Estamos de volta!!

Estamos de volta!!
Com muitas novidades!

30 de nov de 2009

O COELHINHO LIGEIRO


Pulando e saltando
bem ligeirinho,
com o rabo abanando...
lá ,vem o coelhinho;
ele salta e pula
mexe e remexe,
comendo a cenoura
e nunca esmorece.
Saltita ligeiro
lá no meu jardim
parece que ele
procura por mim
Espero por ele
ao pé da escada;
com uma cenoura
que está descascada
Chegou o coelhinho
saltando ,fagueiro;
pegou a cenoura
e correu bem ligeiro.
Quem vir o coelhinho
que saiu pulando,
fala pra ele
que eu estou esperando!

bjs,soninha

Passando rapidinho...

....apenas para deixar um alô!


Glitter Photos


bjs,soninha

**LISA E O ESPELHO**



Eu sou uma garota
Muito bonitinha
Amo o meu papai
E a minha mamãezinha


Tenho dois olhinhos
Um nariz e uma boquinha
É nela que eu sinto
O sabor da comidinha


Meu lindo cabelinho
É todo cacheado
Mas fica bem lisinho
Quando ele está molhado


Os meus lindos olhinhos
Enxergam as coisinhas
Enquanto os meus ouvidos
Escutam as historinhas


Minha boca é vermelhinha
Igual a um pimentão
Com ela eu vou te dar
Um monte de "beijão"


Os meus dois bracinhos
Podem te abraçar
As minhas perninhas
Graciosas vão brincar


Meus pés são ligeirinhos
Eles pulam amarelinha
E dançam bem certinhos
Ao som da vitrolinha


Agradeço ao bom Deus
Por ser tão perfeitinha
Mesmo sendo magricela
Com as pernas tão fininhas...


Assim sou eu... Lisa a bonitinha!!

bjs,soninha

MEU CÃOZINHO!



Meu cãozinho é tão branquinho
qual um tufo de algodão
e de tão carinhoso
conquistou o meu coração!

Fez-se dono dos meus dias
me cobrando atenção
enche a vida de alegria
me encanta sua afeição!

Se eu brigo ,ele cala
para logo de latir
parecendo, coitadinho...
que está a se ressentir!

É por isto que eu não gosto
de gritar com o meu cãozinho
pois ele gosta mesmo,
é de amor e muito beijinho!

Por favor meus amiguinhos
se vocês têm um cãozinho,
não lhes gritem nem lhes batam
mas lhes dêem muito carinho!


bjs,soninha

29 de nov de 2009

O LIVRO MÁGICO!

Mensagens de Amor





Os pais de Lucinha não possuíam muitos recursos e por isto a menina nunca havia recebido um presente na noite de Natal. 

Um dia ela estava sentada à porta da sua casa imaginando como seria bom ganhar um presente das mãos de Papai Noel, quando lhe apareceu um duende, aquele ser pequenino que vive nas florestas e lhe ofereceu um livro que ele trazia nas mãos, com muito cuidado.

Ah! duendinho, falou Lucinha! 
Eu não quero livro não! Exclamou ;eu gostaria mesmo era de ganhar um lindo presente no Natal, das mãos de Papai Noel.

O duende insistiu tanto que a menina resolveu aceitar. 

Não custa nada,pensou, e terei ,quem sabe,com o que me distrair na noite de natal e até mesmo afastar esta tristeza de mim. 

Lucinha guardou o livro na sua gaveta do armário, pensando em ler na noite de natal.

Os dias se passaram e, finalmente chegara a tão sonhada noite para a criançada.

A menina meio triste, após o jantar despediu-se dos pais dizendo que estava com muito sono. 

Os pais entristecidos cumprimentaram-lhe sabendo que ela estava mesmo era triste por não ter uma árvore de natal, doces e presentes. 

Mas o que eles poderiam fazer?! Falaram entre si. Nada poderiam fazer contra o destino que Deus havia dado para eles. 

Trabalhavam tanto! Desde a manhã à noitinha mas a pobreza tinha sido a fiel companheira deles até ali.

