Estamos de volta!!

Estamos de volta!!
O Inverno Chegou...

17 de ago de 2011

O Elefante Bilau




O ELEFANTE BILAU

No Reino dos Animais havia um elefante muito curioso, o bilau, que todos chamavam "Detetive" porque ele costumava descobrir os mistérios que os outros não conseguiam descobrir.

Certa feita as águas dos rios que serviam para o consumo, estavam sujas, muito sujas e nenhum deles sabia o porquê.

Não era permitido tomar banho naquelas águas, nem lavar roupas, sapatos, carros, utensílios de casa etc; e por que as águas estavam tão sujas?

Bilau com a sua eterna mania de investigação resolveu procurar pistas que lhe pudessem dizer quem estava cometendo aquele ato tão vergenhoso.

O elefante "detetive" descobriu com a sua lupa, que havia enormes pegadas próximas às margens do rio e que pareciam ser de animais muito, muito grandes. Imaginou serem dos macacos gigantes que se escondiam nas montanhas, então pediu muito cuidado aos seus amigos pois todos sabiam que aqueles macacos eram bons porém não gostavam que lhes reclamassem sobre coisa alguma.

Depois de muito procurar pistas,bilau encontrou uma correntinha de ouro com três medalhinhas, que ele sabia muito bem de quem era.

_ Já sei! Já sei!- Gritou bilau, assustando todos os animais que estavam por perto.

" - Sabes o quê? - perguntou laninha a gatinha manhosa.


_ Quem está sujando as nossas águas, respondeu o "detetive".
@-  E quem é? - perguntou favo o ursinho pardo.

_ É o leão bacurau, aquele amarelão que vive nas montanhas.

# E estas pegadas tão grandes podem ser dele? - indagou fúlvia a macaquinha esperta.


_ Podem sim! Ele deve estar usando alguns sapatos bem grandes para nos enganar.

# E como você sabe que é ele? - voltou a perguntar a macaquinha.
_ Por esta correntinha que encontrei perto do rio, que é dele. Eu a reconheci pois já a vi no seu pescoço quando nós brincávamos uma certa tarde no ribeirão dos banhos, falou bilau dando pulinhos de alegria. Vamos ficar na tocaia que nós pegamos este malandro!

Os animais formaram grupos e ficavam dia e noite na espera a fim de confirmarem, ou não, se era mesmo o leão bacurau quem estava sujando as águas dos rios.

Certo dia, bem a tardinha,quando o sol se preparava para ir dormir deixando a terra escaldando de calor, o que eles viram?!
Sim! O leão bacurau. Ele mesmo!

Caminhava devagarinho com latas cheias de areia presas aos pés a fim de fingir que eram patas de animais gigantes, o danadinho chegou perto do rio retirou as latas e PIMBA! mergulhou com toda vontade....

= ALTO LÁ! - gritaram todos os animais, de uma só vez.


_ Saia imediatamente daí, falou bilau, o elefante detetive. Nós vamos dar-lhe um bom castigo para você não sujar, nunca mais, as águas do nosso consumo.


** Perdão amigos! Mil perdões! - gemia o leão bacurau, muito arrependido.

_ Amigos coisa nenhuma! Se você fosse nosso amigo, não faria uma maldade desta.- disse bilau, acrescentando: - por que você não se banha no reibeirão onde todos nós nos banhamos?

** Porque a água daqui é mais fresquinha, choramingou  bacurau .

_ Saia já, seu molenga! -gritou bilau.

O leão bacurau saiu da água morrendo de medo de levar uma boa sova dos amigos, mas estes não lhe bateram porém deram-lhe dois bons castigos:

- Ficaria dois meses a pão e água dentro de uma jaula, isolado, sem receber a vsita dos amigos e dos parentes;

- Quando saísse da jaula seria o responsável pelas praças do Reino, deixando-as limpas, organizadas, floridas e acolhedoras.

E assim foi!

O leão bacurau foi punido, não lhe sobrou tempo para outras travessuras erradas, e serviu de exemplo para que outros não fizessem a mesma coisa.

O castigo saudável educa!


beijinhos....

Postar um comentário

Não dê armas às crianças!!

Não dê armas às crianças!!