Estamos de volta!!

Estamos de volta!!
O Inverno Chegou...

30 de abr de 2014

As Cocadinhas da Vovó


Era uma vez...
...uma vovó muito chata que gostava de colocar os netinhos de castigo quando eles falavam alto ou pegavam docinhos sem antes falar com ela.Era D. Mariá!


Um belo dia, os seus netinhos, Mara e Rui, resolveram pregar uma peça na vovó.

Ruizinho falou à irmãzinha: 
- Marinha, vamos pregar uma peça na vovó, pra ela deixar de chatice ?

A menina pensou um pouquinho e respondeu: 
_ Vamos sim Ruizinho! Qual será a peça??

- Nós vamos pegar todas as cocadinhas da caixinha onde ela põe os doces, e deixar algumas pedrinhas salpicadas com açúcar. A vovó já está velhinha, não enxerga bem e nem vai notar.

Dito e feito!

As crianças pegaram as cocadinhas que estavam na caixinha de doces, guardaram numa outra caixinha e esconderam. Sobre as pedrinhas salpicaram açúcar de confeiteiro e ficaram bem quietinhos fingindo ler historinhas, aguardando o que iria acontecer quando a vovó descobrisse a travessura deles.

O tempo passou se arrastando,igual aos chinelos da vovó:bem devagarinho, mas chegou o momento em que a boa velhinha entra na sala e pergunta aos netinhos:

- Por que vocês estão tão quietinhos?

_ Não é por nada não vovó, respondeu Marinha, e continuou fingindo que estava lendo.

Ruizinho piscou para a irmãzinha e sorriu baixinho.

Dona Mariá,sentadinha na sua cadeira de balanço,volta-se para as crianças e pergunta:

= Vocês querem cocadinhas de coco??


- Não vovó!! responderam as crianças,ao mesmo tempo.

A velhinha sem desconfiar da peraltice das crianças se dirige à caixinha, abre, pega uma pedrinha salpicada com açúcar e fala:

= Hummmm...esta cocadinha parece estar gostosa mas está um pouco dura! Vou comer assim mesmo!! E...CROW!!!

Tadinha da vovó!! Quase quebra a dentadura.

= AAAiiiiiiiii gemeu a vovó!! Que cocada é essa meu Deus do céu! Mais dura que uma pedra!! Vou jogar no lixo....

Chateada a vovó jogou todas as "cocadinhas // pedrinhas" no lixo enquanto as crianças se esbaldavam de sorrir.

Os dias se passaram e nunca a vovó descobriu a peraltice dos netinhos!!

Quando as crianças me contaram eu não achei graça nenhuma porque eles não foram gentis com a vovó tão velhinha e que só era um pouquinho chatinha...

Eu não faria algo assim com a minha vovó....E você, faria??

Temos que amar e respeitar os mais velhos não é verdade?? Principalmente nossos avós que também cuidaram de nós!!

Pois é!! Mas o Ruizinho e a Marinha são peraltas demais!! Tomara que as formigas tenham devorado as cocadinhas que eles pegaram da vovó.

*soninha*

beijinhos de paz...

27 de abr de 2014

Brigadeiro caramelado

Foto: Ormuzd Alves

Ingredientes

. 1 lata de leite condensado
. 1 colher (sopa) de margarina
. 2 colheres (sopa) de chocolate em pó
. 15 cerejas em calda
. 2 xícaras (chá) de açúcar
. 1 xícara (chá) de água
. 1 colher (sopa) de vinagre 

Modo de preparo

1. Faça o brigadeiro: em uma panela, misture o leite condensado, a margarina e o chocolate em pó.

2. Leve ao fogo brando, sem parar de mexer, até que a mistura se solte do fundo da panela.

3. Transfira a massa para um prato untado e espere esfriar.

4. Escorra as cerejas e corte-as ao meio.

5. Enrole os brigadeiros e ponha as metades de cerejas nas laterais, prendendo com um palito.

6. Distribua-os em uma travessa untada com margarina e leve ao freezer até que fique bem firme.

7. Prepare a calda: leve ao fogo o açúcar, a água e o vinagre. Misture bem e deixe ferver, sem mexer, até formar uma calda dourada.

8. Retire os brigadeiros do freezer e passe na calda, segurando pelo palito.

9. Distribua-os sobre papel-manteiga ou uma superfície untada para secar.

10. Espere esfriar e sirva. 

Dica: 
consuma, no máximo, em 6 horas. Após esse tempo, a calda começa a derreter.

24 de abr de 2014

Dia Internacional do Milho!


Dia Internacional do Milho celebra-se a 24 de Abril. Dia Internacional do Milho relembra a importância deste alimento ao longo da história.

