Estamos de volta!!

Estamos de volta!!
São João está chegando...

31 de mar de 2016

Papai do Céu


Meu querido amigo!

Será que o Senhor pode me fazer um favorzinho?

Sabe o que é Papai do Céu? 
Calma aí que eu vou lhe dizer.

Sabe a mamãe? 
Ela era tão boazinha comigo, sorria contava lindas 
historinhas e agora ela está nervosa, só vive reclamando 
de tudo e nunca mais me contou uma historinha.

O favor é esse meu Papai do Céu, fazer a mamãe voltar ao normal, pode ser?

Tô esperando viu Papai do Céu?
Me abençoe, me guarde, aos meus pais , meus coleguinhas, amiguinhos e todos do mundo.

*soninha*

24 de mar de 2016

Meus docinhos


Empilhei
os meus docinhos
tão gostosos
coloridinhos

vou repartir
com meus amiguinhos
pra cada um...
um pedacinho!!

seja o verde
ou o vermelhinho,

não importa...
são gostosinhos!
eu prefiro
o azedinho!

O azulzinho 
é a cor do céu;

o amarelo 
me lembra o mel;

o verdinho 
parece a mata,

o alaranjado
é tão gostoso

e o vermelhinho?
é o melhor de todos!!


**soninha**

beijinhos de luz...

22 de mar de 2016

Friozinho Gostoso


O inverno vem chegando
Por aqui já está friozinho
Para eu ficar quentinha
Já vesti meu capotinho


Pus as luvas e a touquinha
Fiz a pose engraçadinha
Pra ficar bem mais charmosa
Lhe mandei uma risadinha


Eu lhe envio mil beijinhos
Com um lembrete, não esqueça
No inverno se agasalhe
Para que não adoeça.


Quem fica no frio sem agasalho, fica dodói!!


*soninha*

beijinhos de alegria...

21 de mar de 2016

O Passarinho eo Frio


O passarinho lá no galho
está chorando
está com frio
ele faz piu piu  piu piu
pra chamar sua mãezinha
pois o frio está congelando
o orvalho nas asinhas
e elas ficam tão pesadas
que ele não pode voar
passarinho faz piu piu
começando a chorar
Passarinho está com frio
Está com frio o coitadinho
Vou pedir ao Papai do Céu
pra enviar um lindo anjinho
pra ajudar o passarinho
e o seu corpinho esquentar!


*soninha**
beijnhos de alegria

20 de mar de 2016

O Teu Nome é Amor


Não importa se é um xale
um capote
ou um cobertor,
quando eu estou com frio
e recebo o teu calor
que me abraça
e me aquece
o meu mundo se enternece
afastando o temor!
Fico alegre, tão feliz
e um passarinho me diz
que o teu nome
é Amor!

*soninha**

beijinhos de alegria...

18 de mar de 2016

Crianças Sem Lar


Criança sem lar
que vive na rua,
dorme na calçada
que é toda sua.

Sua casa é o mundo
seu teto é o céu,
a cama é o chão
vivendo ao léu.

Não tem cobertor
no frio se arrepia,
e o bom papelão
lhe traz alegria.

Dormindo no chão
sonha com o anjinho
 vem lhe visitar
 lhe faz um carinho.

Desperta sorrindo
e viu...se enganou...
se foi um anjinho?!
pra o céu já voltou...

*soninha**

Crianças, o inverno está pertinho de chegar, vamos começar
 as campanhas para arrecadar roupinhas quentinhas 
para agasalhar as criancinhas de rua.

beijinhos de luz!

16 de mar de 2016

Nanda Quer Voar


A minha priminha Nanda vivia falando para uns e outros que o seu sonho era voar, voar bem alto, tocar as nuvens com as pontinhas dos dedos para levar à boca e sentir qual o seu gostinho.

Tanto a Nandinha desejou, que asas não lhe cresceram mas ela foi levada aos ares, bem alto e bem distante, por alguns balões amarrados num forte barbante.

A menina tentou...tentou...e não é que deu certo?!

Amarrou alguns balões, segurou-os com firmeza e, de um morrinho alto, mas não tão alto que pudesse lhe machucar, ela pulou:
_ UM....DOIS....TRÊS.....VAPT!!
  Lá se foi a Nandinha flutuando pelo ar como se fosse uma nova espécie de ave.
E por falar em ave, a Nandinha levou um grande susto quando viu  alguns passarinho se aproximando....se aproximando...e se eles resolverem bicar os balões?! - pensou a menina.

Os passarinhos não bicaram os balões mas ficaram meio assustados com aquela ave tão diferente dele.

Nandinha passeou...passeou...viu aves, tocou nas nuvens e levou os dedinhos à boca para murmurar.

_ hummmmm...que delícia! Tem  gostinho de nuvem!

A menina se encontrou com a cegonha carregando um bebê, passou pertinho de um avião, lá do alto ela viu as estradinhas cá embaixo, as águas dos rios e dos mares, as plantas, e achou tudo muito lindo.


