Estamos de volta!!

Estamos de volta!!
O Inverno Chegou...

16 de out de 2009

AS AVENTURAS DE ZEUS: O OSSO MÁGICO! / soninha




Era um domingo ensolarado quando os pais de Toninho resolveram sair um pouco para se distrairem. Levaram o garoto e deixaram zeus tomando conta da casa.O cão ficou meio triste, uivou tão alto quando a família saiu que o seu uivo podia ser escutado na outra rua ao lado. O Toninho ouviu o seu lamento enquanto o carro se distanciava e pensou em retornar para ficar com o amigão, mas os seus pais não permitiram.

Lá se foram eles passear no zoológico enquanto zeus se lamentava sozinho.

Não tendo nada para fazer, zeus se deitou na almofada, adormecendo imediatamente.Sonhou que se encontrava passeando na fazenda e que havia encontrado um osso enterrado juntinho a sua árvore predileta. Tudo aconteceu ao acaso! Ele brincando de escavar a terra com as suas fortes unhas, encontrou aquela beleza!

Era um osso diferente dos ossos de verdade. Era bem maior,de uma cor esbranquiçada, um cheirinho e sabor diferentes.Ele mordia, era macio e se partia com facilidade sob os seus dentes. Ah! Como era gostoso! Seria um osso mágico?!



Enquanto zeus se deleitava com o osso,no sonho, a família estava regressando à casa. Zeus estava roncando, revirando os olhos e lambendo o focinho como se estivesse saboreando algo bem gostoso, quando a família chegou e o Toninho entrou gritando:

- Amigão! Amigão! Onde você se escondeu?! Vem cá ligeiro amigo que tenho uma surpresa para você! Vem logo, vem!

Zeus acordou sobressaltado,meio zangado por terem interompido o seu gostoso sonho e correu ao encontro do garoto se colocando aos seus pés com o rabo balançando. Era a imagem viva da alegria, e tudo porque o seu dono havia chegado.

Toninho abraçou zeus e falou ao seu ouvido:

- Olha amigão o que eu trouxe para você! Dá uma cheiradinha, dá! E colocou o osso próximo ao focinho do cão.

Era um osso extamente igual ao do sonho, pensou zeus. Pelo menos tinha o mesmo formato, a mesma cor, só faltava comer para saber se o sabor era igual.Será que era de brinquedo ou o Toninho iria lhe dar para comer?! Pensou zeus,desconfiado.



Toma amigão, toma que é todo teu! falou Toninho para o cão.

Zeus recebeu o osso com carinho e foi saboreá-lo lá na sua casinha. Foi mordendo devagarinho e aos poucos foi percebendo que era exatamente igual ao do sonho. Que bom! Onde será que o Toninho tinha conseguido o osso do seu sonho?! Será que ele tinha ido até a fazenda buscá-lo?!

Que importa! pensou zeus. O importante é que eu ganhei o osso dos meus sonhos! Suspirou e continuou a sua gostosa tarefa de comer o osso dos seus sonhos.

O que zeus não sabia era que aquele osso fora recomendado pelo veterinário pois servia para ajudar na limpeza dos dentes do cão! Até hoje ele pensa ter ganho um osso mágico.



bjs,soninha


Postar um comentário

Não dê armas às crianças!!

Não dê armas às crianças!!