Enquanto isto Lucinha,no seu quarto,pegou o livro que o duende lhe presenteara, recostou-se nos travesseiros e abriu-o. 

Ah! Qual não foi o espanto da menina quando,ao abri-lo,percebeu uma luz irradiando das suas páginas, atraindo-a para dentro dele.

A princípio a menina assustou-se mas aos poucos deixou-se arrebatar pelo encantamento daquela maravilhosa viagem através de um mundo novo,para ela, e inteiramente mágico.

Conheceu palácios, reis e rainhas, príncipes e princesas, fadas,bruxas e muitos animais exóticos, todos festejando o nascimento do menino Jesus. 

Era Natal naquele paraíso para onde ela tinha sido transportada!

Festejou junto a todos a noite com que tanto sonhara, ganhou presentes das mãos de Papai Noel e adormeceu sobre as nuvens mais próximas da lua onde ela se banhava em um intenso mar de prata.Mas,como tudo tem um começo e um fim, assim também foi a viagem da menina por este Reino Mágico. 

Pela manhã, a mãe a encontrou adormecida sobre a cama com um livro aberto nas mãos,de onde emanava uma sutil luz azulada e ela estampava no rosto um delicado sorriso como se estivesse a ver anjos.

bjs,soninha


O NATAL ESTÁ SE APROXIMANDO....



Mensagens de Amor



Tomara que Papai Noel não se esqueça de nenhuma criança!

bjs,soninha

JUQUINHA MEDROSO




A cidade estava adormecida, todas as casas com as suas portas e janelas fechadas e a população dormia. em cidade do interior, quase sempre dorme-se mais cedo e o Juquinha já estava deitado na sua caminha cochilando.


De repente ,o menino escutou um barulho meio estranho,assustou-se abriu os olhos, remexendo-se na cama, gemeu baixinho como a se perguntar: -o que será isto?!



Sentou-se na cama, pensou em chamar os pais pois estava muito assustado mas ficou com receio de acordá-los, não ser nada grave e perturbar o sono dos seus "velhinhos", como os chamava carinhosamente.Imaginou até mesmo que poderia ser um monstro muito perigoso e colocaria em risco a vida dos seus velhinhos.



Não, ele não iria chamá-los! Decidiu.Vou olhar pela janela pra ver se há alguém lá fora.



Abriu um pouquinho a cortina e espiou lá fora, através da vidraça. Tudo aparentava estar quieto, os latões onde se colocava o lixo estavam no mesmo lugar,murmurou Juquinha mas...parece que o menor está se movimentado.Será que tem alguém escondido dentro dele?! Se perguntou,com medo.



Ele estava tão assustado que não viu o seu gatinho pertinho dos latões de lixo. Sim! Foram todos dormir e esqueceram do janjão na rua.

Que maldade!



Juquinha ficou, por um tempo olhando através da vidraça quando escutou um miado que lhe era familiar: MIIAUU....MIIAUU



Ué!Será o janjão? perguntou-se o menino.

Janjão miou mais alto e caminhou em direção à casa como a pedir: -abre a porta que eu quero entrar pois aqui está frio e ruim longe de você.

Juquinha respirou fundo e falou baixinho: -Que alívio!



Quando Juquinha abriu a porta, janjão entrou correndo e a partir daquele dia o menino não dormia sem ter certeza de que o seu amiguinho já estava acomodado na sua caminha.

Pela manhã Juquinha contou o que havia acontecido,aos seus pais ,mas eles não acreditaram não?!

Por que será que os adultos sempre duvidam das histórias das crianças?!

bjs,soninha

DOMINGO...DIA DE DESCANSAR...

IAGlitterFly.com - Customize and Share your images


...Com muita paz e grandes realizações sob as bênçãos de Deus!

bjs,soninha

28 de nov de 2009

CHUVA COLORIDA



Chuviscos da cor da rosa
Vermelhos,azul anil
Os últimos retratando
Lindo céu do meu Brasil!


Gotinhas da cor do sangue
Chovendo pela calçada
Enquanto os pingos roxinhos
Deixavam a terra molhada


Amarelinha, excelente
Tonalidades douradas
Lembrando com exatidão
O cabelinho das fadas


Uma chuva tão bonita
Juro que eu nunca vi
Até gotas violetas
Respingaram por aqui...


