Estamos de volta!!

Estamos de volta!!
Com muitas novidades!

20 de fev de 2016

O Bosque dos Pirilampos


Era tardinha quando os três irmãos pediram à mãe para deixá-los passear no campo.A mãe temendo que escurecesse e eles se perdessem não consentiu mas eles desobedeceram, saíram sem o seu consentimento e estavam passando por muita dificuldade.

A noite estava mais escura do que o breu, não se enxergava um palmo diante do nariz e Joãozinho, Mário e Norminha estavam perdidos dentro desta imensa escuridão,tudo porque desobedeceram a mãe.

Norminha assustada começou a chorar abraçada ao Mário o irmão mais velho enquanto o Joãozinho pedia que ela se controlasse para não fazer barulho e com isto despertar os bichos que estivessem adormecidos e assim pudessem atacá-los.

Caminhando abraçados, bem devagarinho, aguçando a visão e a audição. bem atentos,tentavam encontrar uma cabana, uma luzinha qualquer que os conduzisse de volta à segurança do lar. 

De repente, a uma certa distância eles observaram um forte clarão iluminando uma área do campo. Guiados pelo brilho se encaminharam até a sua origem quando se depararam com um dos mais bonitos espetáculos da natureza.

Era um bosque de pirilampos!

Eles piscavam alternadamente,sem parar, iluminando toda a área como se muitos holofotes estivessem ligados.

Encantadas e boquiabertas as crianças sentaram-se sob os ramos de uma árvore frondosa e puseram-se a admirar aquela maravilha.Aos poucos eles relaxaram passando a conversar sobre os pirilampos:

- Por que eles piscavam? de onde vinha a sua luz? será que eles dormiam? e muitas outras indagações curiosas.

De repente um grupo formado por alguns pirilampos se aproximou deles e perguntou:

- Vocês estão precisando de ajuda?!

Espantados,entreolharam-se e assentiram,ao tempo em que balbuciaram:

- Sim,estamos perdidos e ansiosos para voltarmos para nossa casa.

-Não se preocupem, falaram os pirilampos.

Nós sabemos onde vocês moram e vamos levá-los de volta.

Os pirilampos se reuniram com mais outros a fim de iluminar a estrada o suficiente não permitindo tropeços nem quedas das crianças e seguiram rumo a casa deles. Ao chegar se despediram e pediram às crianças um favor como agradecimento.

- Crianças, nós lhes ajudamos e agora queremos pedir-lhes um favor:

- Não nos prendam dentro de frascos a fim de ficarem observando a nossa luz piscar porque fomos criados para vivermos em liberdade iluminando as noites escuras dos viajantes perdidos nas matas.

As crianças prometeram que nunca mais fariam isto e pediriam aos amiguinhos que também não o fizessem. Entraram bem devagarinho em casa quando foram surpreendidos pela mãe que os fuzilou com mil perguntas:

- Onde estavam? se perderam? com quem estavam ,fazendo quê? ...estas coisas de mãe!

- Calma mamãe,calma, falou Mário. 
Nós nos perdemos no bosque mas os pirilampos nos ofereceram ajuda e nos trouxeram até aqui.

- PIRILAMPOS! falou dona Rita. Cada dia vocês inventam uma história diferente...rs.

Deixa pra lá,disse Mário aos irmãos.Vamos lanchar e descansar. 

Viram como os adultos nunca acreditam nas histórias das crianças?! 

Acham sempre que elas estão inventando.

*soninha*

beijinhos de luz!
Postar um comentário

Não dê armas às crianças!!

Não dê armas às crianças!!