Estamos de volta!!

Estamos de volta!!
O Inverno Chegou...

7 de jul de 2010

** A ÁRVORE MÁGICA **



** A ÁRVORE MÁGICA **


No Reino Encantado havia uma árvore onde cresciam frutos que saciavam a fome espiritual das pessoas ;não falo da fome de alimentos que nos empanturram e nos deixam muitas vezes sonolentos e com o estômago pesado,falo da fome da alma que nos torna inquietos,entediados e muitas vezes infelizes.

Os frutos que cresciam nesta árvore mágica saciavam a fome de:alegria,esperança,paz,luz,felicidade,amor e tudo que nos torna um pouco mais feliz.Se alguém estava desesperançado colhia um frutinho verde que lhe renovava imediatamente a esperança após ser comido;e a pessoa passava a olhar a vida e os seus problemas com outros olhos, os da esperança.

Quando a tristeza entrava e tomava posse da alma de alguém,ele colhia um frutinho vermelho,era o da alegria que imediatamente mudava o seu humor ao ser ingerido.

O fruto da bondade era azul, o da paz era branco, o do amor era verde água e assim eram os frutinhos,para cada um deles uma cor diferente.

O frutinho do perdão era dourado e era o mais bonito de todos!

Ao redor da árvore mágica havia sempre muitas pessoas colhendo dos mais variados frutos,cada qual procurando saciar a sua necessidade. O fruto que mais era colhido era o fruto indicado para ganhar dinheiro e acumular riquezas,ele era roxinho com pontinhos pretos e nem era bonito,mas como ajudava a ficar rico todos colhiam e comiam muitos deles de uma só vez.Algumas pessoas até ficavam empanturradas e morriam de indigestão antes de enriquecerem,talvez porque a ganância fosse demais...

Somente os frutos dourados não eram colhidos com frequência.Durante a noite a árvore mágica parecia transformar-se num grande luzeiro por conta dos frutinhos dourados do perdão que brilhavam na escuridão chegando a iluminar quase todo o Reino Encantado.

Embora existisse esta árvore no Reino Encantado com frutos tão valiosos que ajudavam muito as pessoas a enfrentarem a vida com todas as suas dificuldades,elas viviam brigando umas com as outras.Havia muitos falatórios sobre a vida alheia, muitas atitudes de vingança por pequeninas coisas e as pessoas estavam quase sempre com o semblante fechado como se estivessem imaginando fazer algo de ruim com outrem.

Certo dia o Rei observando aquela situação de caras fechadas,falatórios e tudo mais,entendeu que estava faltando o perdão entre as pessoas e por isto elas viviam tão angustiadas e com o semblante tão carregado.Imediatamente o rei decretou que todas as pessoas,crianças adultos e idosos eram obrigados a partir daquela data, a comerem dois frutinhos dourados pela manhã antes do café,dois no almoço e dois no jantar,e que ninguém pensasse sequer em desobedecer as suas ordens pois seria severamente punido.

A partir daquele dia a árvore mágica passou a ser fiscalizada pela guarda do palácio real que observava se as ordens do rei estavam sendo cumpridas.As pessoas traziam uma cadernetinha onde era registrada cada colheita do frutinho dourado do perdão,que era comido na presença da guarda real e,ao final do dia a cadernetinha forçosamente teria três brasões carimbados.

O tempo foi passando,as pessoas foram se modificando aos poucos,ficaram mais felizes e esta felicidade transparecia nos seus rostos.Se tornaram mais generosas,conversavam mais uma com as outras,se esqueciam das ofensas que tinham sido vítimas e procuravam não ofender aos demais.

Quanto aos frutinhos dourados que eram consumidos,estes se multiplicavam cada vez mais!

Sim, quanto mais as pessoas os consumiam mais eles cresciam  na árvore mágica e esta mais e mais iluminava o Reino Encantado.

Era a mais bela magia...


bjs,soninha
Postar um comentário

Não dê armas às crianças!!

Não dê armas às crianças!!