Estamos de volta!!

Estamos de volta!!
O Inverno Chegou...

23 de mar de 2014

Todo Cuidado é Pouco!


A vida no meu bairro começa cedo. Mas desponta o sol no horizonte, tem início o movimento. As ruas se enchem de pessoas e veículos. 

Primeiro, surgem os ônibus levando os operários para as fábricas e construções. Depois aparecem os carrinhos de sanduíches, oferecendo café da manhã para quem está com pressa. Aparecem logo também as motocicletas dos entregadores e as bicicletas de quem trabalha mais perto. 

Mais tarde, vêm os caminhões carregados de mercadorias e os automóveis conduzindo passageiros para o centro da cidade.

Às sete horas, quando saio para a escola, o movimento é intenso. Sigo então pela calçada, evitando esbarrar nos outros. Quando preciso mudar de calçada, olho para os lados e, se não vem nenhum veículo, atravesso a rua com cautela. Faço isso porque tenho lido, nos jornais, notícias de desastres com meninos imprudentes, apanhados pelos automóveis.

Não quero ficar aleijado para toda vida, como Zezé, meu vizinho, que desobedeceu a ordem do guarda-civil e foi atropelado por um caminhão.

Para subir e descer do ônibus, espero que ele pare completamente. Não gosto de apanhar o ônibus andando. Não desejo voltar para casa num carro do Pronto Socorro. Por isso quando ando pela cidade, nunca esqueço das palavras do papai:

– Na rua, meu filho, todo cuidado é pouco!

*Texto editado e adaptado*

De: Leituras Infantis, Theobaldo Miranda Santos

Gostou?...compartilhe com os coleguinhas...

beijinhos de paz!!
Postar um comentário

Não dê armas às crianças!!

Não dê armas às crianças!!