Estamos de volta!!

Estamos de volta!!
Com muitas novidades!

13 de jan de 2015

O Sonho de Cristal


Julinha ficou muito triste porque ao voltar da escola com a sua mãezinha encontrou uma menininha mal vestida, o rostinho sujo, o cabelinho despenteado, as unhas crescidas, descalça, muito magrinha e chorosa.

Dona Ana, a mãezinha de Julinha, dirigiu-se a ela e perguntou: 
- Como é seu nome menininha?

_ Eu me chamo Cristal, porquê? 
A senhora pode me ajudar?

- Como é que você quer que eu lhe ajude Cristal? 
perguntou dona Ana.

_ Eu quero que a senhora me ajude a encontrar a minha mãe, nós saímos juntinhas e eu me perdi.
E eu quero a minha família como era antes.

- Vamos Cristal, vamos caminhar pra ver se nós encontramos sua mãezinha.

Depois de muito caminhar e não encontrar a mãezinha de Cristal, dona Ana resolveu levar a menininha para a sua casa para que ela não ficasse sozinha pelas ruas e algum mal pudesse lhe acontecer.

Já na casa de Julinha, dona Ana pediu que a sua filha Julinha e Cristal fossem tomar um banho bem quentinho no chuveiro e vestissem roupas limpas. Para isso, ela deu à Cristal , um vestidinho lindo da Julinha.

Depois de banhadas as crianças jantaram, escutaram historinhas contadas por dona Ana e foram dormir. 

Julinha deitou-se no cantinho da sua cama deixando um bom espaço para a sua nova amiguinha Cristal. 

Cristal estava encantada com tudo que estava recebendo de dona Ana e Julinha mas não poderia continuar mentindo para elas. 

Sua mãezinha havia se transformado em uma estrelinha a pedido de Papai do Céu, assim lhe falara seu pai, e, desde então Cristal vagava pelas ruas tentando encontrar a estrelinha que era a sua mãe.

A menina tinha a esperança de que a sua mãe, agora uma estrelinha, caísse do céu e ela a encontrasse.

Quando todos acordaram na casa da Julinha, Cristal levantou-se devagarinho e, pé-ante-pé foi até o quarto de dona Ana, sentou-se na beiradinha da sua cama e falou bem baixinho:

_Dona Ana!! Eu preciso lhe falar uma coisa bem séria.

- O que é Cristalzinha??

Cristal contou para dona Ana o que havia acontecido com a sua mãezinha, que ela se tornara uma estrelinha, e pediu que dona Ana ajudasse a encontrar  sua mãezinha querida.

Triste com o que escutara da menina, dona Ana abraçou-a com carinho e lhe falou:

- Cristal, minha garotinha linda, quando alguém se transforma numa estrelinha, ela não volta para a Terra. Ela fica com Papai do Céu, e o que nós precisamos fazer é avisar o seu pai onde você se encontra. A sua mãezinha ficará com Papai do Céu e nós vamos olhar o céu todas as noites tentando descobrir qual estrelinha é a sua mãezinha.

Cristal chorou muito mas concordou com dona Ana, indo mais tarde com ela e Julinha, até a sua casa avisar ao seu pai onde ela estava.

Dona Ana, triste com a pobreza da casa de Cristal, onde moravam o seu pai, mais três irmãos, pediu pra ele deixar a menina passar uns dias com ela e a sua filhinha Júlia, prometendo ter muito cuidado com a menina.

O pai de Cristal, senhor Manoel, concordou com a ideia pois imaginava que Cristal seria bem cuidada e teria o que ele não podia lhe dar, mas com a condição dele ir conhecer a casa de dona Ana e visitar a filha sempre que quisesse.

Dona Ana concordou com o pai de Cristal, e voltou para casa com as duas garotas.
Julinha já mais alegre e Cristal sempre quietinha porém com um sorrisinho se desenhando no seu rostinho triste.

A partir daquele dia dona Ana começou a ajudar a família de Cristal, o pai dela foi limpar o jardim e o quintal da casa de dona Ana e da casa das suas amigas e todos foram felizes se ajudando uns aos outros...


Trabalhando: O Respeito; Amor ao Próximo; Solidariedade; Compaixão; Trabalho.

*soninha*

beijinhos de luz...


Postar um comentário

Não dê armas às crianças!!

Não dê armas às crianças!!