Estamos de volta!!

Estamos de volta!!
O Inverno Chegou...

14 de jan de 2011

Petisco, o cão solitário



Era uma vez...

...um cão chamado petisco que vivia num abrigo para cães abandonados.

Muito antes de ser abandonado ele morava com uma família que tinha cinco crianças lindas, suas amigonas. Brincavam todos os dias com ele, levavam-no para passear no parquinho, davam-lhe um sorvete tão delicioso que petisco comia até a casquinha e o que é melhor, deixavam-no tomar banho na piscina todas às sextas feiras, dia em que era lavada e trocada a água.

Mas a vida de petisco mudou de uma hora para outra quando descobriram que ele estava ficando cego. O cão estava envelhecendo e a sua visão estava cada dia mais comprometida. Ele se batia nas paredes, não desviava dos móveis causando acidentes e até quebras de objetos e muitas vezes não via direito nem mesmo a sua vasilha de comida.

Quando isto aconteceu as crianças pediram aos pais que o levassem ao veterinário e assim foi feito. O veterinário,Dr.Ricardo disse-lhes que o cão estava com catarata e que precisava operar mas ele não tinha condições de operá-lo porque a sua clínica era apenas para consulta e o petisco teria que ser levado à cidade vizinha onde havia clínicas veterinárias mais especializadas.

O pai das crianças,sr.Luís se aborreceu muito, falou que não levaria e pronto;e que ele iria levar o cão para o abrigo a fim de ver se alguém o adotava.As crianças choraram,pediram,imploraram ao pai,à mãe,dona Virgínia, mas de nada adiantou pois o sr.Luís estava decidido e assim o fez.

Na manhã seguinte seu Luís levou petisco para o abrigo enquanto as crianças se debulhavam em lágrimas, entraram em greve de fome por vários dias,mas o pai não cedeu e o petisco ficou mesmo no abrigo.

No abrigo,petisco vivia triste e isolado dos outros animais;recusava a ração a maior parte do tempo e isto foi preocupando o supervisor do abrigo que teve a brilhante ideia de fazer um cartaz com a frase: "Quer ser meu amigo"? que colocou nas costas do cão deixando-o pertinho ao portão onde as pessoas poderiam vê-lo quando ali passassem.

Durante vários dias ninguém se aproximou,mas numa bela manhã de sol um senhor idoso tipo um vovô,se encantou com o petisco e entrou no abrigo para ver de pertinho aquele cão tão solitário e carente.Conversou com o supervisor que o informou da doença do cão mas mesmo assim ele não se incomodou e disse:

- Vou levá-lo assim mesmo! Não tem nada não meu amigo,eu também tenho catarata e sei muito bem o que é isso.Eu vou cuidar dele e ele vai cuidar de mim...e deu uma risadinha feliz.

O petisco foi levado pelo vovôzinho e foram muito felizes numa casinha humilde porém cheiinha de amor,compreensão e paz!


Trabalhando:O Amor aos Animais e o Respeito à Velhice.


bjs,soninha


Postar um comentário

Não dê armas às crianças!!

Não dê armas às crianças!!