Estamos de volta!!

Estamos de volta!!
O Inverno Chegou...

11 de mar de 2014

Mau Hálito em Crianças


A escovação dental de crianças é um desafio para muitos pais. Uma má higiene bucal e problemas respiratórios podem causar a halitose infantil, mais conhecido como mau hálito. Segundo a dentista Melynna Machado, a doença atinge cerca de 70% das crianças.


Doenças respiratórias, má higiene, chupar dedo ou chupeta pode provocar a halitose infantil. A dentista Melynna Machado explica que os casos têm sido bem frequentes, e em situações mais graves pode gerar a exclusão social de crianças.


“O mau hálito pode trazer sérios problemas a criança. A criança está começando a formar amizades, e o mau hálito pode promover uma exclusão e até o 'bullying', em casos mais graves. Cerca de 70% das crianças possuem halitose infantil”, afirma a dentista.


Para evitar a halitose infantil o primeiro passo é descobrir a causa do problema que pode ser por uma má higiene ou por problemas respiratórios, pois em alguns casos a criança fica muito tempo com a boca aberta provocando a proliferação de bactérias. Doenças respiratórias como sinusite e amidalites diminuem o fluxo de saliva que faz a manutenção da boca provocando o mau hálito.


De acordo com Melynna Machado, a halitose pode ser evitada com a escovação correta. A recomendação é que os pais iniciem a higiene dentária das crianças quando aparecer o primeiro dentinho. Com o recém nascido também precisa ser feita a higienização, mesmo sem dentes. A mãe pode enrolar gases umedecidos e realizar a limpeza das gengivas.

Dentista destaca importância da escovação 
(Foto: Portal Infonet)


O desafio da escovação

As crianças acabam fazendo da escovação um momento de muita diversão. O pequeno Diogo Santana tem um ano e oito meses e aproveita para brincar na hora de escovar os dentes. A administradora Michele Santana conta que como Diogo ainda é muito novo a escovação é um desafio. “Muito difícil ele deixar a gente escovar os dentes. Ele gosta de escovar pela manhã porque aproveita que o pai está escovando os dentes e quer imitar”, diz.

Diogo gosta de brincar durante escovação

Segundo Michele, o pequeno Diogo fez a sua primeira visita ao dentista com um ano de idade. “Assim que os primeiros dentinhos apareceram levei ao dentista, mas a dificuldade ainda é muito grande para escovação. Ele faz da escovação uma brincadeira”.


A dentista Melynna Machado recomenda que os pais escovem os dentes na frente dos filhos, pois crianças de zero a cinco anos tem a tendência de imitar os pais. O ideal é realizar a escovação três vezes ao dia após 30 minutos das refeições. “A escovação não pode ser realizada logo em seguida, pois o uso da pasta entra em contato com os resíduos dos alimentos o que pode inibir algum tipo de bactéria”, explica.


Uso do flúor

Não é aconselhado o uso de antisséptico para combater o mau hálito. Segundo Melynna Machado, o produto só vai mascarar o problema. Além disso, não é recomendado o uso de flúor entre zero e três anos, pois é tóxico e as crianças podem acabar ingerido a substância.

Uma boa higienização é importante para deixar os dentes saudáveis e evitar problemas futuros para as crianças. É recomendada a escovação três vezes ao dia, após 30 minutos das refeições, e a ida periódica ao dentista.

Pais, avós, tios, educadores,babás...supervisionem 
a escovação dos baixinhos e das baixinhas...

Postar um comentário

Não dê armas às crianças!!

Não dê armas às crianças!!