Estamos de volta!!

Estamos de volta!!
O Inverno Chegou...

14 de jun de 2010

** O SONHO DE LULINHA **


** O SONHO DE LULINHA **


Lulinha era filho único, um garoto tímido,de pouca conversa com os pais,colegas e alguns poucos amigos que ele tinha.Aos treze anos de idade era franzino,com um brilho mortiço de tristeza nos olhos,que nunca os abandonava.Como não tinha irmãos acostumara-se a brincar sozinho com os carrinhos feitos com latinhas,caixas de fósforos vazias e pedaços de madeira que o seu pai ajuntava para este fim.A família era pobre e,com muita dificuldade, fazendo um servicinho aqui e outro alí o seu pai conseguia colocar o pão à mesa enquanto a sua mãe cuidava das tarefas da casa e fazia biscoitinho de polvilho para vender pelas portas.



Lulinha alimentava um sonho desde que começara a frequentar as aulas de catecismo na igrejinha do povoado .Queria conhecer Jesus.Sonhava em encontrá-lo para sentar no seu colo igualzinho as imagens que ele via no seu livrinho de orações.




Quando eu encontrar com Jesus,pensava Lulinha,eu vou me sentar no seu colo e vou pedir pra ele melhorar a nossa vida.Ver se ele consegue um emprego para o meu pai e um lugar onde eu possa fazer algum serviço leve,ganhar uns trocados e ajudar a minha mãe; assim ela poderá descansar um pouco.

Luizinho sonhava...e sonhava! Sonhava com os olhos abertos e sonhava dormindo.

Certa noite ele sonhou encontrando Jesus e Ele lhe pedia ajuda.Falou que estava abandonado na pracinha da igreja,há alguns dias,sofrendo com fome e frio e ninguém parava para conversar com ele e Lhe ajudar.Pediu que Lulinha fosse lá antes de ir para a escola e levasse um pouco de alimento pra ele e um cobertor pois durante a noite o frio era intenso..

Lulinha acordou impressionado com o sonho que fora tão real! Arrumou-se para ir à escola e pediu à sua mãe que reforçasse no lanche pois ele amanhecera disposto.Perguntou à mãe se ela tinha um cobertor velho que ele queria doar lá no abrigo dos velhinhos pois as noites estavam muito frias e a professora havia contado durante uma aula que os idosos estavam passando maus bocados com o frio.

A mãe dele,dona Aninha,feliz com a alegria e a bondade do filho colocou um cobertor meio surrado dentro de um saco e entregou ao filho junto com o lanche reforçado,desejando-lhe boa-sorte na sua escola.

Saiu Lulinha para o colégio,muito feliz porque iria encontrar Jesus.Passos ligeiros e lá estava ele na pracinha olhando pra todos os lados em busca de Jesus e nada de vê-lo!

Será que eu me atrasei e Ele foi embora ou será que alguém resolveu levá-lo pra casa? perguntava-se Lulinha quase chorando quando de repente ele avistou um garoto magrinho,pálido,roupas velhas,sujas,rasgadas ,pés descalços,comendo sobras de comida espalhadas pelo chão.

Lulinha se aproximou do menino ficando muito triste e penalizado com a situação em que ele se encontrava, olhou para o céu e falou:



- Jesus,meu amigo,me desculpe mas eu vou dar o seu lanche e o seu cobertor para este amiguinho aqui que está precisando muito.Outro dia eu lhe trago o seu tá? Entregou o saco com o lanche e o cobertor ao garoto e foi para a escola sentindo uma estranha e linda felicidade.

Após a aula,já noite quando ele se recolhia para dormir,fazia as suas orações e pedia a Jesus mais desculpas por haver dado as suas prendas ao menino,deitou-se adormeceu e voltou a sonhar com Jesus.

Desta vez Ele lhe disse com suavidade:

- Muito obrigado Lulinha!Obrigado pelo lanche que matou a minha fome e pelo cobertor que está me aquecendo muito.

Lulinha pensando que Jesus estivesse zangado com ele,lhe respondeu:

- Jesus,eu já lhe pedi desculpas,o Senhor está zangado comigo?

- Não Lulinha,de maneira alguma.Eu estou lhe falando sério.Você realmente me socorreu. Acaso você não se lembra das lições de catecismo quando eu digo assim:

- ..Toda vez que socorrerdes a um necessitado a mim estarás socorrendo!

Xiiii! Eu nem pensei nisto,falou Lulinha sorrindo e tocando na mão de Jesus enquanto Ele o carregava nos braços beijando-o na face e dizendo-lhe:

- Não se esqueça nunca mais que você estará comigo toda vez que estiver com alguém que esteja sofrendo qualquer tipo de necessidade..Dito isto Jesus deitou Lulinha na cama,se despediu e partiu deixando atrás de Si um rastro de luz perfumada.

Lulinha despertou pensativo e a partir deste dia passou a visitar os lugares onde havia pessoas carentes de alimento,roupa,sapato,remédio e uma palavra de carinho e atenção.

Ah! ele contou tudinho a sua mãe mas ela não acreditou. É sempre assim, os adultos nunca acreditam no que as crianças falam. Não sei porquê?!


bjs,soninha
Postar um comentário

Não dê armas às crianças!!

Não dê armas às crianças!!