Estamos de volta!!

Estamos de volta!!
Com muitas novidades!

28 de ago de 2016

A importância dos animais de estimação para as crianças

                                                                                                        
A relação com um animal de estimação pode transformar uma criança e seu entorno. Seja um gato, um cachorro, ou outro pet mais inusitado, o vínculo, a interação e o afeto podem fazer toda a diferença no desenvolvimento da criança
Vitamina “S” 
Estudo recente comprovou que crianças em idade escolar que conviveram com animais de fazenda durante o seu primeiro ano de vida possuem 52% menos probabilidade de ter asma aos 6 anos do que crianças que não tiveram esse contato. 
Vitamina “S”  
A presença de animais de estimação em casa também foi vinculada ao aumento da função imunológica em crianças. Além disso, conviver com um cachorro no primeiro ano de vida está ligado a uma queda de 13% no risco de desenvolver asma durante a infância. 
Vitamina “S” 3 
Evidências científicas também indicam que, além da asma, a exposição a cães e gatos na infância pode reduzir a probabilidade de desenvolvimento de certos tipos de reações alérgicas durante a vida. 
Animais transformando a educação 
Estudos comprovam que o convívio com animais contribui para o desenvolvimento de responsabilidade e empatia, além de promover o senso de responsabilidade. Em Recife, uma escola adotou uma cadela de rua e os resultados foram incríveis: as notas melhoraram e o relacionamento de todos também. Saiba mais sobre essa história aqui.                       
Anjo da guarda 
Estudo conduzido no Reino Unido descobriu que as crianças, com frequência, classificam seus animais de estimação em posições superiores à de relacionamentos humano, e que cães e gatos são vistos como confidentes, bem como provedores de consolo e suporte. 
Pega, Rex! 
De acordo com Gustavo Campelo, Educador de Animais e fundador da Cão Ideal, para escolher a raça ideal para uma família com crianças pequenas, é importante observar a rotina da família, e a personalidade da criança. “É preciso analisar quanto tempo o cachorro vai ficar sozinho, e quanto tempo eles tem para se dedicar ao animal. Já às crianças é observar se são agitadas, ou tímidas, se tem medo de cachorro, ou se já estão acostumadas a conviver com eles”. 
Vida saudável 
Estudos também indicam que ter um cão, especificamente, pode promover estilos de vida mais saudáveis e ativos para todos na família. 
Melhores amigos 
Animais são os grandes companheiros na infância. Para se ter uma ideia, outro estudo descobriu que 75% das crianças participantes, entre 10 e 14 anos, buscam contatos com seus animais de estimação quando estão chateadas.
Postar um comentário

Não dê armas às crianças!!

Não dê armas às crianças!!