O milho tem sido um alimento comum a várias culturas mundiais. É um dos laimentos com mais nutrientes existente, pelo que é largamente utilizado como alimento humano ou ração para humanos.


Estima-se que se produzam milhões de toneladas anualmente, para consumo direto ou como ingrediente. Pode ser comido de várias formas e normalmente as crianças gostam do seu sabor.

Como celebrar o Dia Internacional do Milho

Se morar no campo porque não visitar uma plantação de milho? Passar uma tarde a plantar milho e a compreender os seus processos? Pode também fazer trabalhos manuais com casca e barbante do milho, utilizar desenhos de milho para colorir ou até fazer um concurso de fotografia sobre os milho, os campos, etc. A música também é boa ferramenta, especialmente para os mais novos, por exemplo,a música pipoca pula...


23 de abr de 2014

"Promessa Escoteira"


Escotismo ou escutismo, fundado por Lord Robert Stephenson Smyth Baden-Powell, em 1907, é um movimento mundial, educacional, voluntariado, apartidário, sem fins lucrativos. 

A sua proposta é o desenvolvimento do jovem, por meio de um sistema de valores que prioriza a honra, baseado na Promessa e na Lei escoteira, e através da prática do trabalho em equipe e da vida ao ar livre, fazer com que o jovem assuma seu próprio crescimento, tornar-se um exemplo de fraternidade, lealdade, altruísmo, responsabilidade, respeito e disciplina.

Promessa Original Escoteira escrita por Robert Baden-Powell
Pela minha honra, eu prometo que farei o meu melhor, para cumprir meu dever para com Deus e o Rei ajudar aos outros em todas as ocasiões obedecer a Lei Escoteira.

Dia Mundial do Escoteiro


O Dia Mundial do Escoteiro é comemorando em todo o mundo no dia 23 de abril. O movimento foi fundado pelo britânico Robert Stephenson Smyth Baden-Powell, em 1907, com o objetivo de tornar meninos cidadãos exemplares. O escoteiros tem diversos lemas, como "estar sempre alerta para ajudar o próximo e praticar diariamente uma boa ação".

Os escoteiros prezam a natureza e as atividades ao ar livre como exercícios, excursões e acampamentos, e têm como finalidade serem sadios para desenvolver noções de dever com a Pátria e para com o próximo.

O Dia Mundial do Escoteiro também é conhecido simplesmente como Dia do Escoteiro, ou Dia do Escotismo.


"Origem do Dia Mundial do Escoteiro"

O Dia Mundial do Escoteiro é celebrado no dia 23 de abril em homenagem ao padroeiro dos escoteiros, São Jorge. São Jorge é conhecido como um santo guerreiro, uma vez que ele foi soldado de cavalaria, e logo cedo ficou conhecido por sua bravura. Robert Stephenson Smyth Baden-Powell que escolheu São Jorge para ser o padroeiro dos escoteiros, por o considerar um modelo a ser seguido, pois São Jorge "fez o melhor que pode e, conseguiu superar uma dificuldade que ninguém ousara enfrentar".

16 de abr de 2014

13 de abr de 2014

"O DOMINGO DA VOVÓ"





Hoje é domingo
vovó levantou
correu ligeirinha
pra o computador
calçou as pantufas
e se enfeitou.

Bebericando
o seu cafezinho
que estava quentinho;
fazendo beicinho
conectou...
Com os amigos falou!!

A vovó viciou!!
Meu Deus,que horror!

Falei com a vozinha
me faça o favor:
também vou querer
o computador
se não vai sair
dê-me um de presente...

Me dê...por favor!!


*soninha*

11 de abr de 2014

7 de abr de 2014

Seu filho não come?


Clique na imagem, amplie e leia as dicas do pediatra.

beijinhos

Saúde é o que interessa...


beijinhos de luz!

1 de abr de 2014

*A Lâmpada Vaidosa e o Besourinho Cascudo*


Chovia muito no Reino da Alegria e a noite estava encoberta com um espesso manto negro e gelado. 

As crianças foram para a cama mais cedo, bem agasalhadas e cobertas com grandes e grossas mantas coloridas.Apenas Dona Violeta e o seu esposo Francisco ficaram conversando mais um pouco, na sala de visitas. 

Depois de alguns minutos de conversa, Dona Violeta começou a cochilar e o seu esposo vendo-a assim, tão miúda, encolhidinha na cadeira, demonstrando o cansaço, carinhosamente chamou-a para deitar-se: 

_Vamos Vivi, vamos para cama, minha querida. 

A mãe de Rafinha e Lívia levantou-se cambaleando de sono e, amparada pelo esposo foi deitar-se. 

Na pressa para se deitar, o casal esquecera a lâmpada ligada. 