Eu acho que o arco-íris
Se desmanchou e caiu
Porque,todos estão dizendo
Que ,do céu,ele sumiu!


bjs,soninha

27 de nov de 2009

A MARIPOSA



Voando ao redor da lâmpada
que se encontrava acesa
queimou,coitadinha,as asas...
Caiu em cima da mesa!

Vários dias acamada

sem conseguir levantar-se,
coitada da mariposa...
Pensei que não mais voasse!

Com muito repouso e remédio,

suas asas ficaram curadas
e agora ela só voa
se a lâmpada está apagada!

Coitada da mariposa!

bjs,soninha

O GAFANHOTO GULOSO


O gafanhoto guloso
Comia...comia...comia...
Comia tantas folhas
Deixava a árvore vazia

Os galhos sentiam frio
Com a falta que as folhas faziam
Enquanto o gafanhoto guloso
Comia...comia...comia...

Um dia o tal gafanhoto
Errou ao morder o "bocado"
Comeu um pedaço do tronco
Coitado, ficou engasgado!

E assim este mau gafanhoto
Que as folhas, todas, comia
Caiu desmaiado no chão
Enquanto chovia...chovia!

bjs,soninha

UM PEDACINHO DO CÉU



Comprei um pedaço do céu
em mãos de São Joaquim;
guardei-o no meu chapéu.
Quero-o todo pra mim!


É lá que eu vou morar,
com todos os meus brinquedos;
onde eu vou me alegrar
e nunca mais terei medos!


Comprei um pedaço do céu
e venho lhe convidar;
deixe de andar ao léu
e venha comigo morar!

bjs,soninha


26 de nov de 2009

BOM DIA!

Gifs - Flash - Fotos e Videos Para seu Orkut


Desejo-lhes uma quinta-feira iluminada
com Deus a guiar os passos de todos!


bjs,soninha.

25 de nov de 2009

JULIANA...



Juliana é uma garotinha muito teimosa e gosta de desobedecer as orientações que seus pais lhe dão. Dona Ritinha e seu Jaime alertaram para ela não se distanciar de casa para não se perder na floresta. Ela obedeceu?! Nãnãnão!

Juliana aproveitou a saída dos pais para o trabalho e lá foi ela entrando pela floresta sem o menor cuidado de memorizar o caminho para o retorno.Caminhando distraidamente ela chegou pertinho de uma casa que julgava ser da sua amiga Lorena. Bateu à porta e gritou:- Ló, ô Ló, vem cá Lorena! É Ju!

Ficou esperando alguns minutos ao tempo em que continuava chamando a amiga. Pensou ter escutado sons de passos se dirigindo à porta, parou de chamar a amiga e esperou.

UAU!! Gritou Juliana quando a porta se abriu e ela viu uma família de ursos segurando um ursinho pela mão.


A menina saiu correndo sem saber para que lado se dirigir pois estava perdida. Sentou-se numa pedra e começou a chorar quando viu o ursinho se aproximando dela.Tentou esconder-se mas não sabia onde?! Esperou com o rosto escondido nas mãos e os olhos fechado.

O ursinho chegou até ela e falou;
- Não chore não Ju, eu vou lhe socorrer.

- Ué, você fala?! E como você sabe o meu nome?!

- Falo sim ,Ju. Mas só falo com as crianças pois têm o coração puro e sei o seu nome porque você falou quando gritava por sua amiga pensando que ela mora aqui.

- Ah! Sei, sei. E você sabe onde eu moro?!perguntou Juliana ao ursinho.

A sua casa eu não sei não, mas sei onde mora a sua amiga Lorena. Eu lhe levo até lá e vocês seguem juntas até a sua casa. Tá bom assim,indagou o ursinho?!

- Está ótimo, falou Juliana enquanto o abraçava e beijava .Este, avisou aos pais que ia levar Juliana até a casa da sua amiga Lorena e voltaria logo.

E assim ele fez!

