pinheiros e eucaliptos, é fundamental para a fabricação de papel. Além disso, algumas espécies apresentam aplicabilidade na indústria farmacêutica por possuírem importantes compostos.

Em virtude da grande quantidade de utilizações e da expansão urbana, as árvores são constantemente exterminadas, o que resulta em grandes áreas desmatadas. O desmatamento afeta diretamente a vida de toda a população, que passa a enfrentar erosões, assoreamento de rios, redução do regime de chuvas e da umidade relativa do ar, desertificação e perda de biodiversidade.

Sendo assim, o dia 21 de setembro deve ser visto como um dia de reflexão sobre nossas atitudes em relação a essa importante riqueza natural. Esse dia é muito mais do que o ato simbólico de plantar uma árvore e deve ser encarado como um momento de mudança de postura e conscientização de que nossos atos afetam as gerações futuras. É importante também haver conscientização a respeito da importância da conservação, bem como da necessidade de criação de políticas públicas que combatam a exploração ilegal de árvores.

- Cada região do nosso país possui uma árvore símbolo diferente. 
Observe:

Árvore símbolo da região Norte 
castanheira


Árvore símbolo da região Nordeste 
carnaúba

Árvore símbolo da região Centro-Oeste 
ipê amarelo


Árvore símbolo da região Sudeste 
pau-brasil


Árvore símbolo da região Sul 
araucária

No Dia 21 de março é comemorado o dia Mundial da Árvore.
Por Ma. Vanessa dos Santos


beijinhos de luz...

Velha Árvore


A velha árvore amiga
no fundo do meu quintal,
onde estava o meu balanço
e a pontinha de um varal,
hoje ela vive esquecida
no seu cantinho, encolhida,
chora nas folhas, o seu mal.


Ela sofre de tristeza
de uma grande melancolia,
pois ninguém mais a visita
e a sua vida ficou vazia,
as crianças já cresceram
os varais desapareceram
e findou-se a alegria.


Tudo mudou pouco a pouco
ficaram somente lembranças,
no ar ficou registrado
o bulício das crianças,
o eco das gargalhadas
pelos campos espalhadas,
leves toques de esperanças!!


*soninha*

20 de set de 2015

Telefone do Céu


E você criança gosta de orar para Papai do Céu?

beijinhos de alegria...

Docinhos de Banana


Ingredientes

1 lata de leite condensado
6 bananas nanicas maduras
1 colher (sopa) de chocolate em pó
1 colher (sopa) de margarina
açúcar cristal

Modo de Preparo

1º Bata no liquidificador o leite condensado com as bananas picadas e o chocolate.

2º Despeje numa panela, junte a margarina e leve ao fogo brando, mexendo frequentemente, até desprender do fundo da panela.

3º Despeje num prato untado com margarina e espere esfriar. 
Enrole os docinhos feito bolinhas, passe no açúcar cristal e coloque em forminhas de papel.

O Lobo e a Ovelha


Uma ovelha estava bebendo água no rio quando o lobo apareceu. De dentes à mostra ele pôs-se a berrar: 

- Sua ovelha porcalhona, vou devorá-la por sujar a água que estou bebendo. 

- Como posso sujar sua água se estou mais abaixo que o senhor? 

- OK - disse o lobo, tratando de achar outra justificativa - então vou devorá-la porque soube que no ano passado você me xingou. 

- Como posso tê-lo xingado se no ano passado eu nem tinha nascido? Tenho apenas seis meses. 
- Se não foi você, foi seu irmão.

- Como pode ser meu irmão se sou filha única? 

O lobo impaciente, vendo que a conversa já ia longe demais pro seu gosto, berrou furioso:

- Se não foi você, foi seu pai, ou sua mãe, ou seu avô, ou alguém da sua família e, NHAC, devorou a ovelha num bocado. 
.
Moral da História
Quando as intenções não são boas, não há argumentos convincentes.

Esopo

beijinhos de alegria...

Alergia Alimentar na Infância


O Que é Alergia Alimentar?

A Alergia Alimentar é uma resposta anormal do nosso sistema imunológico a algum alimento. Pode afetar tanto adultos, como crianças, em proporções não muito bem estabelecidas, mas aproximadamente 6% das crianças podem ter algum tipo de alergia alimentar. Em muitos casos, estas crianças melhoram com o crescimento.
 

Quais Alimentos Podem Provocar Alergia Alimentar? 

Praticamente quase todos os alimentos podem provocar reação alérgica, mas em nosso meio, 8 alimentos são responsáveis por 90% das reações:

leite de vaca
ovo
trigo
milho
amendoim
soja
peixes
frutos do mar

Quais São Os Sintomas Da Alergia Alimentar?

