Estamos de volta!!

Estamos de volta!!
O Inverno Chegou...

2 de jan de 2010

ZEUS E O ANO NOVO



Gente, o Ano Novo de Zeus foi um sucesso total! Nunca a família do Toninho se divertiu tanto como na passagem do ano.

Durante o dia aquele rebuliço total de arrumações, preparo da ceia, convites de última hora para os amigos mais íntimos que moravam na mesma cidade e estavam longe dos seus familiares, escolha das roupas:branco,vermelho,amarelo,qual cor vestir para atrair sorte?! Enfim, uma verdadeira parafernália.

Finalmente chega a noite trazendo mais expectativas e euforia.Conversas se misturam nos cômodos da casa enquanto zeus observa a tudo e a todos com aquela carinha de alegria total, os olhinhos brilhando de felicidade imaginando que seria uma outra festa de natal e ele, provalvemente, iria ganhar mais uma coxa de peru,bem gostosa.

Ah! suspirava zeus!Tomara chegue logo a hora da ceia, pensava ele enquanto farejava o cheiro delicioso do peru que ainda estava no forno dourando mais um pouco.O que zeus não sabia e nem desconfiava era que naquela noite as coisas seriam bem diferentes...

Eis que está faltando apenas cinco segundos para que o Ano Velho ceda o seu lugar ao Novo que está ansioso para chegar. Zeus, desconfia de alguma coisa porque todos gritam ao mesmo tempo:

- cinco...quatro...três...dois...ummmm....e BUUMMMMMMMM!!!

Começam a espoucar os fogos, rolhas das garrafas de champanhe são lançadas numa velocidade incrível e uma delas passa de raspão por ele, que assustado corre para esconder-se por detrás da peça onde descansam os salgadinhos mas,sendo e espaço apertado a peça balançou com o peso do cão e lá se foram alguns salgados para o chão!

Enquanto durou a queima de fogos zeus corria de um canto para o outro com medo do barulhão que faziam, arfando com os olhos esbugalhados e a língua para fora da boca como se estivesse sem ar. Sem receber a atenção de pessoa alguma ele resolveu esconder-se debaixo da cama do seu amigo Toninho e ali ficou quietinho.

Terminada a queima de fogos todos dirigiram-se para a mesa a fim de iniciarem a ceia, quando Toninho deu por falta do seu amigão e perguntou:

- Mamãe, onde está Zeus?!

- Não sei, respondeu dona Ziza, dirigindo-se aos cômodos para procurá-lo, junto com o filho.Procura daqui, procura dali, finalmente chegam ao quarto do Toninho onde vão encontrar o cão todo encolhidinho e quieto debaixo da cama do menino.

- Vem cá amigão, vem cá! chama Toninho enquanto pega com carinho na pata de zeus.

O cão desconfiado saiu de debaixo da cama, quase se arrastando, colando-se ao corpo do amigo como a pedir proteção.

- Que e que é isso amigão?! Onde está o cão valente que eu conheço?! Estás com medo de que?!

Dona Ziza se adianta e fala ao filho:

- É assim mesmo meu filho, os cães possuem a audição muito sensível e, com certeza,o estouro dos fogos o incomodou assustando-o.

- Vamos zeus, vamos, falou dona Ziza acariciando a cabeça do cão. Tenho algo bem gostoso pra você. E lá se foram os três para a sala onde a ceia já havia começado com os demais da casa e os visitantes.

Zeus ganhou uma deliciosa coxa de peru assado que para ele estava mais gostosa do que a do natal porque veio acompanhada por muitos carinhos de todos que sorriam e se divertiam muito às suas custas, ou seja: às custas do seu medo.

Pois é, os cães são mesmo muito sensíveis ao barulho muito alto. Agora que o Toninho já sabe disto, quando as festas são acompanhadas por fogos, ele procura acalmar o seu cão com um carinho, um biscoitinho próprio para cães, uma palavrinha doce etc.

Foi realmente uma passagem de ano muito divertida!

bjs,soninha

Postar um comentário

Não dê armas às crianças!!

Não dê armas às crianças!!