Na porta da casa de Lorena despediram-se prometendo amizade eterna.Juliana chamou pela amiga que veio abrir a porta onde a encontrou sorridente a lhe contar uma história de um ursinho que a tinha levado até ali,mas, até hoje Lorena não acredita nesta história que ela considera fantástica.

Ninguém acreditou na história de Juliana mas ela vai,todas as semanas, à casa do ursinho levar-lhe um pote de mel.Nunca faltou uma só semana.

É! Os ursos adoram mel!

bjs,soninha


24 de nov de 2009

** QUE SONINHO...**



Quando o sono vai chegando,

meus olhinhos ficam pesados

Me acabo... bocejando,

só desejo estar deitado!


A caminha está distante?!

Durmo em qualquer lugar

A mamãe vem,num instante,

ligeirinha, me pegar!


Me coloca na caminha,

me cobre com o cobertor;

Me olha com uma carinha...

É o retrato do Amor!



Devagar, dá-me um beijinho,

ajeitando o meu leito;

dormindo, sinto o carinho

que jorra do seu peito!


A mamãe é o meu anjinho,

me protege e me guarda

É a luz do meu caminho

-Sentinela na estrada!


Vou dormir meus amiguinhos,

meus olhinhos estão pesados;

durmam com os bons anjinhos

- e Jesus, bem ao seu lado!


bjs,soninha

23 de nov de 2009

PAPAI NOEL NORDESTINO!

Pegue o seu no Magia Gifs!



Devagar, se chega longe! (rs)

bjs,soninha

A CONVERSA DAS SEMENTINHAS


Duas sementinhas passeavam em um jardim...

Uma delas sorria alegremente.Enquanto a outra era triste.A sementinha feliz resolveu indagar o que estava acontecendo.Descobriu que a sementinha estava triste por se sentir seca,com medo de não mais poder florescer.Resolveu ajudá-la.

A sementinha feliz começou a relatar pra outra que ela sempre procurava um lugar fresquinho,onde pessoas cuidavam do seu jardim.

Por outro lado também tinha sementinhas que floresceram num lugar onde as vezes não passava ninguém e só contava com o auxilio da chuva.Teria que ter muita força pra virar uma plantinha.



A sementinha feliz falou pra sementinha triste que tinham que procurar alguém pra ajudá-las...De repente um lindo menino passeava por ali.

As sementinhas correram,mas,uma caiu logo a seguir e com muita sede quase não conseguia respirar.A outra tentou acalmá-la e pediu ajuda.

O menino rapidamente molhou a sementinha.
E prometeu que molharia as duas todos os dias.Então a Sementinha Feliz falava sempre pra outra que valia a pena ter esperança que ela tinha certeza que alguém ia cuidar delas e por isso ela era feliz.

O menino cumpriu sua promessa.


Um belo dia,o menino procurou as duas e não encontrou.Ficou tão triste!.De repente...

Duas vozes bem fininhas chamaram sua atenção.
Ele,olhou pros lados e viu duas folhinhas que se abanavam alegremente.

Suas folhinhas pareciam dois bracinhos querendo abraçá-lo.
Eram as duas Sementinhas que tinham brotado e que certamente cresceriam se tornando árvores lindas.



Gisis
Publicado no Recanto das Letras em 29/09/2009
Código do texto: T1837298

Viram que linda a historinha da poetisa e escritora Gisis? Vamos agradecer -lhe por nos ter encantado com esta linda historinha. Obrigada,menina!

bjs,soninha

22 de nov de 2009

A MENINA !



Como a brisa matutina,

alegre,gentil e feliz;

passou correndo a menina

- Só não caiu,por um triz!


Trazia o cabelo molhado,

Nas mãos uma linda flor

Com um leve ar de traquinas,

Transbordante de amor!


Um anjo lhe acompanhava,

Coladinho ao seu lado;

e, das suas travessuras,

ele sorria um bocado.


Distribuindo sorrisos,

espalhando gentileza;

no jarro pôs uma rosa

pra enfeitar sua mesa!


Colheu uma rosa vermelha,

e um ramo de jasmim;

juntou-os num laço de fita

- Deu de presente pra mim!



