Estamos de volta!!

Estamos de volta!!
O Inverno Chegou...

9 de abr de 2011

Uma Criança Chamada Ternura


Lucinha era uma criança linda,meiga e inteligente, a filha caçula de dona Maria e seu José, e tinha oito irmãozinhos,todos do sexo masculino. Em sua casa era muito engraçado quando se reuniam em torno da mesa para as refeições, ou na sala para conversarem,ou mesmo quando saíam a passeio,nove varões e apenas duas mulheres.

A menina e a mãe sorriam muito mas se sentiam como se fossem rainha e princesa e todos eles fossem seus vassalos.

Houve uma época na vida desta família,que a situação financeira estava um pouco ruim e até a comida era pouca.Tinham que dividir e redividir o pão, o leite,o feijão e o arroz para que não ficasse nenhum deles sem alimentar-se, mesmo que pouquinho.

Lucinha ficava imaginando uma maneira de ajudar a família a sair daquela situação e,depois de muito pensar ela encontrou a sua maneira de ajudar. Ela iria orar todos os dias, antes das refeições,agradecendo a Deus por aquele pouquinho que eles recebiam e rogar pelos que nada tinham.

A ideia da menina foi bem recebida pela família, e seu José chegou a comentar com a esposa:

- Nossa filhinha é um anjo.Tão pequenina e nos dando tão bela lição de amor e gratidão a Deus e à vida.

- É verdade! falou a mãe com os olhos marejados de lágrimas.

O horário das refeições se tornou um momento especial para a família pois todos agradeciam pelo pouco que estavam desfrutando e rogavam pelos que nada tinham, e assim se sentiam felizes pois sabiam que Deus estava escutando as suas súplicas e que um dia as coisas melhorariam na vida de todos.

Enquanto as coisas não mudavam,Lucinha vivia a espalhar carinho e alegria por onde passava e as pessoas encantadas com a menina passaram a chamá-la de Ternurinha.

Os pais da menina viviam como se estivessem no céu por compartilharem a vida com uma criança tão especial,a sua filha Lucinha ou... Ternurinha!

A menina não se dava conta do bem que estava espalhando entre as pessoas e,na sua simplicidade agia como se fosse um anjinho vindo do céu para iluminar a vida de todos.

Um dia a vizinha bateu à porta da sua casa, ela estava no seu quarto se preparando para ir à escola  e escutou a conversa entre ela e sua mãe:

- Ternurinha está aí,dona Maria?

- Está sim,dona Ziza,quer falar com ela?!

- Não, eu vim apenas trazer este bolinho de chocolate para ela pois sei que ela gosta.A senhora entrega a ela e diz que foi a Ziza quem mandou.

- Muito obrigada vizinha! Eu entrego,sim e darei o seu recadinho.

Quando a vizinha se foi a menina foi até a sala e pergunto à mãe:

- Mãezinha,por que dona Ziza me chamou de Ternurinha?!

Dona Maria olhando a filha dentro dos seus lindos olhinhos lhe disse:

- Não é ela apenas que lhe chama assim,filha, é toda a cidade e o fazem porque você é a criança mais doce,mais educada,gentil e graciosa daqui.

Lucinha abraçou a mãe,deu-lhe um beijinho na face e saiu sorrindo e falando baixinho:

- Ternurinha...hummmm...Ternurinha....hahaha! Gostei deste apelido!


bjs,soninha

Postar um comentário

Não dê armas às crianças!!

Não dê armas às crianças!!