Estamos de volta!!

Estamos de volta!!
Com muitas novidades!

18 de abr de 2016

Dicas para seu filho se apaixonar por livros


"Uma biblioteca para os pequenos é o primeiro grande passo"

Com a internet à disposição e o videogame liberado, o hábito da leitura na infância tem ficado um pouco de lado. Mas para tirar a poeira dos exemplares e trazer de volta o gosto pelas obras infantis, a solução está dentro de casa. 

Que tal escolher uma parte da casa e montar uma biblioteca organizada, acessível e atraente para o seu pequeno? A novidade pode criar no seu filho a vontade de ler mais, de descobrir novos mundos, através das histórias e, claro, de querer sempre novos livros para ler e para chamar os amigos.

Ter um espaço dentro de casa dedicado à leitura dos filhos é essencial, avalia a psicopedagoga Fabianni Moreira, da Upuerê. “A criança precisa recuperar o contato com o livro físico. Hoje em dia as buscas foram parar no computador. É importante trazer seu filho de volta para os livros”, alerta.

Mas não basta comprar livros, jogar sobre a cama da criança e não incentivar o hábito. Participar é o grande macete para que a leitura seja estimulada, e a biblioteca seja um “sucesso de bilheteria” em casa.

“Participe. 

Leia sempre dando as entonações, contando mesmo a história. Saiba contar as histórias de forma animada e divertida, mudando a voz dos personagens e dando sentido”, orienta.


Em família

Na casa dos pequenos Ian e Clara Olivito, de 4 e 2 anos, o hábito da leitura é incentivado, mesmo antes de as crianças aprenderem a ler. Cerca de 60 exemplares estão à disposição deles, na estante da sala.

“Eles não sabem ler ainda. Mas quando chega o fim da noite, pedem para a gente ler algum livro escolhido por eles. Ou pegam um e fingem que estão lendo, enquanto inventam as histórias a partir das figuras”, conta o pai, João Paulo Olivito.

A esposa de João Paulo, Thaís Ferreira, 34, é formada em Letras. O casal já compartilhava o gosto pela literatura antes do nascimento dos filhos. Então não foi difícil ter a ideia de montar uma biblioteca.

“Com a chegada deles, começamos a comprar livros infantis e fomos vendo que era uma literatura muito boa. Os livros trabalham muito com a imaginação deles”, comemora.

A leitura, desde cedo, permite que seu filho também conheça o mundo mais cedo. Que tal?

Uma biblioteca para chamar de sua

O espaço

Altura

- É importante que a biblioteca do seu filho seja em um móvel ou estante com prateleiras que sejam na altura da criança. Caso a biblioteca seja uma só para você e seu filho, os livros dele devem ficar na parte de baixo.

Exposição

- Prateleiras finas com livros expostos de frente são ótimas opções, pois a criança é atraída pela capa dos livros. Além disso, por ocuparem pouco espaço, esses móveis podem ficar em áreas “inúteis” da casa.


Localização

- Os livros podem ficar no quarto, na sala, ou até no banheiro. O importante é escolher um local por onde a criança sempre passe perto das obras.

A organização

- Separe as coisas
- Caso a criança tenha livros que ela use na escola, separe das obras para ler em casa.

Igual livraria

- Assim como acontece nas livrarias, faça um rodízio das obras. Separe os livros que seu filho está gostando mais no momento e deixe-os mais à mostra.

Momentos

- Também vale separar os livros - em caixas transparentes ou com separadores - para cada ocasião de leitura. Por exemplo: livros para a hora de dormir, para brincar, para o banho.

Aprendizado

- Incentive sempre o hábito da doação. Se muitos livros estão acumulados, separe os que não lê mais e doe para escolas ou ONGs.


Os cuidados

Abuse e use

- Livros não têm segredos de conservação. Basta ler. Para conservar, a saída é folhear para que o papel fique arejado.

Atenção

- Na hora de guardar os livros, seu filho deve observar se não há orelhas ou páginas amassadas. E ele só deve ler quando estiver com as mãos limpas e sem comida por perto.

Fonte: Revista Crescer

beijinhos de luz!
Postar um comentário

Não dê armas às crianças!!

Não dê armas às crianças!!