Os sintomas podem variar de leves a graves e sempre ocorrem após minutos até duas horas do contato com o alimento. Entre eles podemos ter:

- Coceira na boca

- Inchaço de lábios, rosto, língua, pálpebras, garganta e outras partes do corpo

- Fechamento da garganta, com dificuldade para respirar

- Cólicas abdominais, diarreia, náuseas ou vômitos

- Vermelhidão no corpo, com placas elevadas na pele, com coceira

- Tontura, desmaio e perda da consciência

Anafilaxia: reação alérgica mais grave, que inclui dificuldade para respirar, queda da pressão arterial, levando à perda da consciência. Pode ser completamente súbita e inesperada. Tem risco de vida e deve ser prontamente atendida em serviço de emergência.


Qual O Tratamento Para Alergia Alimentar?

Uma vez confirmada a suspeita, o alimento deverá ser eliminado da dieta por um tempo determinado e reintroduzido novamente. A confirmação do diagnóstico é feita, se na eliminação, os sintomas desaparecem e na reintrodução, eles voltam a aparecer. Em caso positivo, este alimento deverá ser eliminado da dieta como tratamento.

Qualquer contato com o alimento, a criança poderá ter reação desde leve, até mais grave. Então, é importante que os pais e cuidadores sejam bem orientados quanto a conduta a ser tomada frente frente qualquer reação, reconhecê-la, dar o primeiro atendimento e encaminhar para um serviço de pronto atendimento de urgência. 

Felizmente, a grande maioria das crianças com alergia alimentar torna-se tolerante com o crescimento, podendo voltar a se alimentar, mesmo com os exames de dosagem de IgE ainda positivos. 

Por isso, a importância do acompanhamento especializado, para a orientação da melhor época para a tentativa de reintrodução do alimento. 


Ao menos sinal leve a criança imediatamente à Emergência e siga as orientações do
Médico Pediatra.

beijinhos de paz!

19 de set de 2015

A Hora do Banho


Crianças, não se descuidem da higiene!

beijinhos de paz!

8 de set de 2015

O Velho, o Menino e o Burro!


beijinhos de luz!

08 de Setembro: Dia Internacional da Alfabetização


O Dia Mundial da Alfabetização, data criada pela Organização das Nações Unidas (ONU) e pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) no ano de 1967, é comemorado em 08 de setembro e tem como principal objetivo fomentar a alfabetização em vários países. A alfabetização não é apenas o processo de aprendizagem de ler e escrever, é também um dos elementos responsáveis pelo desenvolvimento de um país.

Um país cuja população é alfabetizada e letrada apresenta melhores índices de desenvolvimento humano. Isso porque, ao entrarmos em contato com o conhecimento, temos aumentadas as chances de conseguirmos um emprego melhor e, por consequência, melhores salários. Alfabetizar a população pode alterar significativamente os rumos de um país e, focados nesse objetivo, vários países têm assumido o compromisso de combater o analfabetismo. Os resultados desses esforços já foram notados, com a alfabetização atingindo cerca de 84% da população mundial, segundo dados da ONU.

A alfabetização influi de maneira decisiva na vida das pessoas: uma sociedade alfabetizada e letrada certamente é uma sociedade melhor e mais bem organizada. Saber ler e escrever é fator essencial para o empoderamento e autoestima de homens, mulheres e crianças, energia que pode alterar os rumos de um país. Esse é apenas mais um dos inúmeros motivos para que o conhecimento seja, de fato, democratizado e chegue para o maior número de pessoas, não importando questões geográficas ou sociais. Contudo, atualmente, conforme pesquisa realizada pela ONU, 781 milhões de adultos em todo o mundo não sabem ler, escrever ou contar, e cerca de 250 milhões de crianças são consideradas analfabetas funcionais, isto é, passaram pela escola, mas não conseguem compreender aquilo que leem. Esses números alarmantes apenas comprovam que o desafio de alfabetizar e disseminar o conhecimento deve ser visto como prioridade.

7 de set de 2015

A Pátria


Criança! não verás nenhum país como este!
Olha que céu! que mar! que rios! que floresta!
A Natureza, aqui, perpetuamente em festa,

É um seio de mãe a transbordar carinhos.
Vê que vida há no chão! vê que vida há nos ninhos,
Que se balançam no ar, entre os ramos inquietos!

Vê que luz, que calor, que multidão de insetos!
Vê que grande extensão de matas, onde impera
Fecunda e luminosa, a eterna primavera!