Seu nome ainda não sei,

mas isto pouco me importa...

Desejo que esta menina

Volte a bater na minha porta.


Se ela lhe abordar,

com o seu sorriso brejeiro

Pare pra lhe escutar

Pois, ela passa ligeiro!


Não perca a oportunidade

de ser feliz por um dia;

Pois esta menina transborda

- Paz, amor e alegria!



bjs,soninha

21 de nov de 2009

PICOLÉ DE GOIABA



Um picolé vermelhinho,

da cor da goiabinha;

chupei bem devagarinho...

Quem me deu?!

Foi a minha mamãezinha!




Só o palito não chupei,

e não dei pra mais ninguém;

lá no lixo eu joguei

e o seu papel também.



Mamãe fala para mim:

quando ele acabar

E tiver chegado ao fim;

o palito jogue fora.

-Não foi feito pra chupar!



Aos meus pais eu obedeço,

pois me mostram o caminho.

Eles dizem que eu mereço:

-Muito amor e o seu carinho!



Quem aos seus pais obedece,

fazendo o que eles dizem;

a sua bênção merece

-Vivem bem mais felizes!



bjs,soninha.

É isto aí gente! Obedecer,sempre!!




ANINHA E O SEU CÃOZINHO LILU



A
ninha adora brincar com o seu cãozinho lilu pois ele é muito inteligente e esperto.Eles correm ao redor da quadra, ela se esconde e ele vai procurá-la, brincam com a bola, se divertem muito...muito!

A menina ama atirar um brinquedo para lilu ir buscar, se divertindo muito porque ele demora bastante até encontrar o objeto que foi lançado.

Um dia, numa destas brincadeiras, Aninha lançou um osso e atiçou para que lilu fosse buscá-lo. O cão saiu correndo velozmente na direção em que o ssso fora lançado.

Aninha pacientemente ficou aguardando e nada de lilu aparecer.

De repente ela escutou o latido do cão, vindo da direção da cerca de um quintal. A menina correu para ver o que estava acontecendo e lá vem o lilu balançando o rabo com um objeto entre os dentes.

Mesmo distante dele Aninha percebeu que não era o osso. Se aproximou do cão e sabem o que ele carregava?!

- Um pé de sapato!

Sim, o lilu teve a audácia de pular a cerca do quintal de dona Marocas e pegar o sapato do seu netinho.

Aninha reclamou com ele ,enquanto ele balançava o rabo prometendo não fazer mais aquilo.

Por que será mesmo que o lilu pegou o sapato ao invés de pegar o osso?!

Querem mesmo saber?!

Ele pegou o sapato porque o osso caíra pertinho da casa do canzarrão da dona Marocas e ele ficou com medo do brutamontes e, para não decpcionar a sua amiga Aninha voltando sem objeto nenhum,ele preferiu pegar o sapato de Lula.

Aninha pediu desculpas à dona Marocas, devolveu o sapato, recebeu de volta o osso do lilu e foram brincar no parque bem distante dos quintais.

Assim que deve ser quando fizermos algo errado. Devemos pedir desculpas e não repetir a coisa errada.



bjs,soninha

20 de nov de 2009

JUCA, O MENINO TRAQUINA



A mãe de Juca havia saído para as compras quando o menino chegou da escola.Procurou a mãe e nada! Será que ela havia saído?! perguntou-se o menino.Não vendo ninguém em casa,ele foi até a peça onde se encontrava o vaso de biscoitos para pegar alguns,pois estava com fome.

Não é que Juca deixou o vaso preferido da sua mãe cair no chão?!

Isto mesmo! O garoto estava com as mãos úmidas, o vaso escorregou e..CRASHHH! quebrou em muitos pedacinhos.

- E agora?! Que é que eu vou fazer meu Deus do céu?!pensou o menino.

- Já sei! Eu vou colocar um outro vaso parecido com este, no mesmo lugar, quem sabe a mamãe nem vai notar?!

E assim ele fez. Pegou outro vaso bem parecido, que estava guardado no armário da mãe, colocou no lugar e ficou aguardando a reação da sua mãe.

