Estamos de volta!!

Estamos de volta!!
O Inverno Chegou...

30 de jan de 2013

O Pote Mágico de Palavras


No Reino da Gurizada havia um garotinho, Lulinha, muito curioso que desejava conhecer como as coisas haviam surgido no mundo e, principalmente, quem colocou o nome em todas elas.

Quando sentia sede ele pegava o seu copo, erguia e perguntava:


_Mamãe, ô mamãezinha, quem foi que colocou o nome "copo" nesta coisinha bonitinha onde bebo água?

Dona Maria, encabulada, respondia: 

- Não sei meu filhinho, não sei; nunca me preocupei com estas coisas.

_Ah! mamãe!! pois eu quero saber de onde apareceram tantos nomes e quem foi que os colocou em tantas coisas....

Um dia, Dona Maria cansada das perguntas de Lulinha, inventou uma historinha para responder às perguntas que a deixava tão encabulada. Quando o menino pegou o talher para almoçar e lhe perguntou:

_ Mamãe, quem colocou o nome garfo nesta coisinha com quatro pontinhas, faca nesta outra tão retinha que corta os legumes tão bem e colher nesta lindinha que leva a sua sopa gostosa até a minha boca?


Dona Maria suspirou profundo e contou a sua historinha como resposta às perguntas do filho.

- Sabe Lulinha, eu pesquisei e descobri que os nomes surgiram de um grande Pote Mágico cheio de "palavrinhas" que pertence ao Grande Rei e ele foi pegando uma a uma e colocando sobre cada objeto que surgia no mundo.

_ Verdade mamãe?

- Sim meu filho, é a mais pura verdade.

_Que legal mamãe, o Grande Rei é mesmo muito esperto, não é?

Dona Maria deu uma risadinha de lado e respondeu ao garoto: 

- É meu menino, é mesmo!!

Lulinha saiu pulando de alegria e, nunca mais perguntou sobre a origem das palavras.

Vez por outra Dona Maria encontrava o garotinho meio cismado, falando baixinho:

_ Ééééé...quem me dera encontrar um Pote Mágico!!

Um dia Dona Maria lhe perguntou:

- Você quer encontrar um Pote Mágico meu filho? 

_ Sim mamãe, eu gostaria muito.

- Mas o Pote Mágico de Palavras está com o Grande Rei e eu soube que fica em um cofre que, somente ele e seu filho sabem o segredo para abri-lo.

_ Não mamãe, eu não quero um Pote de Palavras, eu quero encontrar um POTE CHEIINHO DE DOCES!!



- Menino peralta!! falou Dona Maria apertando-o contra o seu peito num forte e afetuoso abraço.

E você, sabe de onde surgiram as palavrinhas?

soninha

beijinhos de luz

Postar um comentário

Não dê armas às crianças!!

Não dê armas às crianças!!