Estamos de volta!!

Estamos de volta!!
O Inverno Chegou...

25 de nov de 2012

Pais devem ter atenção ao sono da criança: roncos não são normais - A partir de 1 ano

A partir de 1 ano, roncos relacionados a adenoides ou amígdalas grandes começam a surgir. A adenoide cresce no fundo do nariz e não é possível enxergá-la a olho nu. Para seu diagnóstico, é necessário fazer endoscopias nasais (geralmente sondas bem fininhas) ou um raio X digital bem-feito. "É muito comum a criança com adenoides grandes ter também amígdalas grandes e isso causar paradas de respiração na criança, além do ronco", explica Ângela.

Outro fator relacionado ao ronco infantil e à apneia do sono é a rinite alérgica. Ela causa um inchaço na mucosa nasal, sinusites de repetição e respiração oral.

"Dizemos que no adulto é normal existir até cinco apneias (parada de respiração) por hora. Já na criança, nem uma apneia por hora é considerada normal", salienta a especialista.

O ser humano, quando nasce, é programado para usar o nariz para respirar e por isso, quando a criança começa a usar a boca para respirar e roncar enquanto dorme, observa-se o surgimento de problemas como mau hálito , infecções de garganta repetidas, rouquidão, piora de refluxo gastroesofágico. Nessas crianças, o uso da chupeta pode causar ou agravar problemas na arcada dentária e piorar o ronco.

"Sempre que houver ruídos respiratórios, roncos e apneias na criança, os pais devem informar o pediatra e o otorrinolaringologista/médico do sono para que seja realizado o diagnóstico e o correto tratamento do problema", finaliza ela.
Especialista em Medicina do Sono e Otorrinolaringologia, 
atua no Indaiatuba Day Hospital. Mestrado em Medicina do Sono. CRMSP 149513

beijinhos de paz...

Postar um comentário

Não dê armas às crianças!!

Não dê armas às crianças!!