Nandinha já havia resolvido que era hora de retornar do passeio quando escutou a sua mãezinha chamando-lhe na porta do seu quarto:

_ Nanda...Nandinha...Ô filhinha, está na hora de acordar para ir para a escola.

A menina espreguiçou-se, pulou da cama e saiu cantarolando:
" Eu sou uma avezinha
que gosta de voar...
Se eu não criar asinhas
no balão vou me agarrar...!

Pararatibum bum bum
Pararatibá bá bá
Eu sei que nos balões,
agarrada eu vou, voar...."

Eu sei que nos balões,
agarrada eu vou voar...

Eu vou voar!
Eu vou voar!
Eu voouuuuuuu
vvooooaaarrrrrrrr!!!!


*soninha*
beijinhos carinhosos...

10 de mar de 2016

O Cãozinho Pupi


Pupi é um cãozinho que vive na casa de uma família 
muito bacana onde todas as pessoas gostam muito dele.

O cãozinho também gosta de todos, mas ele tem um carinho 
todo especial por Nina, a caçulinha da família.

Quando Vanessa, a mãe de Nina vai sair para as compras, 
ela deixa Nina com a babá, uma moça muito educada e carinhosa, 
a Ritinha, mas o pupi não sai de perto da babá, 
e onde ela vai com a criança, ele vai atrás.

Um dia a mãe da criança saiu, como de costume, 
deixando as crianças com a babá. 

Esta ficou um pouco impaciente porque os maiores 
estavam desarrumando a casa, e puxou a Nina pelo
 bracinho, com uma certa indelicadeza. 

pupi vendo aquilo, pulou sobre a babá e parou a sua 
mão com os seus dentes, mas não chegou a morder.

Ritinha, vendo que pupi não havia gostado da maneira como 
ela tratou a criança, pediu desculpas ao cão afagando a sua
 cabeça e lhe dando um petisco, mas foi preciso ela 
prometer que nunca mais agiria daquela maneira.

Pois é! O pupi ficou segurando a mão da babá 
e só largou depois que ouviu a sua promessa!

Este é pupi com a Nina e ele deixa um au au 
com muito carinho para todas as criancinhas 
que passarem por aqui...

*soninha*

beijinhos com carinho...

8 de mar de 2016

Papai do Céu!


Papai do Céu me proteja
Me livre de todo mal
Prometo,vou ser bonzinho
Como nunca se viu igual

Proteja minha mãezinha
E o meu querido paizinho
O meu cãozinho "vifredo"
E o "pipi" meu gatinho

A minha pró Graziela
E a vovó Mariquinha
Ela fica meio zangada
Mas já está tão velhinha!

Olhe por todas crianças
As que vivem pela rua
Dormindo pelas calçadas
Sonhando à luz da lua.

Papai do Céu eu lhe amo
No meu coraçãozinho
Seja a luz da minha vida
A iluminar meu caminho!

*soninha*

beijinhos de paz!

7 de mar de 2016

Joias de Infância


Aninha, a filha caçula de Rosa e Miguel, com apenas dez aninhos de idade era muito curiosa e sonhava em abrir uma caixinha que a sua mãezinha guardava bem guardadinha dentro da gaveta do seu armário.

Um dia ela não conseguiu segurar a sua curiosidade e perguntou:

- Mãezinha, o que você guarda naquela caixinha que está na gaveta do seu armário?

- Quem lhe disse que há uma caixinha na gaveta? perguntou a sua mãezinha.

- Eu vi mãezinha, quando você abriu a gaveta naquele dia em que eu estava com você no seu quarto esperando para ir ao aniversário da Lili, lembra?

- Lembro Aninha, lembro. 
Naquela caixinha eu guardo as minhas joias que seu pai  me deu de presente durante todos estes anos, e escondo para não perder e se aparecer um ladrão ele não roubar. 
Não fale para ninguém está bem?

- Ah! tá bom mamãe, eu não vou contar pra ninguém .

Os dias se passaram e uma certa tarde a mãe de Aninha entrou no seu quarto e a viu sentadinha no chão remexendo algumas coisas que havia dentro de uma caixa. 
Dona Rosa então perguntou:

- O que você está remexendo nesta caixa Aninha?

- São minhas joias mamãe, eu guardo aqui para ninguém pegar; respondeu a menina.

- Posso ver filha?!

- Claro mamãe, chegue mais pertinho mas tenha cuidado para não estragar nada. E a menina foi entregando para a sua mãe as lindas joias que lhe pertenciam e ela guardava tão zelosamente:



- Um usrinho bem velhinho de pelúcia, um palhacinho, um livrinho de histórias cheio de desenhos coloridos, uma caixinha vazia de chicletes, um pauzinho de pirulito, um resto de casquinha de sorvete, um sapatinho de boneca, uma bonequinha de pano bem sujinha, um chocalho de bebê já quebrado, uma argolinha azul e mais outras bugigangas.

Dona Rosa se emocionou ao ver as joias da sua filhinha e prometeu que também guardaria segredo para que ninguém soubesse onde estavam. Seria um segredo entre as duas, mãe e filha.

Os tesouros de mãe e filha permaneceram bem guardadinhos para sempre pois mãe e filha souberam guardar bem guardadinhos os seus segredos.



