Estamos de volta!!

Estamos de volta!!
O Inverno Chegou...

8 de nov de 2010

O RATINHO PREGUIÇOSO




Era uma vez...

...uma família de ratos que tinha Dom ratão como o seu chefe,Dona rata era a mãe que cuidava da  família, e quatro ratinhos, seus filhinhos amados.

Cada ratinho tinha um jeitinho de ser e de viver. O mais velho,migo, gostava de ajudar o pai quando ele saía para trabalhar numa fábrica de cordões para cortinas; a segunda,uma linda ratinha, miga , preferia ficar em casa ajudando a mãezinha a arrumar a casinha e fazer a comida; o terceiro, nonô , era brincalhão mas ajudava a mãe quando precisava buscar água na fonte e nos trabalhos mais pesados como rachar a lenha e subir nas árvores para colher frutinhas.

E o quarto filho?!

Ah! o quarto filho , mano, tinha o apelido de preguicildo porque não gostava de fazer nada; passava os dias na rede balançando-se e até mesmo na hora de se alimentar ele tinha preguiça de levantar-se.

Um dia Dom ratão e Dona rata chegaram em casa felizes e falaram para os filhos:

- Amanhã nós iremos ao parque de diversões, passaremos o dia por lá, descansando e brincando.

Os ratinhos pularam de alegria enquanto preguicildo olhando para eles com a carinha amassada de muito dormir  falou:



- Hãn...hum...hein?! O que mesmo?

Migo, miga e nonô abraçadinhos e ensaiando uma dança responderam:

- Vamos ao parque de diversões amanhã! quer ir seu preguicildo?

Mano esfregou os olhinhos, pulou da rede e gritou:

- Claro! Eu também vouuuu!!! e saiu pulando na direção dos irmãozinhos.

A mamãe rata falou bem alto:

- Calma lá mocinho! Você não vai não.

- Por que mamãe? porquê?! -perguntou o ratinho com a carinha triste e os olhinhos já cheios de lágrimas.

- Porque você é muito preguiçoso;você só sairá quando aprender a se levantar desta rede e ajudar a sua família.Dona rata disse isto e saiu cantarolando.

No dia seguinte foram todos para o parque de diversões menos o ratinho preguiçoso que ficou sozinho e chorou muito, arrependido por ser assim e não poder sair com a família.

Quando os seus pais e irmãos chegaram do passeio, alegre, felizes, falando sobre os brinquedos nos quais brincaram, sobre os lanches e tudo de bom que viram no parque, o ratinho preguiçoso tomou uma decisão e falou para os seus pais:

- Papai, mamãe, a partir de hoje eu quero ajudar vocês em todos os trabalhos. 

Os pais ficaram muito felizes, deram-lhe um forte abraço e todos foram dormir agradecendo a Deus por aquela decisão do ratinho preguiçoso.




Desde então, todos trabalham na família dos ratinhos e nunca mais chamaram o mano de preguicildo.

A preguiça, realmente, não serve para nada e quando ela chegar perto de nós, devemos falar assim:

- Vá embora dona preguiça que eu não gosto de você...(rs)!


bjinhos....

Postar um comentário

Não dê armas às crianças!!

Não dê armas às crianças!!