Boa terra! jamais negou a quem trabalha
O pão que mata a fome, o teto que agasalha…
Quem com seu suor a fecunda e umedece,

Vê pago o sue esforço, e é feliz, e enriquece!
Criança! não verás país nenhum como este:
Imita na grandeza a terra em que nasceste!


*Olavo Bilac*

Brigadeiro Verde e Amarelo


*Ingredientes*

2 latas de leite condensado
2 colheres de sobremesa de manteiga
50 g de chocolate branco
corante comestível em gel nas cores verde e amarelo
açúcar cristal verde
açúcar cristal amarelo

*Modo de Preparo*

- Leve ao fogo uma lata de leite condensado com 1 colher de manteiga e 25 g de chocolate branco (ou 1 quadradinho da barra de chocolate) e 2 ou 3 gotas de corante vegetal comestível em gel (ou adeque ao seu gosto até chegar a coloração desejada)

- Mexa sem parar, em fogo baixo, até obter o ponto de brigadeiro, ou seja, quando soltar do fundo da panela

- Faça o mesmo procedimento com o restante dos ingredientes e o outro corante

- Espere esfriar, faça bolinhas e passe nos dois açúcares

- Está pronto seu brigadeiro para se reunir com os amigos e assistir o desfile do Sete de Setembro! 


beijinhos coloridos!

Animação: Uma aula sobre a Independência do Brasil


Deus abençoe o Brasil!

beijinhos de luz!

Independência ou Morte!


Deus abençoe nosso país!

beijinhos de luz!!

Hino da Independência do Brasil


Já podeis, da Pátria filhos,
Ver contente a mãe gentil;
Já raiou a liberdade
No horizonte do Brasil.

Brava gente brasileira!
Longe vá… temor servil:
Ou ficar a pátria livre
Ou morrer pelo Brasil.

Os grilhões que nos forjava
Da perfídia astuto ardil…
Houve mão mais poderosa:
Zombou deles o Brasil.

Brava gente brasileira!
Longe vá… temor servil:
Ou ficar a pátria livre
Ou morrer pelo Brasil.

Não temais ímpias falanges,
Que apresentam face hostil;
Vossos peitos, vossos braços
São muralhas do Brasil.

Brava gente brasileira!
Longe vá… temor servil:
Ou ficar a pátria livre
Ou morrer pelo Brasil.

Parabéns, ó brasileiro,
Já, com garbo varonil,
Do universo entre as nações
Resplandece a do Brasil.

Brava gente brasileira!
Longe vá… temor servil:
Ou ficar a pátria livre
Ou morrer pelo Brasil.


Letra de: Evaristo da Veiga
Música de: D. Pedro I.

Independência do Brasil


Você sabe o que aconteceu no dia 7 de setembro de 1822? 
A Independência do Brasil!

A partir desta data o Brasil deixou de ser uma colônia de Portugal. 
A proclamação foi feita por D. Pedro I as margens do riacho do Ipiranga em São Paulo com o célebre grito: "Independência ou Morte".

No dia 7 de setembro de 1822, D.Pedro fez uma declaração oficial de independência,afirmando assim seu acordo com os brasileiros. 

Nos meses seguintes, os brasileiros venceram facilmente o ataque das tropas portuguesas, com apoio inglês. 

Em pouco tempo, vários países da América, que já haviam se libertado do domínio europeu, apoiaram oficialmente nossa independência. D.Pedro tornou-se o primeiro imperador do Brasil, recebeu o título de D.Pedro I com apenas 24 anos de idade.

O Brasil passou a ser uma monarquia, uma forma de governo em que os poderes são exercidos pelo imperador ou rei.




Meu Pedacinho do Céu


Lulinha fora passar as férias na fazenda da sua avó Mariquinha, com a sua irmãzinha Bela e sentia-se muito feliz com a vida no campo e os animais bem pertinho dele.

Pela manhã bem cedinho eles acordavam para ir ao curral ver o vaqueiro João ordenhar as vacas e, ali mesmo bebiam uma caneca de leite bem quentinho, tirado da vaca "lolita", pelas mãos de seu João.

No começo das férias Bela não queria beber o leite porque pensava que iria lhe fazer mal por não estar fervido, mas a sua vovó lhe convenceu que o leite era limpo, pois ela mesma bebia uma canequinha que o vaqueiro lhe levava até a sede da fazenda e que poderiam beber sem nenhum receio.

Dito isto pela vovó, Bela deixou o medo de lado e todos os dias bebia o leitinho lá mesmo no curral com o vaqueiro e o Lulinha.

