Estamos de volta!!

Estamos de volta!!
O Inverno Chegou...

24 de mar de 2012

AS SEMENTINHAS MÁGICAS

Ilustração: Monica Carretero

Num Reino muito distante, o povo vivia revoltado porque o rei havia decretado que pessoa alguma poderia ter ou comprar livros e as bibliotecas e escolas seriam fechadas para que ninguém pudesse ler ou mesmo vir a aprender a ler.

Neste reino havia uma garotinha muito esperta que vivia a imaginar um meio de enganar o rei e conseguir livros para ela e para o povo.

Esta menina era a Flavinha.
Ela dizia em alto e bom tom para que todos escutassem:

_ Que rei é este meu Deus do céu! 
Onde já se viu proibir que se aprenda a ler?!

Quem a escutava dizia:

- Flavinha...Flavinha...tenha cuidado pois se o rei lhe escutar falando assim ele vai lhe castigar.

A menina se irritava com o medo das pessoas, subia nas árvores e gritava:

_ Onde já se viu um reino sem livros?! 
Um reino de súditos ignorantes que nem sabem conversar direito.
Quero ver o rei me castigar! Quero só ver!!

O rei já havia tomado conhecimento das atitudes da garotinha mas não  fez nada porque ele adorava crianças e jamais se imaginava castigando uma sequer, por mais que não lhe respeitasse.

Certa vez, ao subir numa árvore para falar mal do rei, Flavinha encontrou uma lagartinha que lhe falou:

** Flavinha, minha amiga, eu lhe dou o maior apoio e vou lhe ajudar a mudar esta situação.

_ Como lagartinha?! 
Como você vai me ajudar?!

** Preste bem atenção, disse a lagartinha.
Quando você terminar o seu falatório, ao descer,você irá encontrar algumas sementinhas mágicas que ao serem plantadas germinarão e crescerão plantas carregadas de livros.

_ Você está zombando de mim, lagartinha! 
Onde já se viu nascer livros em plantinhas?

** Bem, falou a lagartinha: as plantinhas que darão livros só crescerão se você acreditar.
Se você ficar duvidando,as sementinhas não germinarão e as plantinhas não crescerão e o reino ficará sem livros, para sempre.

A menina parou o seu discurso e ficou sentadinha no galho da árvore,pensativa, a se perguntar:

_ Será mesmo verdade o que a lagartinha me disse?! 

Depois de muito pensar ela falou em voz alta:

_ Eu acredito sim! 
Se não fosse verdade por que a lagartinha iria inventar esta história?

Flavinha desceu cuidadosamente da árvore, com receio de passar por cima das sementinhas e,de súbito, lá estavam elas. 
Eram sementinhas que brilhavam quais pedrinhas de diamantes as quais foram, por ela, cuidadosamente recolhidas 
No dia seguinte,em segredo, Flavinha se dirigiu à floresta onde lançou as sementinhas.

O solo da floresta era muito bom, a chuvinha fresca e o sol ajudaram na germinação das sementinhas e, dentro de pouco tempo as plantinhas começaram a crescer carregadinhas de livros.

O rei, tomando conhecimento do que havia acontecido, se rendeu diante da menina e a elogiou pela sua capacidade de saber o que quer e lutar por isto.

Emocionado com a atitude da criança o rei a convidou para cuidar da biblioteca do reino, que foi reaberta e ajudar a reorganizar as escolas, para onde foram levados muitos dos novos livros que haviam nascido na floresta.

Até hoje nascem livros na floresta e muitas sementinhas se encontram espalhadas pelo mundo para que nunca faltem este precioso amiguinho.

beijinhos de alegria

Postar um comentário

Não dê armas às crianças!!

Não dê armas às crianças!!