Dona Zica chegou, falou animada com Juca e foi entrando em casa.De imediato ela notou a troca dos vasos. Voltou-se para o filho e falou:

- Você pensa que me engana hein,seu "traquinas'?! foi você,não foi?!

Juca, assustado, vendo que não poderia esconder da mãe, falou:

- Oh! mãe, me desculpa. As minhas mãos estavam úmidas e o vaso escorregou.

- Não tem nada não, disse a sua mãe, mas de outra vez não tente me enganar porque é muito feio menino que mente.

Juca, muito feliz porque dona Zica não ficou zangada, cobriu-lhe de beijos prometendoo nunca mais tentar lhe enganar.

A partir deste dia, sempre que ele fazia alguma traquinagem, corria e logo contava para a sua mãe.

E é assim que deve ser. Devemos sempre falar a verdade,custe o que custar!


bjs,soninha

18 de nov de 2009

O VENTO



O vento entrou correndo
pelas portas e janelas;
arrastando os papéis,
derrubando as panelas!


Assanhou o meu cabelo
,
desfez os nós da tristeza
deixou minh'alma serena
Em paz e muita leveza!


Empurrou minhas bonecas
,
revolveu minhas bolinhas;
passou debaixo da cama
e assustou minha gatinha!


Beijou meu lindo cachorro

direto no seu focinho,
alisou sua cabeça
doce gesto de carinho!


Apagou a grande chama

que ardia no fogão,
debaixo de uma panela
que cozinhava o feijão!


Abraçou os seis pintinhos

que dormiam com a galinha;
sujou o piso da sala,
com as sobras de farinha!


Sussurrou ao meu ouvido

que estava indo embora
mas antes dele partir,
daria um giro,lá fora!


No quintal se ajoelhou

rezou ao papai do céu,
que não deixasse crianças
vivendo sózinhas,ao léu!


Chegou junto ao varal

alisou minhas roupinhas,
e quando ele saiu
elas estavam sequinhas


Foi embora o doce vento

me deixando na saudade
quem sabe,um dia ele volte
pra encantar esta cidade?!


bjs,soninha

Bom dia!

Recados Para Orkut - MensagensGifs.blogspot.com



Um dia iluminado para todos vocês,sob os cuidados do nosso maravilhoso Deus!


bjs,soninha.

17 de nov de 2009

BOA NOITE!


Encerro o meu dia agradecendo a Deus pela bênção da vida e por todas as lições que ela me tem proporcionado. Rogo porteção para todos nós, em especial para as crianças e idosos,frágeis criaturas carentes de todos nós.

Deixo para todos vocês este selinho, feito com muito amor.Grata pelas visitas!




bjs,soninha

ESTRELA MÁGICA



Aninha pegou a estrela
que despencou lá do céu,
levou pra dentro de casa;
e escondeu no chapéu.


Seu primo que é um peralta

viu a menina escondendo,
pegou a estrela de Ana
e foi embora correndo.


Se você o encontrar
em casa ou pelas ruas
diz a ele, que Ana troca,
a estrela pela lua!


bjs,soninha

RAIO DE SOL



Peguei o raio de sol

Que entrou pela janela

Com ele eu retratei

Uma linda aquarela



Tonalidade amarela

Mesclada com o dourado

Gotas de orvalho pingando

Do seu rostinho corado



Com um sorriso faceiro

Este raio me conquistou

Me tomou nas suas mãos

Pra o infinito me levou



De lá avistei a Terra

As pessoas, formiguinhas

Ao longe, bem mais distante

A minha linda casinha



Beijei os olhos do sol

Senti a brisa da lua

Joguei as nuvens do céu

Pra atapetar minha rua



Vi uma cegonha voando

Voava bem ligeirinho

Ela estava preocupada

Com os filhotes no ninho



Com este raio carinhoso

Eu não penso em voltar

Quero mais, lá no infinito

Viajar e viajar...



Conhecer as maravilhas

Que não posso alcançar

Com as minhas duas mãos

E,sem asas pra voar!


bjs,soninha


Não dê armas às crianças!!

Não dê armas às crianças!!