Estamos de volta!!

Estamos de volta!!
O Inverno Chegou...

22 de fev de 2014

As Mãos Mágicas da Mamãe!


Ritinha vivia pensativa e não conseguia encontrar uma resposta para a sua pergunta de criança: 

_Por que as mãos da sua mãezinha eram tão suaves e faziam com que ela adormecesse e ficasse tão feliz quando lhe acariciavam?

Perguntou ao seu vizinho, aos seus avós, professora e coleguinhas e nenhum deles lhe dera uma resposta que lhe convencesse.

Seu vizinho lhe respondera: 
_AH! porque as mãos das mães têm que ser assim mesmo. 
São mãos de mãe, ora bolas!!

Sua professora dissera: 
- Bem, eu acho que é o amor e o carinho que ela sente por você que passam pelas suas mãos tornando-as macias, suaves e delicadas!

Seus avós falaram: 
- Foi Deus minha netinha! Foi Deus quem fez assim e o que Deus faz é um mistério, nós não sabemos o porquê.

Confusa diante de tantas respostas Ritinha resolveu perguntar para a sua mãezinha, talvez ela soubesse a resposta. 

Ligeirinha ela se aproximou da sua mãezinha que preparava um delicioso bolo de chocolate e perguntou: 
_ Mamãe, por que as suas mãos são tão suaves e macias e quando a senhora me toca eu fico calma, feliz, e o meu soninho é bem mais tranquilo?

Dona Lúcia colocou Ritinha no colo, olhou-a dentro dos seus olhinhos e falou: 
- É o amor minha filha! O amor que eu sinto por você e o que você sente por mim que tornam as minhas mãos tão especiais. Eu lhe amo mais que tudo nesta vida mas se você não me amasse também não as sentiria como você as sente.

Toque nelas e veja, disse a mamãe da Ritinha. Veja como estão calejadas do trabalho diário, a pele grossa e feia!! Mas você as sente macias não é mesmo?

Ritinha olhou bem pertinho as mãos da sua mãezinha e viu anos e anos de trabalho, marcados nos calos que se formaram, na pele grossa e áspera. 

Com os olhos cheios de lágrimas Ritinha falou:
 _ É verdade mãezinha! Suas mãos estão tão estragadinhas e eu nunca havia reparado. Mas, quando a senhora me toca, eu as sinto tão macias e tudo se transforma. Se estou rabugenta me torno feliz, se o sono está fugindo dos meus olhinhos ele volta rapidinho e me leva ao mundo dos sonhos. 
Enfim, mãezinha, suas mãos são mágicas!

Dona Lúcia sorriu de uma maneira tão gostosa como nunca mais havia sorrido desde que o seu esposo se transformara numa estrelinha e ela ficara sozinha com a responsabilidade de criar e educar Ritinha.

Abraçadas, mãe e filha, sorriam gostosamente enquanto lá fora os passarinhos cantavam uma linda canção de amor e alegria para elas.

*soninha*

beijinhos de paz!!
Postar um comentário

Não dê armas às crianças!!

Não dê armas às crianças!!