Estamos de volta!!

Estamos de volta!!
O Inverno Chegou...

24 de ago de 2009

** As aventuras de paquita **




Paquita é uma cadela linda,dócil,de cor negra com um pêlo brilhante,que ama muito os seus filhotinhos e os de outros animais.Mora em uma fazenda bonita onde tem riacho,gado,um pasto verdinho e a sua dona gosta muito dela: dona Rosinha.

Certa tarde após amamentar os seus filhotes,deixou-os acomodados dentro da cestinha pois ainda eram muito pequeninos e foi passear pelo campo.Ela adorava correr na grama verdinha, deitar e rolar. Brincava de pega-pega com os gatinhos mas nunca os maltratava, corria com baleia a cadela da vizinha que era sua amiga, roía o osso que sempre deixava escondido em um buraco que ela mesma fazia,debaixo de um jabuticabeiro carregado de frutas redondinhas e escuras:as jabuticabas.

Uma tarde após brincar, tomar banho no riacho e roer seu osso ela deitou debaixo da árvore para descansar e dormiu. Sonhou que estava em um outro mundo onde as pessoas não brigavam nem maltratavam os animais, não havia cães vadios de rua e nenhum animal passava fome.

Quando ela estava no melhor do sonho caíram duas jabuticabas no seu focinho, ela se assustou e pôs-se de pé rapidamente. Resolveu que não dormiria mais pois poderia escurecer e ela tinha que ir ver os seus filhotes.Voltou para casa ligeirinha.

Ainda no terreiro,antes mesmo de entrar na casa, ouviu a voz de dona Rosinha a falar:
-paquita minha amiga, venha cá que eu preciso de um favor seu!

Paquita não entendia o que a sua dona lhe dizia mas sabia que devia se apresentar à ela e foi ligeirinha, colocando-se aos pés de dona Rosinha olhando-a com um olhar de interrogação como se estivesse a perguntar o que ela desejava.

Dona Rosinha alisou a sua cabeça com carinho e perguntou:
-Minha amiga, você pode me ajudar na criação destes porquinhos que encontrei perto do curral?! Só precisa você dar um pouco do seu leite para eles.

Paquita, como se tivesse entendido o que a sua dona lhe disse, dirigiu-se para perto dos porquinhos olhando-os e cheirando-os com carinho.

A sua atitude fez dona Rosinha entender que ela iria cooperar.

Voltou a acariciar-lhe falando-lhe com ternura na voz:
-Eu sabia minha amiga que você não se negaria a ajudar.

Como dona Rosinha pressentia que os porquinhos estivessem famintos, jogou um pano que trazia nas mãos no chão onde paquita se acomodou e permitiu que os porquinhos mamassem à vontade.

Vocês devem estar curiosos para saber se os filhotes de paquita não se aborreceram com estes irmãos-de-leite?! Claro que não!! Eles, tão pequeninos não entendiam o que estava se passando mas dona Rosinha teve que ajustar direitinho os horários a fim de não cansar muito paquita e não haver a possibilidade dos cachorrinhos brigarem com os porquinhos.

Alegre, dona Rosinha acariciou paquita e meigamente falou:
-Deus lhe pague minha amiga.

Eu vou reforçar a sua ração para você ficar bem forte e poder amamentar a todos os filhotes sem prejuízo para a sua saúde.Paquita abanou o rabo como se estivesse entendendo e o seu semblante parecia estar sorrindo de felicidade por mais esta prazerosa responsabilidade.



bjs,soninha

O Senhor é bom para todos, e as suas misericórdias estão sobre todas as suas criaturas."
Salmos 145:9


imagem: http://planetavegetariano.blogspot.com/2009.....

Postar um comentário

Não dê armas às crianças!!

Não dê armas às crianças!!