Estamos de volta!!

Estamos de volta!!
O Inverno Chegou...

28 de ago de 2013

ISTO SE CHAMA AMIZADE


Eles eram primos. Nasceram com seis meses de diferença e moravam próximos um do outro.

Desde pequenos, descobriram que eram muito parecidos. Falavam, gostavam e pensavam de forma muito semelhante.

Quando Marco fez 5 anos, Sidnei foi para a festa de aniversário dele. Era uma grande reunião de família. A casa estava cheia de primos, tias, sobrinhos.

Marco ganhou de um dos convidados uma maravilhosa coleção de bonequinhos de chumbo. Eram pintados com cores vivas e aos olhos da criançada, pareciam reais.

O aniversariante os pegou e mostrou a todos com orgulho. Tarde adentro brincaram as crianças juntas.

Na hora da saída, Sidnei enfiou todos os bonequinhos no bolso da calça. Eram tão lindos, que ele os desejou para si.

Fingindo naturalidade, foi saindo de fininho, encaminhando-se para a porta.

O que ele não sabia é que o bolso da calça estava furado e os bonequinhos caíram com estardalhaço no chão.

Os adultos se viraram para o garoto, com olhos acusadores. Sua mãe lhe lançou aquele olhar de O que você fez?

O garoto se sentiu acuado. Tinha vontade de sair correndo, de fugir, mas as pernas estavam pesadas. Pareciam pregadas ao chão.

Foi o pior momento de sua vida.

Então, o primo Marco veio em seu socorro. Colocou-se ao lado dele e com segurança, falou em voz alta e clara:

Eu dei os soldadinhos para ele.


Hoje, passados mais de 70 anos daquele dia, Sidnei e Marco continuam amigos. Mesmo que, crescidos, tenham seguido caminhos diferentes, prosseguiram a cultivar esse sentimento maravilhoso que nos faz florescer e se chama Amizade.

Quando recorda aquele dia da sua meninice, Sidnei pergunta:

De que outro motivo preciso para amar esse sujeito?

Adaptação de texto do Momento Espírita, com base na história O último calouro, de Seleções do Reader´s Digest de março/2000.


bjs,soninha
Postar um comentário

Não dê armas às crianças!!

Não dê armas às crianças!!