Estamos de volta!!

Estamos de volta!!
O Inverno Chegou...

9 de dez de 2010

O GATINHO ATRAPALHADO



Era uma vez...

...um gatinho muito bonito porém muito atrapalhado,o seu nome era fofura.

Fofura nunca conseguia beber o leitinho que colocavam para ele,sem derramar quase todo pelo chão.
Quando saía na perseguição de um ratinho quem ficava encurralado era ele. Ele corria, corria atrás do ratinho e na hora de pegá-lo perdia a coragem e ficava a tremer com medo. 

Um dia fofura estava deitadinho na sua cama e teve um pensamento:

- Eu preciso mudar, pensou ele. Afinal de contas eu sou um gato e não posso ter medo de um rato, isto não é normal nem o certo. Amanhã mesmo eu vou pegar aquele ratinho que me encurrala nem que depois eu o solte ,pois não vou ter coragem de comê-lo.

Fofura dormiu pensando em um plano de como pegar o ratinho. Dormiu e sonhou....

- Lá vai o molóide...lá vai o medroso....gritava o ratinho que vinha correndo para cima de fofura, com muitos e muitos ratinhos atrás dele. Quando chegava pertinho do fofura o ratinho falava:

- psssiiuuuu...fique caladinho!




Fofura com medo, correu....correu....correu...e se escondeu debaixo da sua cama onde ficou encolhidinho, com os olhinhos fechados e os bracinhos apertados como se estivesse abraçando a si mesmo. Orava e pedia a Deus que aparecesse alguém para lhe salvar. De repente ele escuta a voz da sua mãezinha:

- Fofura...fofura...onde está você filhinho? Ela havia entrado no seu quarto e procurava o gatinho por todos os cantos e, de repente ela olha debaixo da cama e vê o filhinho todo encolhidinho choramingando:

- Socorro...socorro...me salvem.

A sua mãezinha notou que ele estava tendo um pesadelo, tocou nas suas perninhas com carinho e falou:

- Acorde filhinho...acorde que a mamãe está aqui.

Fofura abriu os olhinhos, viu que a sua mãezinha estava alí e que não havia nenhum ratinho, correu para os seus braços e a abraçou com carinho, falando-lhe:

- Obrigado mãezinha, você me salvou daquele ratinho mau.

- Que ratinho mau,meu filho? perguntou a sua mãe.

- O que estava me perseguindo mãezinha; a senhora não o viu não? falou fofura assustado.

- Você estava tendo um pesadelo filhinho, agora venha cá e vamos passear um pouquinho ao sol que é bom para a saúde, falou dona gata puxando-o para perto de si.

Fofura saiu de debaixo da cama e foi passear com a sua mãezinha, porém ainda assustado com medo de que o ratinho mau do seu sonho aparecesse de repente.Olhava para todos os lados e, tanto olhou que tropeçou numa pedra e caiu de cara dentro de uma poça de lama.

Ô que gato mais atrapalhado meu Deus, falou a sua mãe, dando risadas e levando-o para se lavar.


bjs,soninha

Postar um comentário

Não dê armas às crianças!!

Não dê armas às crianças!!