Estamos de volta!!

Estamos de volta!!
São João está chegando...

14 de mai de 2014

A PACIÊNCIA


Lívia entrou em casa correndo e gritando por sua mãe: 
_ Mamãe, mamãe, onde está você? 

- Estou aqui filhinha, na lavanderia, o que foi que aconteceu? 

Ofegante a menina se aproximou da mãe e perguntou:
 _Mamãe, você pode me explicar uma coisinha? 

-Claro filhinha!! contanto que não seja coisa difícil. 

_ Mamãe, o que é "paciência"

- Hummmm...bem filhinha, falou Dona Rosa, "paciência" pode ser um docinho em forma de biscoito, muito saboroso, igual aquele que a comadre Joaninha faz para vender; pode ser um jogo de cartas que as pessoas que moram sozinhas costumar jogar para se distraírem, e é também uma virtude, minha filha.


_E o que é uma virtude mãezinha?

 - Lá vem você com pergunta difícil garotinha da mamãe. Você sabe que eu não sou letrada, não tenho estudo como a sua professora nem o médico que cuida de você, mas vou tentar responder de uma maneira bem simples que você possa entender. Está bem assim? 
Pois bem, a virtude é algo que existe nas pessoas, algo que não se vê nem se toca, que faz com que as pessoas pratiquem o bem e se afastem do mal. 

E a "paciência" é a virtude de "saber esperar" sem se queixar. 

_ Ah! mãezinha, acho que estou entendendo... 
Então quando eu fico esperando você fazer o meu bolo preferido de chocolate, até ele assar e esfriar eu estou tendo "paciência" mamãe? 

- Isto mesmo filhinha!! Estamos sendo "pacientes" também na fila do ônibus, do banco, no consultório médico esperando a nossa vez, na fila da merenda escolar ou esperando o Papai do Céu atender o nosso pedido...a vida toda temos que ser "pacientes" filhinha. 

_ Entendi mamãe!! Você me explicou direitinho. Sabe por que eu perguntei? 

- Não! Não sei não filha querida, por que foi? 

_ Porque hoje na escola eu me levantei antes de tocar para o recreio e fui buscar o meu lanche, a professora me fez voltar, pediu para eu ter "paciência" e, pela minha atitude, eu iria ficar de castigo sem lanche até todos terminarem. 

- Hiiiii...e você ficou mesmo de castigo filhinha? 

_ Fiquei sim mamãe, e fiquei muito chateada porque só restaram farelos de biscoito para mim e um chocolate frriiiiooooo... 

 - E o que você aprendeu com este castigo filhinha?  


_ Aprendi que devo ter "paciência", devo obedecer as regras da escola, a minha professora, os meus pais, os mais velhos, e o que eu não souber como fazer devo perguntar a você porque você é a melhor mãe do mundo!! 

- Não aprendeu mais nada filhinha? 

_ O que mãezinha? O que mais eu deveria aprender??

 - Pedir desculpas filhinha! Você deveria ter pedido desculpas à professora, você pediu? 

_ Eu não mamãe, mas eu lhe prometo que amanhã eu pedirei, está certo?

 - Tudo bem filhinha, mas não se esqueça pois é muito importante nos desculparmos quando nós erramos.


Contente com as explicações da mãezinha a garotinha Lívia abraçou a sua genitora, bem apertadinho, e lhe falou ao pé do seu ouvido: Eu te amo mãezinha! Te amo de todo meu coração, para sempre!!.

*soninha*

Trabalhando: 
"A paciência, obediência, virtudes, desculpas, amor filial, reconhecimento."
Postar um comentário

Não dê armas às crianças!!

Não dê armas às crianças!!