Estamos de volta!!

Estamos de volta!!
O Inverno Chegou...

4 de jan de 2011

A Cidade das Borboletas



Robson era um menino que se encantava com todos os animais,principalmente os insetos pequeninos e as borboletas. Ele falava para a sua mãe:

- Mamãe,eu vou estudar muito e vou me dedicar às borboletas.Quero conhecer tudo sobre a vida destes insetos maravilhosos e vou morar num lugar onde existam muitas borboletas.

A mãe,encantada com o amor do filho pelas borboletas, comprava muitos livrinhos que falavam delas, para que ele pudesse se distrair e aprender cada vez mais sobre aquelas formosuras.




Uma tarde ele estava deitado no jardim da sua casa, desenhando borboletas e sonhando com as mesmas, com os olhos abertos, quando de repente ele escutou o seu nome sendo chamado por uma vozinha suave qual um agodão doce:

- Robinho...Robinho...falava,com delicadeza aquela voz que ele ainda não sabia de quem se tratava.

O menino olhou ao seu redor e se deu conta de que estava sozinho, tendo como companhia uma única e linda borboleta amarela e azul,pousada numa folha à sua frente.

Robson olhou para a borboleta e se perguntou em voz alta:

- Será que é a borboleta quem está me chamando?

A borboleta ouviu o seu pensamento dito em voz alta e lhe falou:

- Sou eu mesma Robinho, eu vim aqui para lhe pedir um favor,pode ser?!

Robinho que era apaixonado por aquelas bênçãos divinas,respondeu encantado àquela visita inesperada:

- Peça o que você quiser minha amiguinha pois estarei sempre disposto a lhe atender.

A linda borboleta então lhe pediu, com a voz tomada pela emoção:

- Robinho, por favor não permita que os seus amigos e coleguinhas nos cacem pelos campos e nos prendam com alfinetes, dentro de caixas fechadas. Nós fomos criadas por Deus para voarmos livres e, embelezarmos a Natureza e polinizarmos muitas plantas.Por que então querem nos prender em caixas horrorosas com as nossas asinhas esticadas e presas com alfinetes?




Robinho sabia que ela estava falando a verdade pois ele conhecia muitos garotos que faziam aquilo,então ele respondeu-lhe bem sério:

- Eu lhe prometo,minha querida amiga que vou conversar com os garotos que agem assim e vocês não sofrerão mais as suas perseguições.

A borboletinha agradeceu, voou até o garoto, deu-lhe um suave beijinho na sua face e retornou para perto da sua família.

Robinho, a partir daquele dia, conversava muito com os garotos que caçavam as borboletas e,aos poucos eles foram deixando aquele hábito horroroso e as borboletinhas voavam em paz pelos campos.



Elas se multiplicaram e a cidade se tornou a cidade mais visitada  pelas borboletas.Eram tantas ,que deram à cidade o apelido de Cidade das Borboletas!

Nem foi preciso o menino mudar da sua cidade pois ali mesmo ele realizou o seu sonho de morar entre muitas borboletas...


Trabalhando: O Amor e o Respeito aos Animais!




bjs,soninha



Postar um comentário

Não dê armas às crianças!!

Não dê armas às crianças!!