Depois eles voltavam para casa onde comiam bolos, banana da terra cozida, pão assado na hora, bem quentinho, com manteiga de garrafa, biscoitos de polvilho e a deliciosa broa de milho que só a vovó Mariquinha sabia fazer tão bem.

Quando já estavam satisfeitos, eles iam tomar banho na cachoeira, brincar pelos campos, ver o sr. João tanger o gado de um campo para outro, ou então ficavam horas e horas olhando as galinhas ciscando no terreiro procuraando bichinhos na terra, enquanto os pintinhos corriam atrás delas, cantarolando a musiquinha:
"piu...piu...piu...piu..."

Ou os porcos espojados no lamaçal!

A vida era uma festa diária naquela fazenda tão linda! 
Não havia luxo, só beleza natural, alegria e muita paz.

Mas as férias chegaram ao final e as crianças teriam que retornar para a cidade pois iriam estudar.
Então a vovó Mariquinha os chamou e falou com ternura:

- Crianças, amanhã vocês irão retornar para a casa dos seus pais na cidade, devo dizer-lhes que amei a companhia de vocês todo o tempo que estiveram aqui e que me fizeram muito, muito feliz!
Quero apenas lhes pedir um favorzinho, pode ser?

_Pooooode!!
Gritaram Lulinha e Bela, ao mesmo tempo.

- Eu gostaria que vocês dessem um nome para a nossa fazenda, porque todas as fazendas aqui por perto têm nome mas a nossa, já faz mais de um mês que moro aqui, e ainda não tem nome.

_ Está bem vovó, falaram as crianças. 
Nós vamos pensar e daqui a pouquinho nós lhe damos a resposta. 

As crianças foram para o quarto, conversarm durante um tempinho e retornaram à presença da vovó Mariquinha.

_ Já temos o nome vovó, podemos falar? 
Perguntou Bela.

- Podem sim! 
Respondeu a vovó.

O nome que escolhemos é:
- Meu Pedacinho do Céu  -

Vovó Mariquinha emocionada ao escutar aquele nome tão lindo, lhes perguntou:
- Foram vocês mesmos quem escolheram ou já haviam escutado em algum lugar?

_ Fomos nós mesmos vovó, disse Lulinha. Nós escolhemos este nome porque esta fazenda é como se fosse o céu, cheia de coisas boas , muita alegria e muita paz e aqui nós fomos muito felizes.

Vovó Mariquinha enxugou as lágrimas que rolavam pela sua face com a barra do avental, puxou os netinhos para perto de si, abraçou-os e beijou-os muitas e muitas vezes.

Desde então, aquela fazendinha simples, de uma senhorinha alegre e amiga, passou a ser chamada
Meu Pedacinho do Céu.

Quando as aulas das crianças, na cidade, terminavam e os coleguinhas perguntavam onde eles iriam 
passar as férias, eles respondiam sorrindo, nós vamos para Meu Pedacinho do Céu!

As crianças ficavam sem entender pois não sabiam que se tratava da fazenda da vovó Mariquinha, enquanto Bela e Lulinha saíam correndo se acabndo de dar risadas...

*soninha*

beijinhos de luz!


6 de set de 2015

O Cervo e o seu Reflexo


Um Jovem Cervo, que estava bebendo água num córrego de água cristalina, viu a si mesmo refletido na límpida água. Ficou encantado com as formas e arcos dos seus imponentes chifres, mas ficou muito decepcionado e envergonhado, com suas delgadas pernas.

E suspirou: 
“Como é possível tal coisa, ser dotado de tão desprezíveis e desajeitadas pernas, quando, ao mesmo tempo, fui agraciado com tão bela e majestosa coroa.”

Nesse momento ele sentiu o cheiro de uma pantera, que de repente saltou de dentro do mato onde estava à sua espreita, na ânsia de capturá-lo. Mas, apesar de ser mais ágil, de ter mais velocidade, os largos galhos dos seus chifres, ficavam presos nos galhos das árvores, impedindo sua fuga, para se por a salvo do seu agressor.

Desse modo, em pouco tempo, seu carrasco o alcançou até com facilidade. Então o infeliz Cervo percebeu que as pernas, das quais tanto se lamentara, com toda certeza o teriam posto a salvo do perigo, isso se aqueles vistosos e, naquele momento, inúteis e indesejáveis ornamentos de sua cabeça, não o tivesse impedido.

*Moral da História*
Com frequência nos preocupamos mais com o aspecto das coisas inúteis, 
e deixamos em segundo plano aquilo que de fato tem Valor.

"Esopo"

beijinhos de luz...

Não dê armas às crianças!!

Não dê armas às crianças!!