Estamos de volta!!

Estamos de volta!!
O Inverno Chegou...

19 de abr de 2013

O Indiozinho Pepi


Pepi vivia na floresta numa linda aldeia onde todos viviam em harmonia. Os índios adultos caçavam, pescavam, arrumavam as ocas, armavam as redes e faziam fogueiras para aquecer a todos nas noites mais frias.

As mulheres ajudavam os homens nos trabalhos mais leves, cortavam a lenha, limpavam, tratavam e preparavam os peixes para alimentar a aldeia, cuidavam das crianças, faziam vassouras com as palhas dos coqueiros para limpar o terreiro, peneiras e cestos que usavam na aldeia.

Quando as chuvas se escondiam e a lavoura começava a morrer, os adultos se juntavam ao redor da fogueira cantando e dançando para os deuses pedindo que mandassem a "água do céu" para o milho, a mandioca,o jerimum e as outras plantas não morrerem.

Enquanto isso as crianças menores de sete anos,sentadinhas e quietas, observavam a fim de aprenderem como se dirigir aos deuses, as maiores podem participar.

Os deuses costumavam aceitar a oferenda da "dança da chuva" e, no terceiro dia,as águas escorriam do céu como se cantassem um hino de louvor à vida.

Pepi amava tudo aquilo. A sua vida era mágica, assim ele falava aos peixinhos com quem brincava quando se banhava no rio. O indiozinho conversava com a arara, sentava no casco da tartaruga para passear e subia no galho mais alto para brincar com os macaquinhos. Nada lhe faltava!

Um dia, os pais de Pepi lhe perguntaram: _ Filho, o que lhe falta para você ser feliz?

- Nada meus pais, disse Pepi, não me falta nada. Eu sou muito feliz aqui e não quero mais nada a não ser.....

_ A não ser o que filho? diga...

- A não ser um abração agora e depois um belo banho no rio!!

Os pais do Pepi abraçaram-no com amor e carinho e, de mãos dadas, correram para o rio onde mergulharam e ali ficaram brincando e sorrindo até a noite chegar.

Assim é a vida pura e feliz numa aldeia onde todos se amam e a felicidade está nas pequeninas coisas.


19 de abril: Dia do Índio


*soninha**

Postar um comentário

Não dê armas às crianças!!

Não dê armas às crianças!!