Estamos de volta!!

Estamos de volta!!
O Inverno Chegou...

26 de set de 2009

Minha querida bonequinha!





O sonho da Aninha era ter uma bonequinha para brincar.Via todas as suas coleguinhas segurando a sua no colo e somente ela não podia ter uma. A sua família não tinha muito recurso, não podiam gastar com bonecas ou não comprariam alimento para todos.

Um dia Aninha viu a sua coleguinha Lulu embalando uma coleção de bonequinhas rosas. Puxa vida! Suspirou Aninha. Umas têm tantas e outras não têm nenhuma. Ai meu Deus do céu! Quando eu vou ter a minha bonequinha?! Por favor meu Deus! Eu sou obediente, estudiosa, amiga de todos, carinhosa, será que eu não mereço uma?!


Deus escutou o lamento da Aninha, foi até a casa da sua madrinha e falou baixinho no seu ouvido:

- Rosa , a sua afilhada Aninha deseja muito uma bonequinha para brincar e os seus pais não podem comprar, você sabe disto. Andei pensando: já que as suas filhas têm tantos brinquedos, será que você não pode lhe dar uma, mesmo usada?!

Rosa que estava descansando na sua cama luxuosa, sacudiu a cabeça e falou em voz alta:

- Por que será que lembrei da Aninha agora se nem está perto do seu aniversário?! Me deu uma vontade de lhe dar um presentinho! Ah! Já sei, vou lhe dar a bonequinha que Marilu não quer mais. (Marilu era a filha mais nova da Rosa).

Rosa deu um pulo da cama e completou:

- Vou logo levar esta boneca antes que a Marilu chegue da escola e dê um "xiliquinho" para eu não levá-la. Dito isto ela se arrumou ligeirinho, pegou a bonequinha no baú de brinquedos da sua filha colocou dentro de um saco plástico e rumou de carro para a casa da Aninha.Quando chegou a sua afilhada estava na porta da casa brincando com um carrinho feito com caixas de fósforo,vazias.

Quando Aninha ouviu o barulho do carrro se aproximando deixou o carrinho no chão e correu para perto de casa com medo de ser atropelada mas ao reconhecer a sua madrinha ela gritou:

- Manhêêê!! Vem cá que a dinda chegou!

O seu rostinho brilhava de alegria! A visita da sua dinda significava pra ela que era dia de ganhar um doce ou quem sabe um brinquedo?!

Mas não era Natal, nem Dia das Crianças nem seu aniversário, lembrou Aninha, então desta vez não vai ter presente. Que pena!!

Rosa desceu do carro com o saco contendo a bonequinha e falou em voz alta para que toda a vizinhança escutasse:

- Vem cá Aninha! Vem ver que boneca linda eu trouxe para você!!

Aninha correu na direção da sua madrinha, beijou a sua mão já com os olhinhos cheios de lágrimas de felicidade. Finalmente teria a sua boneca! Seria dela,apenas dela e poderia brincar a hora que quissesse com ela.

Recebeu das mãos da sua dinda o saco, retirou a bonequinha, abraçou-a chorando e falando-lhe:

- Ó dinda,como estou feliz!! Deus lhe abençoe!

Dito isto ela agarrou a sua boneca e saiu correndo para mostrá-la a todos os seus amigos. Já correndo ela se voltou e gritou à sua madrinha:

- Dindaaaaa!!! Ela vai se chamar "rosinha"!

E saiu em correria.

Rosa também se emocionou pois nunca imaginou que uma simples bonequinha usada e abandonada num baú de brinquedos pudesse fazer uma criança tão feliz!






bjs,soninha

Postar um comentário

Não dê armas às crianças!!

Não dê armas às crianças!!