Um besourinho cascudo que tiritava de frio no peitoril da janela, aproveitou a ausência de pessoas na sala,voou de mansinho indo pousar na lâmpada que estava bem quentinha. A lâmpada, muito vaidosa, asperamente falou ao besourinho: 

_Saia já daí besouro cascudo horroroso! 


Com receio de aborrecê-la ainda mais, o besourinho falou bem baixinho: 

- Ó linda lampadazinha, deixa eu me aquecer, por favor!! Estou com tanto frio!!! 

A lâmpada já irritada respondeu com voz rouca e bastante alta:

 _ Se você não sair, besouro nojento, eu vou lhe dar um choque! 

Ela falara tão alto que Dona Vivi despertou e, do seu quarto, percebendo que a lâmpada da sala estava acesa, resmungou: 

#Meu Deus, onde estava com a cabeça que vim dormir e deixei a lâmpada ligada. No final do mês a conta de energia vai vir um estouro! 

Dona Vivi sentou-se na sua cama, vestiu o robe, calçou o chinelo e foi desligar a lâmpada. 


O besourinho cascudo vendo-a aproximar-se imaginou o que ela iria fazer e, com astúcia, silenciosamente,voou para o bolso do seu roupão. 

A senhora desligou a lâmpada, retornando ao seu quarto onde dependurou o roupão no cabide indo deitar-se em seguida. 

Ali, o besourinho cascudo passou a noite, no bolso quentinho e perfumado do roupão da Dona Vivi, enquanto a lâmpada vaidosa esfriara, após ser desligada, e tiritava de frio, sozinha no teto da sala.

*Todos nós devemos compartilhar o que possuímos com os que necessitam. É bom e agrada ao Papai do Céu *

*soninha*

beijinhos de luz...

1º de abril: "De Onde Surgiu o Dia da Mentira?"


As mães ensinam às crianças: "mentira tem pernas curtas", e as conseqüências de uma história não verdadeira podem ser graves. Mas, no dia 1º de abril, o Dia da Mentira, pessoas de todo o mundo brincam umas com as outras, pregando peças e contando lorotas. A explicação é histórica.

A versão mais conhecida para a data remonta ao século 16, na França. Lá, a chegada do Ano Novo era comemorada durante uma semana, do dia 25 de março ao dia 1º de abril. Em 1564, o rei Carlos 9º decidiu que o Ano Novo seria celebrado no dia 1º de janeiro, devido a adoção do calendário gregoriano.

Muitas pessoas demoraram para se acostumar com o calendário, e outras resistiram à troca da data. Essas pessoas tornaram-se alvo das mais variadas formas de ridicularização. Eram chamadas de "bobos de abril", recebiam convites para festas que não existiam e ganhavam cartões e presentes esquisitos no dia 1º de abril.

Da França, a mania de pregar peças nesta data teria percorrido o mundo e dura até hoje. Neste dia, todos precisam ficar atentos. Até mesmo grandes jornais e revistas publicam notícias falsas, para enganar e brincar com os leitores.

Se você é brincalhão e gosta de pregar peças em seus amigos nesse dia, tome cuidado. Veja alguns exemplos de brincadeiras para comemorar o 1º de abril:

Deixar um recado maluco na sua secretária eletrônica. Pode ser algo do tipo "Sinto muito, mas nossa família precisou mudar-se às pressas para a Nova Zelândia. Não voltaremos ao Brasil tão cedo. Obrigado".

Quer pregar uma peça na sua mãe? Pergunte se ela já pensou nos nomes dos três filhotes de cachorro que seu pai comprou e trará para a casa no fim do dia.

Passe em uma loja de truques e mágicas e monte seu arsenal de trotes. Vale chiclete que deixa a boca azul, caneta que solta tinta, almofada que faz barulho de pum, gelo falso com mosca dentro...

Walt Disney criou uma versão para o clássico infantil Pinóquio, dando ênfase à brincadeira, mostrando para a criançada o quanto mentir pode ser ruim e prejudicial para a vida das pessoas. Ziraldo, um escritor brasileiro da literatura infanto-juvenil, também conta histórias sobre as mentiras, através do tão famoso personagem, o Menino Maluquinho. Em "O Ilusionista", Maluquinho descobre o mal provocado por roubar, fingir e mentir.

No Brasil, o primeiro de abril começou a ser difundido em Minas Gerais, onde circulou A Mentira, um periódico de vida efêmera, lançado em 1º de abril de 1828, com a notícia do falecimento de Dom Pedro, desmentida no dia seguinte. A Mentira saiu pela última vez em 14 de setembro de 1849, convocando todos os credores para um acerto de contas no dia 1º de abril do ano seguinte, dando como referência um local inexistente.

Não dê armas às crianças!!

Não dê armas às crianças!!