Estamos de volta!!

Estamos de volta!!
O Inverno Chegou...

19 de jul de 2010

O REI E A VARINHA MÁGICA


O Reino Mágico era guiado por um rei muito sisudo que vivia a lamentar-se por causa da sua enorme barriga de "glutão".Por mais que a rainha e a princesa lhe pedissem que comesse menos a fim de diminuir a barriga, mais ele se empanturrava de mil e uma guloseimas.

Uma tarde de inverno o rei passeava pelas alamedas do palácio ,com a cabeça baixa olhos fixos no chão e o pensamento voando alto em busca de uma solução para o seu afitivo problema.

- Já não aguento mais a barriga, dizia de si para si.Nem posso mais amarrar os cadarços das botinas e nem cortar as unhas dos pés sem pedir ajuda! falava em voz alta quando avistou uma varinha dourada sobre um banco debaixo de um caramanchão.Parecia ter sido esquecida ali,por alguém. Pé ante pé o rei se aproximou do banco e tocou na varinha com delicadeza ao  tempo em que escutou uma vozinha suave:

- Por favor majestade,faça três pedidos segurando-me nas suas mãos e eu atenderei todos eles.

O rei assustado perguntou: 

- Quem está falando? É você mesmo varinha?!

- Sim majestade,sou eu mesma,respondeu a varinha docemente.Pode confiar em mim.

O rei tomou a varinha nãs mãos,fechou os olhos e ficou pensativo pois não podia desperdiçar pedidos,assim pensava ele.O primeiro ele já sabia qual seria, a sua barriga.E os outros dois? Pensou...pensou,pensou muito enquanto acariciava a varinha entre os dedos e,depois de alguns preciosos minutos,falou:

- Varinha, eu teria muitos e muitos desejos se você me permitisse mas,como não é possível eu lhe direi os três que você me autorizou.

- Primeiro, desejo que a minha barriga se torne uma barriga normal; que esta gordura toda desapareça e eu volte a ser elegante como era nos meus tempos de juventude.

- Segundo, desejo que,toda vez que eu for comer demais ou algo que faça a minha barriga crescer você faça  com que desapareça das minhas mãos e vá para as mãos das criancinhas que gostariam de comê-las mas não podem comprar.

- Terceiro,peço-lhe que não falte cobertores,agasalhos e lenha para todos os que padecem frio e não podem comprar por falta de dinheiro;que todas as criancinhas tenham brinquedos e lanches quentinhos para se divertirem dentro de casa;que as escolas funcionem sempre com tudo que há de bom e de melhor;que os pais parem de brigar principalmente na frente das crianças;que aos bichinhos de estimação nada lhes falte;enfim,que todos vivam em igualdade sem carências principalmente de amor e atenção.

Desejo que meu reino seja um Reino de Paz e Harmonia!

O rei sentiu uma leve tontura e quando abriu os olhos a varinha não mais estava entre os seus dedos,a sua barriga não estava lhe incomodando e,ao olhar viu-se como quando ele era ainda mais jovem.Voltou para o palácio exultante dirigindo-se à rainha e à princesa para mostrar-lhes o "milagre".

Contou-lhe tudo o que sucedera e elas puderam constatar que era verdade quando viram a transformação ocorrida não só na barriga do Rei como em todo o Reino,em tudo que ele falara.

Foi assim que o Reino Mágico se tranformou num Paraíso Mágico,graças a um rei que pensava não apenas em si mesmo mas,sobretudo,nos que ali viviam.Todos ficaram sabendo do que acontecera entre o rei e a varinha mágica e passaram a respeitá-lo ainda mais por saberem ser o mesmo um rei justo e voltado para o povo.

Muitos e muitos anos se passaram,ele ficou velhinho e foi  morar perto de Deus em outro Reino mas nunca foi esquecido pelos que aqui ficaram e lhe sucederam.

bjs,soninha
Postar um comentário

Não dê armas às crianças!!

Não dê armas às crianças!!