Estamos de volta!!

Estamos de volta!!
O Inverno Chegou...

21 de jan de 2013

Cuidado com o sol


Não dá para brincar com o sol. Tem de tomar muito cuidado. Além da insolação, existe a ameaça das queimaduras provocadas pelo excesso de exposição. Nesse caso é bom prevenir para não remediar. O efeito do sol é cumulativo e, mesmo que não apareçam problemas na infância, pode provocar doenças sérias na fase adulta, como o câncer de pele.

Sintomas: A insolação é o acúmulo de calor no organismo. Causa dor de cabeça, vermelhidão na pele, febre, sono e vômitos.


Recomendações: Bebês com menos de 6 meses não devem ser levados à praia ou piscina. Mesmo que estejam protegidos do sol, o calor excessivo não faz bem. A temperatura no interior de um carrinho em ambiente quente pode ultrapassar facilmente os 40 graus. Procure não deixar as crianças muito expostas ao sol entre 10 e 15 horas. Chapéu e boné são obrigatórios, e é na sombra que devem brincar. Filtro solar sempre e a toda hora. Lembrando que a aplicação precisa ser feita toda vez que seu filho sair da água ou, pelo menos, a cada duas horas. Quanto ao fator de proteção, fique com os de numeração 15 e 30. Os filtros com fator mais alto são oleosos e acabam por obstruir os poros, o que resulta em aumento do suor e irritações na pele. Sem contar que o grau de proteção não varia muito: 30 (97,5% de proteção) e 50 (97,7%).


Como tratar: Caso a criança esteja muito abatida e não aceite beber nada, é bom levá-la a um pronto socorro. Nos casos de queimadura solar, se o hidratante não aliviar a dor, oriente-se com o pediatra. Deixe a com roupas leves de algodão e fuja de lugares quentes com sol.



Postar um comentário

Não dê armas às crianças!!

Não dê armas às crianças!!