Estamos de volta!!

Estamos de volta!!
O Inverno Chegou...

27 de jan de 2014

Brincando na Chuva


O céu estava carregado de nuvens escuras ameaçando chuva. 

Homens, mulheres e crianças corriam a fim de chegarem nas suas casas antes do temporal cair. Algumas mulheres que se encontravam em casa buscavam recolher as roupas que secavam no varal e fechavam rapidamente as janelas para que as águas não molhassem os móveis.


Canários presos nas gaiolas cantavam alto como se implorassem que não os esquecessem do lado de fora pois corriam o risco de serem levados pelos ventos ou devorados pelos gatos que perambulavam pelos quintais nas noites escuras.


De repente raios iluminaram o céu e o barulho ensurdecedor dos trovões sinalizaram que ela, a tão esperada chuva, estava chegando.

Gotas pesadas de água caíam pela calçada, uma aqui outra acolá e, de repente foi como se todas elas se abraçassem a fim de formar um intenso véu de água cobrindo toda a cidade, lavando as ruas, enchendo lagoas, rios e riachos, molhando a plantação que há dias estava com sede e formando enxurradas onde as crianças colocavam os seus barquinhos de papel.


Algumas crianças desobedeciam os pais e corriam para se banhar na água que escorria das bicas de algumas casas, outras mais obedientes iam vestidinhas porém sem sombrinha e corriam para lá e para cá, risonhas, felizes, como se estivessem no paraíso, enquanto os pais gritavam inutilmente:


_ Crianças, voltem para casa, saiam da chuva senão vocês ficarão gripadas!!

Outros pais mais exaltados e ameaçadores gritavam esganiçados:

- Venham logo ou vou lhes dar uma bela de uma sova aí mesmo debaixo da água!!


As mães, mais pacíficas e conciliadoras falavam para os maridos:

- Deixa!! Deixa as crianças brincarem ora!! Elas estão com saúde, estão felizes, que mal faz??

- Fazer mal agorinha mesmo não faz, respondiam os pais exaltados, mas vamos ver amanhã se amanhecem gripados....Eu quero é ver!!


- Que nada!! Deus protege!! diziam as mães com uma pontinha de preocupação porém dispostas a não impedirem as crianças de curtirem aquela felicidade tão simples e pura.

Enquanto os pais conversavam as crianças se esbaldavam brincando na chuva, ensopados como pintinhos molhados e felizes como ninguém.


Aquela brincadeira eles levariam para sempre na sua memória, por toda vida.

Nada melhor do que ser criança e poder brincar com os amiguinhos de maneira pura e em harmonia.

Crianças, brinquem, mas obedeçam seus pais e educadores.

Pais e educadores, orientem as crianças mas sem serem muito rígidos, sejam compreensivos pois a infância passa rapidinho....


*soninha*

beijinhos de alegria
Postar um comentário

Não dê armas às crianças!!

Não dê armas às crianças!!