Estamos de volta!!

Estamos de volta!!
O Inverno Chegou...

25 de jul de 2010

A TEMPESTADE


A TEMPESTADE

A tempestade estava violenta naquela tarde de sábado tornando as crianças inquietas dentro de casa porque não podiam sair para brincar,não podiam ligar a TV nem brincar com o vídeogame pois a mamãe não deixava temendo a atração dos raios que,lá fora,iluminavam aquele final de tarde,muito escuro.


No justo momento em que eles se aproximaram da vidraça um raio caiu sobre uma árvore partindo-a ao meio e isto causou-lhes um intenso arrepio de medo.Afastaram-se ligeiro da vidraça,fecharam as cortinas e foram sentar no sofá da sala onde ficaram bem juntinhos e calados. Lá fora a chuva caía com toda força mais parecendo que milhares de toneis de água estavam sendo derramados sobre a cidade.

O vento furiosamente agitava a cabeleira das plantações como se fosse um gigantesco pente a desembaraçar todos os fios deixando-os livres e soltos para formarem novos e mais modernos penteados.A tempestade era ao mesmo tempo assustadora e bonita.




Carolina,uma linda menina com cinco aninhos,cada vez mais assustada perguntou a sua mãe:

-  Mamãe,você pode mandar parar estes raios,trovões e a chuva? Você é sempre tão boa,mãezinha...

- Oh! minha filhinha,falou dona Rosinha, só quem pode parar a tempestade é Deus,eu não posso não.

- Então pede a ele mamãe, telefona para ele e fala que sou eu que estou pedindo.

- Está bem,vamos ,todos nós, telefonar para Ele e pedir que pare a tempestade?

- VAAAMMMMOOOOSSSSSS...gritaram Carolina,Tati, Lula,Roger e Mary! Pega o telefone mami,gritou Mary!

Venham todos aqui que eu vou lhes ensinar como falar com Deus.falou a mãezinha com um risinho nos lábios.

Quando as crianças se aproximaram ela os colocou sentadinhos um ao lado do outro e lhes falou:



- Quando queremos falar com Deus nós não usamos telefone.

- NNNNNãããããooooooooooo???? 

Perguntaram com ares de assustados. O que fazemos então?

- Nós simplesmente falamos com Ele o que desejamos,com respeito,voz baixinha e muita confiança de que Ele está nos escutando e, se for possível, nos atenderá.

Aaaahhhhhh!!! 

Suspiraram,as crianças, fechando os olhinhos, juntando as mãozinhas junto ao peito e falando:

- Papai do Céu, será que o senhor pode parar esta tempestade para a gente poder brincar? e ficaram quietinhas ...esperando!

- Pronto! falou a mãe, agora é esperar.

Passaram-se mais umas duas horas e a tempestade cessou completamente porém deixou muita água passando à porta da sua casa o que lhes permitiu colocar muitos barquinhos de papel para deslizar na forte enxurrada.Dentro dos barquinhos eles depositaram algumas balas com bilhetinhos para serem levadas às crianças que moravam um pouquinho mais abaixo, 

Nos bilhetinhos eles diziam: 
- Amiguinhos: quando tudo voltar ao normal vamos empinar pipa?!



"Falar com Deus é fácil, é só confiar"!

bjs,soninha
Postar um comentário

Não dê armas às crianças!!

Não dê armas às crianças!!