Estamos de volta!!

Estamos de volta!!
O Inverno Chegou...

9 de ago de 2011

Igor e o seu cãozinho chocolate



IGOR E O SEU CÃOZINHO CHOCOLATE

O sonho de Igor era ter um cãozinho marron para ele colocar o nome chocolate!

_ Por que chocolate? perguntavam seus pais.

- Porque eu adoro chocolate! respondia o garoto com os olhinhos brilhando de alegria.

No dia do seu aniversário os seus pais realizaram o seu desejo, deram-lhe o tão sonhado e desejado chocolate.

Era um chocolate meio diferente, não podia ser comido, latia, fazia xixi e cocô pela casa e adorava dormir debaixo do cobertor do menino.

Devagarinho Igor foi ensinando ao chocolate o lugarzinho certo de fazer xixi e cocô, a obedecer alguns comandos tipo sentar, deitar, levantar, correr, dar a patinha e alguns outros.

Igor não se cansava de agradecer aos pais pelo presente e lhes dizia:

_ Papai, mamãe, o chocolate vai crescer comigo e quando eu for rapaz e me casar eu levo ele comigo.

- Vamos ver...vamos ver...diziam os seus pais.

O que Igor não sabia é que a idade dos cães se conta de maneira diferente da nossa. Quando um cãozinho faz um aninho é como ele já tivesse sete, e quando faz quinze é como se tivesse mais de cem.

Os seus pais sabiam mas não falaram com o filho para ele não ficar triste.

O tempo foi passando, Igor crescendo e notando que chocolate estava ficando velho, pêlo esbranquiçado, alguns dentes caíram, o cãozinho já não brincava de correr e queria estar dormindo quase sempre, comia pouco, os olhinhos adoeceram com uma doença que o veterinário disse ser catarata e ele já não enxergava bem, trombava nos móveis e nas paredes , estava estranho.

Um belo dia Igor perguntou:

_ Mamãe, papai, por que o Igor só tem 10 aninhos e já está tão velhinho? Será que ele está doente?

Os pais aproveitaram e lhe explicaram o porquê, e o garoto ficou muito triste pois sabia que o seu chocolate tão querido não iria morar com ele quando ele casasse e tivesse os seus filhos.

Um dia, ao voltar da escola Igor não encontrou o seu amigo e, aflito, perguntou aos pais, já em prantos:

_ Mamãe, por favor, não me diga que ele se foi?!

- Sim, meu filho. Deus mandou buscá-lo logo depois que você saiu para a esola.

Igor, chorando, perguntou: 

_ Para onde vão os cachorrinhos quando morrem, mamãe?

- Para o céu, meu filho; para o céu! Lá tem um lugarzinho especial só para os animais .Fique sossegado que os anjinhos vão cuidar muito bem do seu chocolate.

_ Mas eu não posso vê-lo! disse o menino, desatando a chorar.

- Pode sim, falou a sua mãe. Durma bem cedinho que um anjinho vem lhe buscar e lhe leva para você ver o seu amigo.

Igor passou a dormir cedo na expectativa de visitar o seu amigo e nunca mais se deitou tarde e isto foi muito bom para a sua saúde e para a sua mãe que vivia ralhando com ele porque ele ficava vendo TV até tarde.

Quando dormia, um anjinho chegava devagarinho e lá iam os dois flutuando até o Cantinho dos Animais onde o chocolate brincava com todos os outros bichinhos.
O menino brincava, brincava com seu cãozinho e quando já ía amanhecendo ele se despedia prometendo voltar novamente. 
Chocolate, como se estivesse entendendo o que seu amigo falava, pulava ao seu redor  abanando o rabinho, lambia as suas mãos, numa alegria sem fim .Finalmente o garoto retornava enquanto o cãozinho voltava para o convívio dos seus amiguinhos.

Quando o menino acordava ela falava com a mãe:

_ Mãezinha, o anjinho me levou para visitar chocolate e ele está novinho, não é mais um cão velhinho, por que mamãe?

- Deve ser porque a água de lá faz este milagre, respondeu a sua mãe, às gargalhadas.
O menino também sorria enquanto saía para a escola perguntando à sua mãe:

_ Quando eu vou ganhar outro cãozinho?!

beijinhos
Postar um comentário

Não dê armas às crianças!!

Não dê armas às crianças!!