*soninha*

beijinhos de alegria

6 de mar de 2016

A Hora do Lanche

Lila e Lulinha são dois irmãozinhos muito unidos que  adoram brincar de pega-pega, esconde-esconde, pega-varetas e outras brincadeirinhas para crianças. 
Eles também adoram a hora do lanche, principalmente se a mamãe deixa que eles escolham o que querem lanchar. 
Os pequeninos amam sorvete! Princialmente se estiver coberto com chocolate, morango, cremes e cerejas. 
Hoje a mamãe deixou que Lili escolhesse o lanche e ela foi exigente: 
- Quero sorvete e bem grandão! 
A mamãe serviu um sorvete bem caprichado aos baixinhos e perguntou: 
_ Vocês querem lanchar sorvete a semana toda? 
** CLAROOOO!!!! - responderam os dois a uma só vez. 
_ Então vocês terão o sorvete mas se prometerem uma coisinha...falou a mãezinha. 
** O QUÊ? - perguntou Lulinha. 
_ Vocês não vão mais deixar brinquedos esparramados pela casa, eles devem ficar arrumadinhos na sua caixa, está bem assim? - perguntou dona Nina a mãezinha dos baixinhos. 
** Está ótimo mami! - gritaram juntos, Lili e Lulinha. 
Lili e Lulinha nunca mais deixaram os brinquedinhos pela casa e todos os dias saboreavam deliciosos sorvetes no lanche. 
Eita coisa boa! 
E você, como deixa os seus brinquedinhos?  
Arrumadinhos na caixa ou esparramados pela casa? rsrs.... 
Aprenda com Lili e Lulinha... 
Arrume-os na caixa !
*soninha*
beijinhos carinhosos.

5 de mar de 2016

Brincando de pega-pega


As travessas joaninhas brincavam de pega-pega lá no alto de uma planta quando escutaram o barulho de um trovão...era um barulhão bem alto que fazia medo...
BRRUUMMM....BRRÃÃÃOOO....

As joaninhas assustadas começaram a correr rapidinho para chegar na sua casinha, quando uma delas falou:

_ Que bobagem correr; nós temos asas, por que não voamos?

- É mesmo, respondeu a outra; então vamos apostar quem chega primeiro?

E lá se foram elas voando ZZZUUUMMMMMM.....ZZZUUUUMMMMM.... bem rapidinho, aceleradas para ver quem chegava em primeiro lugar.

Chegaram juntinhas, ao mesmo tempo!

Entraram na sua casinha onde a mamãe estava esperando-as com um delicioso lanche bem quentinho para que não ficassem gripadinhas.

As joaninhas lancharam e foram dormir juntinhas, na caminha elas faziam planos para novas travessuras quando a chuva parasse.

Assim são as joaninhas pequeninas e felizes que nunca deixam de brincar e nunca ficam tristes.

Elas deixaram docinhos para vocês, e disseram que voltarão outro dia. 



*soninha*

beijinhos tutti frutti

4 de mar de 2016

Os Dois Irmãozinhos


Eram dois gatinhos irmãos muito amigos que nunca se separavam. Iam juntos para a escola, tomavam banho no rio onde brincavam com os peixinhos dourados, saíam para as compras e até dormiam juntinhos na mesma caminha.

Era o nico e o neco. 

O nico era mais velho, maior e amarelado; o neco era mais novinho, menor e escurinho.

Curiosos eles perguntavam aos pais:

- Por que nascemos com a nossa cor diferente?

Os pais respondiam, sorrindo:

- Porque nós queríamos assim: uma amarelinho e um escurinho.

Eles não se importavam por serem diferentes, o que eles queriam saber era porque acontecia de existirem tantos gatinhos com cores tão diferentes...

Um dia, na aula, a professora dona gatonilda falou para eles:

** Não se preocupem com estas coisas mais difíceis. 

Quando vocês estiverem mais crescidinhos vocês irão 
aprender tudo isto e irão ver como é simples...

Agora, é hora de brincar e aprender o mais fácil.

Os gatinhos felizes com a resposta da professora, fizeram suas 
tarefinhas do dia e foram brincar de pega-pega com os coleguinhas.

Quando a aula terminou eles foram para casa e, no caminho, 
se sentaram na grama e ficaram conversando.

Neco, abraçado pelo irmãozinho, pergunta:

- Você gosta de mim?

* Claro, meu irmão! Eu lhe amo muito e vou 
lhe proteger sempre, respondeu nico.

Feliz com a resposta do irmãozinho o gatinho neco falou baixinho:

- Obrigado meu irmão, muito obrigado, jamais me esquecerei disto.

Os dois gatinhos foram para casa, despreocupados e 
felizes por se saberem amados e protegidos.

Ao chegarem em casa entraram cantarolando 
e ouviram os pais falando;

- Estes dois são tão amigos!

Hummmmm...
é muito bonito ver dois irmãos tão unidos!

É mesmo, falou o pai ron ron ron...


*soninha*
beijinhos de luz.

Não dê armas às crianças!!

Não dê armas às crianças!!